Buscar

27 novembro 2014

Irmã Dulce – 5 razões que te farão amar esse filme

irma_dulce
“Amar o próximo como a ti mesmo“: como eu vivo esse Mandamento de Cristo? Essa é a pergunta que atravessa como um punhal o coração de cada expectador do filme “Irmã Dulce”, que estreia dos cinemas nesta quinta-feira (27).
O filme é inspirado em fatos reais da vida da pequena freira baiana, que viveu e morreu com fama de santidade. Nascida em uma família de classe média, Irmã Dulce passou boa parte da infância ajudando os mais pobres, e depois consumiu-se de amor por eles em 60 anos de vida religiosa.
A equipe do nosso blog esteve na pré-estreia no Rio de Janeiro, e podemos garantir: O FILME É BOM DEMAIS! O roteiro é simples e a história de irmã Dulce não é contada em seus mínimos detalhes – nem poderia ser, dado o tamanho de sua obra. Mas os pontos fortes do filme brilham muito mais do que os pontos fracos. Para os católicos, em especial, é um programa imperdível, e certamente agradará a grande maioria.
Destacamos a seguir cinco motivos pelos quais você vai amar ver esse filme!
1. O filme comunica os elementos da fé católica com integridade
Muitos filmes que abordam temas relacionados ao universo católico acabam escorregando no quiabo, sendo comuns as distorções sobre a doutrina e as tradições católicas. Mas “Irmã Dulce”, nesse quesito, é notal 10!
A personagem da santa é apresentada como uma autêntica freira católica – uma mulher feliz em sua vocação, profundamente orante e submissa às leis da Igreja. Muito mais do que uma mera “agente social”, Irmã Dulce é retratada como uma mulher que realiza intensamente a sua maternidade.
2. O filme é respeitoso com a Igreja
O filme não esconde – e nem deveria esconder – que Irmã Dulce teve que lutar contra a incompreensão de seus superiores. A missão à qual a santa é impelida por Jesus a realizar (que inclui o socorro aos desvalidos até no meio da madrugada, se necessário) entra em conflito com as regras de sua congregação, que possui normas e horários rígidos. A Igreja, afinal, não está aí há mais de 2 mil anos há toa: em tudo há disciplina e ordem.
Essa realidade é contrabalanceada, porém, por uma tolerante flexibilidade, que em três ocasiões permite que a disciplina se relativize para dar apoio às obras de Irmã Dulce. O justo rigor e o justo amor, assim, se harmonizam sempre no seio da Santa Igreja.
3. O filme é bem-humorado
O gênero do filme é certamente o melodrama. Mas isso não impede que o bom humor de Irmã Dulce (muito sutil e elegante) delicie o espectador em várias cenas.
4. O filme é emocionante na medida certa
Não há pieguice no filme. O enredo se desenrola de forma a despertar uma emoção franca, impossível de deter pela própria realidade dos fatos.
Sim, são muitas cenas de pobreza, humilhações e dificuldades, mas ninguém deixa a sala do cinema triste: o espectador fica com a encantadora sensação de que essa vida vale a pena ser vivida, especialmente se for uma vida doada e compartilhada com amor.
5. O filme evangeliza
A centralidade da mensagem evangélica – amar o próximo como a nós mesmos – é comunicada com louvor. Ali estão mostrados os frutos de uma vida radicalmente entregue a Cristo, na castidade, renúncia, humildade, perseverança e fé.
Vejam agora o convite que a atriz Regina Braga (que interpreta a Irmã Dulce em sua maturidade) faz exclusivamente para a galera de O Catequista!
É isso, povo católico! Separa a grana do ingresso, do refri e da pipoca e divulgue como se não houvesse amanhã! Temos toda uma geração que não faz a menor ideia de quem seja Irmã Dulce, e ninguém é capaz de sair indiferente diante dessa história.
- See more at: http://ocatequista.com.br/archives/14457#sthash.fdfsD8qz.dpuf

Deputado José Teodoro passa mal durante discurso na Assembleia

O deputado e professor José Teodoro (PSD) passou mal enquanto discursava na tribuna da Assembleia Legislativa nesta quinta-feira (27). Durante a fala, ele ficou ofegante e não conseguiu continuar, chamando a atenção dos deputados, que o socorreram na tribuna. Teodoro foi carregado pelos colegas para uma sala próxima onde foi atendido por em enfermeira de plantão da Assembleia. O professor sofre de diabetes, e a suspeita é que se tratou de um caso de hipoglicemia. Cerca de 20 minutos depois, ele retornou ao plenário. Teodoro passa bem, e conseguiu melhorar após ingerir glicose. Ele permaneceu alguns minutos ainda na sessão, mas já deixou a Casa acompanhado dos assessores.

