Buscar

12 fevereiro 2015

Chega às telonas 'Cinquenta tons de cinza', adaptação homônimo do livro de E. L. James

Image-2-Artigo-1796051-1
Mr. Grey deve protagonizar cenas de sadomasoquismo
Image-0-Artigo-1796051-1
Christian Grey e Anastacia protemtem uma intensa relação
Image-1-Artigo-1796051-1
Datoka Johnson diz que o filme ganhou tom mais romântico
Primeiro livro da trilogia erótica de E. L. James, o sucesso mundial "Cinquenta tons de cinza" desde o início teve sua estreia rodeada expectativas por parte dos fãs. A dúvida e a ansiedade de muitos era sobre quem interpretaria o conquistador e sádico Mr. Grey.
Depois da recusa de Charlie Hunnam, o papel do protagonista ficou com o bonitão Jamie Dornan. Já Anastasia Steele é vivida por Dakota Johnson. A atriz, inclusive, já declarou não querer que sua mãe, Melanie Griffith, veja as cenas picantes do longa, que, no Brasil, recebeu a classificação etária de 16 anos - menor que nos EUA, onde a produção é proibida para menores de 18.
Na história, dirigida pela cineasta Sam Taylor-Johnson, Anastasia é um estudante de literatura de 21 anos, inicialmente recatada e virgem. Tudo muda na vida da moça quando ela é escolhida para entrevistar o poderoso magnata Christian Grey para o jornal da faculdade.
Do encontro, acaba acontecendo uma fulminante atração entre os dois, que passam a ter uma complexa relação: com a descoberta amorosa e sexual, Anastasia conhece os prazeres do sadomasoquismo, tornando-se o objeto de submissão de Grey.
Mais comedido
Segundo a diretora do longa, a história será intensa e sofisticada. "Tinha de ser uma fantasia com muita classe e vivacidade. Espero que faça jus ao que as pessoas esperam", declarou Taylor-Johnson em divulgação do filme.
Parece que a adaptação ganhou um tom um tanto mais romântico pela diretora. Ainda assim, esta pode ser uma das produção mais "quentes" que Hollywood viu nos últimos anos. Segundo foi divulgado, os espectadores assistirão a pelo menos 20 minutos de cenas de conteúdo sexual, ou seja, um quinto do filme.
Mas como o cinema anda meio careta nos Estados Unidos, a dúvida é se o teor das cenas realmente vai mostrar o conteúdo das práticas de sadomasoquismo narradas nos livros de E.L. James ou se serão bem editadas.
Dakota é defensora da produção e diz que tudo foi feito com muito cuidado, embora a atriz tenha chegado a sentir dores durante algumas sequências. "É muito rico, muito tentador e romântico. É um filme bastante sensual", disse.
Já para o intérprete de Mr. Grey, seu personagem viverá um conflito forte. "É uma jornada bem intensa para ela (Anastacia). Para Christian, ela desvenda um novo lado de si própria e ele quebra muitas de suas regras", revelou Dornan.
Anamélia Sampaio
Repórter
Fonte: DN

Nenhum comentário:

Postar um comentário