Buscar

02 março 2015

DECLARAÇÃO COMEÇA - Programa do IRPF será liberado hoje

Image-0-Artigo-1807274-1
O contribuinte deve estar atento para evitar que a declaração caia na malha fina
FOTO: KELLY FREITAS
A temporada de entrega da declaração de Imposto de Renda 2015 começa hoje (2) e se estende até 30 de abril. Está obrigado a declarar quem recebeu, na soma total dos rendimentos, valor acima de R$ 26.816,55, em 2014. Mas só pagará imposto quem obteve renda líquida acima de R$ 21.453,24. O envio da declaração é indicado também para quem recebeu menos de R$ 26.816,55, mas teve desconto de imposto na fonte sobre o salário ou aposentadoria em 2014.
É com a entrega da declaração que o contribuinte terá a restituição desse imposto descontado na fonte. Os programas para a declaração do IR 2015 serão colocados à disposição do contribuinte a partir das 8h desta segunda-feira, com algumas novidades. Uma é possibilidade de salvar online os dados da declaração e recuperá-los de qualquer lugar do computador, smartphone ou tablet. Os dados ficam armazenados em nuvem e são acessados apenas pelo contribuinte, com uma palavra-chave.
O contribuinte pode iniciar o preenchimento por um dispositivo, recuperar por outro e transmitir por um terceiro, exemplifica Carlos Robero Ocasso, subsecretário de Arrecadação e Atendimento da Receita Federal.
Opções de envio
O contribuinte tem três opções para o envio da declaração: por meio de aplicativos ou dispositivos móveis, do Programa Gerador da Declaração (PGD) no computador ou no site da Receita e de modo online, válido para quem tem certificado digital.
O envio por meio de smartphone ou tablet, indicado para as declarações mais simples, é feito no aplicativo gratuito m-IRPF para os sistemas iOS ou Android. O sistema antecipa dados da base da Receita Federal, à medida que o contribuinte digita as informações.
O contribuinte que tiver uma declaração mais complexa terá de fazer o preenchimento em computador dentro do PGD e o envio pelo Receitanet. Quem utilizar o mesmo computador onde fez a declaração de 2014 ou tiver a cópia dela em pendrive ou CD poderá importar os dados. Basta apenas atualizar os valores e fazer eventuais mudanças.
Malha fina
Dois cuidados são importantes para evitar que a declaração caia na malha fina. O primeiro é informar todos os rendimentos seus e de seus dependentes. A omissão de renda lidera os motivos que levam à retenção da declaração em malha fina. Outro cuidado é lançar como despesas médicas dedutíveis, para redução da base de cálculo do imposto, apenas aquelas que possam ser comprovadas com recibo.
Certificado digital
Uma das novidades deste ano é a possibilidade de declaração online, por meio do e-CAC, com o uso do certificado digital. Ela possibilita o preenchimento sem baixar o programa. O contribuinte que tem certificado digital pode optar ainda pela declaração pré-preenchida. A Receita insere os dados, que são conferidos e confirmados pelo contribuinte.
Fonte: DN

Nenhum comentário:

Postar um comentário