Fonte: DN

Conheça a himenoplastia, cirurgia para a mulher 'voltar a ser virgem'

A cirurgia pode ser feita por motivações diversas, mas a principal indicação médica é para mulheres que passaram por um parto normal

ESTÉTICA

Conheça a himenoplastia, cirurgia para a mulher 'voltar a ser virgem'

10h28 | 27.11.2014

Os tempos são outros, mas a virgindade continua a ser desejada por muitos homens e mulheres, inclusive por aquelas que já tiveram relação sexual; conheça as indicações do procedimento estético que torna a paciente "virgem" de novo


virgem
A cirurgia pode ser feita por motivações diversas, mas a principal indicação médica é para mulheres que passaram por um parto normal
miss
A Miss Bumbum Indianara Carvalho passou pelo procedimento estético
Sentir-se bem com o próprio corpo, recuperar-se de um trauma, presentear o parceiro com uma experiência “incomum”. A lista de motivações é extensa e parte de cada uma, mas o fato é que a virgindade – ou o momento da perda dela – ainda ocupa um lugar simbólico no imaginário de muitos homens e mulheres. Prova disso é a procura crescente pela himenoplastia, cirurgia estética realizada para reparar ou refazer o hímen – película dérmica presente na entrada da vagina. E não só entre as famosas.
Segundo o cirurgião plástico Davi Pontes, especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, os números ainda não são tão expressivos quanto os de outros procedimentos cirúrgicos mais popularizados, como lipoaspiração, próteses mamárias ou implantes de cabelo, mas hoje, em seu consultório, ele recebe em média uma paciente por semana que busca esse tipo de cirurgia.
“A paciente que chega geralmente tem o interesse de aumentar o prazer sexual masculino. Estreitar o canal de entrada da vagina causa mais prazer ao homem durante a relação sexual. Se tiver muito estreito, vai causar desconforto, mas será como se ela estivesse perdendo a virgindade”, diz. 
Ele explica que há três tipos de cirurgias íntimas que podem ser feitas com finalidades semelhantes: em uma delas, o cirurgião preenche os grandes lábios para deixar o canal vaginal mais estreito. Outro tipo é a plástica dos lábios, além, é claro, da himenoplastia, que é o fechamento do orifício. Associado a esses procedimentos, acrescenta o médico, algumas mulheres também optam pelo clareamento da vagina.
Indicações
A principal indicação médica, entretanto, é para mulheres que passaram por um parto normal. Isso porque terão perdido muito da continência vaginal durante a dilatação para a passagem do bebê, que pode romper algumas regiões da vagina. 
“Quando compromete muito, a cirurgia é indicada”, salienta Dr. Davi Pontes. Outra situação citada pelo cirurgião plástico diz respeito a pacientes que foram violentadas sexualmente.
Como é feito
A himenoplastia é um procedimento rápido, com duração média de 30 minutos a uma hora. Antes de se submeter à cirurgia, a paciente passa por uma abertura vaginal realizada com um aparelho específico, para que o médico verifique o rompimento e possíveis irregularidades na mucosa. 
Já a recuperação dura de três a quatro semanas, tempo necessário para o processo de cicatrização. Nesse período, a mulher não deve manter relações sexuais, uma vez que a vagina ainda não estará adequadamente lubrificada e pode haver risco de rompimento dos pontos. Para voltarem a ser “virgens”, elas desembolsam entre R$ 1.800 e R$ 2.500.
Pensar bem
Graças às famosas, a himenoplastia está nos jornais, na TV, na Internet. Recentemente, quem declarou ter feito o procedimento foi a Miss Bumbum 2014, Indianara Carvalho. Antes dela, a ex-modelo Ângela Bismarchi já tinha atraído os holofotes da mídia quando voltou a ser virgem para homenagear o marido.
Mas, apesar da divulgação, esse tipo de cirurgia plástica não é bem visto por alguns ginecologistas. “Não é uma cirurgia funcional. Você não vai tratar nada, não vai tirar um nódulo, nem vai estar aumentando a lubrificação. É mais uma questão pessoal, do psicológico da mulher”, pontua Dr. Davi Pontes.
Por isso, ele acredita que, antes de decidir fazer ou não, é importante que a paciente avalie se há prejuízos psicológicos e se a situação, de fato, afeta negativamente o dia-a-dia dela. “Além disso, deve-se procurar cirurgiões plásticos especialistas e que tenham experiência com esse procedimento, pois não são todos que o fazem”, recomenda o cirurgião plástico.
Fonte: DN

Campanha de vacinação para cães e gatos começa na próxima sexta-feira

Cães e gatos que estejam sadios e tenham mais de três meses de vida podem ser levados aos postos de vacinação

