Buscar

02 março 2015

Fortaleza lança nota explicando problema na entrada de torcedores

fec
Nota explica problemas ocorridos durante o Clássico
REPRODUÇÃO
A diretoria do Fortaleza lançou, na tarde desta segunda-feira (2), uma nota de esclarecimento sobre os problemas ocorridos durante a entrada dos torcedoresno Clássico-Rei do último sábado (28), quando várias pessoas entraram pulando as catracas do estádio Castelão. Outra reclamação rebatida pelo comando do clube foi a demora na divulgação do boletim financeiro da partida, fato que causou irritação entre dirigentes alvinegros e da FCF. 
Na nota, a diretoria informa que houve problemas no funcionamento de algumascatracas devido à falha de comunicação entre a empresa que confecciona os ingressos e a que controla o acesso do público ao estádio. O texto diz ainda que a liberação da entrada dos torcedores através do recebimento manual dos ingressos foi uma forma de garantir o acesso do público ao estádio com 3 horas de antecedência.
Com relação à demora na divulgação do borderô, a diretoria leonina informou que o boletim foi liberado logo após o término da partida e que não cabe nenhum tipo de reclamação ao procedimento adotado pelo clube.
Confira a nota na íntegra:
Com relação ao que foi divulgado, dando conta de problemas no funcionamento de algumas catracas de acesso ao estádio, constatamos que existiu uma falha na comunicação entre as empresas envolvidas no processo, uma que faz o ingresso e a outra empresa que controla o acesso ao Castelão, ou seja, a primeira não passou em tempo hábil as informações (arquivo eletrônico) para que a segunda procedesse o controle da entrada. 
Como o clube mandante, no caso o Fortaleza, tem o compromisso de liberar o acesso ao público com três horas de antecedência do horário de início do jogo, foi procedido então o acesso dos torcedores com o sistema de recebimento manual dos ingressos, valendo ressaltar que cerca de uma hora antes do início do evento o problema foi corrigido, voltando a ser adotado o sistema de liberação eletrônica das catracas mediante o uso dos bilhetes. 
Portanto necessário se faz esclarecer, que o Fortaleza Esporte Clube não pode ser responsabilizado pelo ocorrido, já que não deu causa ao problema, muito pelo contrário, exigiu de imediato que fossem tomadas as devidas providências para que o acesso dos torcedores com ingresso fosse normalizado o mais rápido possível. Valendo salientar ainda, que hoje mesmo já entramos em contato com as empresas envolvidas, exigindo a correção de citado procedimento, para que tal fato não volte a ocorrer. 
Esclarecemos ainda que logo após o jogo, foi providenciado o borderô com as devidas prestações de contas da partida, tudo de forma absolutamente transparente e na maior lisura, como sempre foi postura adotada pelo Fortaleza, não cabendo qualquer insinuação leviana a esse respeito."
Fonte: DN

Nenhum comentário:

Postar um comentário