Os donos de cães e gatos devem ficar atentos à Campanha de Vacinação Antirrábica Animal 2014, que começa na próxima sexta-feira, 28, em todo o Estado.
Com a meta de imunizar contra a raiva 1.711.481 cães e gatos, a campanha segue até o dia 29 de dezembro, nos 184 municípios cearenses. Somente em Fortaleza, 310.300 animais devem ser vacinados.
Cães e gatos que estejam sadios e tenham mais de três meses de vida podem ser levados aos postos de vacinação. Aqueles que forem vacinados pela primeira vez devem receber uma dose de reforço após 30 dias.
A campanha terá três mil postos de vacinação em todo o Ceará e mobilizará cinco mil profissionais. O horário de atendimento é de 8h às 17h.
A Raiva
Doença viral, a raiva pode ser transmitida ao homem por mordida, lambida ou arranhão de um animal infectado, principalmente cães, gatos, soins e morcegos. A taxa de letalidade é próxima de 100%.
Animais infectados costumam manifestar mudança comportamental. Atacam pessoas sem terem sido provocados, rejeitam alimentação, ficam escondidos, desatentos, e não atendem ao chamado dos donos.
No Ceará, de 2005 a 2012 foram confirmados cinco casos de raiva humana, em apenas um deles a transmissão foi através de cão. Os outros casos foram transmitidos por soins.

Pelé tem 'instabilidade clínica' e segue internado

Pelé segue internado sem previsão de alta
Pelé, 74, teve uma instabilidade clínica e foi transferido para ser monitorado em uma unidade de cuidados especiais do hospital Albert Einstein, segundo boletim médicodivulgado nesta quinta-feira (27).
O ex-jogador voltou a ser internado na noite de segunda-feira (24). Ele passou por exames de revisão após uma cirurgia de cálculos renais. A partir dessa avaliação foi diagnosticada umainfecção urinária. A internação de Pelé ocorre exatos 11 dias após ele ter recebido alta no mesmo hospital, na zona sul da capital.
Primeira internação
Na primeira vez que foi internado, ex-jogador sentiu uma indisposição estomacal, causada pela alimentação, durante a tarde do último dia 12. Até cancelou a participação em um evento no Museu Pelé, em Santos, no qual faria um pronunciamento. Os exames detectaram cálculos ("pedras") renaisureterais e vesicais (bexiga) e Pelé foi submetido a uma cirurgia no último dia 13. Recebeu alta no sábado, no dia 15. Em 2012, Pelé também ficou internado no hospital Albert Einstein, onde passou por uma cirurgia de artroplastia total de quadril direito.
Na ocasião, o médico responsável pelo procedimento disse que o problema fora causado pelo esforço feito por Pelé ao longo da vida, principalmente com a carreira como jogador de futebol. A falta de tempo para dedicar as sessões de fisioterapia fizeram a recuperação do ex-jogador se alongar. Em alguns eventos ele chegou até a utilizar uma bengala.
Apesar dos problemas de recentes de saúde, o ex-atleta não tem planos de aposentadoria. De acordo com seu estafe, Pelé continuará trabalhando com eventos e fazendo campanhas publicitárias enquanto tiver saúde para isso e já tem projetos visando a Olimpíada do Rio 2016 e também a próxima Copa do Mundo, em 2018, na Rússia.
Neste ano, Pelé inaugurou um museu sobre sua história no centro de Santos. Viajou para vários países para compromissos publicitários antes e até mesmo durante a Copa do Mundo no Brasil.
Fonte: DN

Vereadora mostra calcinha durante discurso na Câmara de Aracaju

A vereadora Lucimara Passos (PCdoB) tirou uma calcinha do bolso e a mostrou durante seu discurso na Câmara de Aracaju, nessa última terça-feira (25). No Dia Internacional de Combate à Violência Contra Mulher, Lucimaracriticou o vereador Agamenon Sobral (PP), o chamou de "criminoso" e o desafiou a lhe dar uma "surra".
O ato foi motivado pela declaração dada por Agamenon na semana passada, ao comentar notícia sobre uma noiva que teria sido impedida pelo padre de se casar por não estar usando calcinha. "Concordo plenamente com este padre. Ele deveria dar uma surra nela, mandava dar uma surra e um banho de sal. Vagabunda. Como ela vai à igreja para casar sem calcinha e ainda com um vestido transparente?!”, disse à ocasião.
Lucimara Passos pediu que o colega fosse punido pelo pronunciamento. "Hoje vim com um vestido mais curto. Também trouxe a minha calcinha no bolso. Alguém pode me chamar de vagabunda? Alguém pode dizer que tenho de ser surrada?", questionou.
Em resposta, o vereador disse que ela estava querendo "aparecer" e pediu para serinvestigado.
Fonte: DN

Novo ministro da Fazenda fala em corte de despesas, mas sem pacotes

Fixou meta fiscal de 1,2% do PIB para 2015 e de ao menos 2% em 2016.
Joaquim Levy disse ter autonomia para implementar medidas necessárias.


 O ministro da Fazenda nomeado, Joaquim Levy, informou nesta quinta-feira (27) que a meta de superávit primário, a economia feita para pagar juros da dívida pública e tentar manter sua trajetória de queda, será de 1,2% do Produto Interno Bruto (PIB) para todo o setor público consolidado (governo, estados e municípios) em 2015. Este ano, a meta fixada inicialmente era de 1,9% do PIB, mas o governo já informou que este objetivo foi abandonado.
Joaquim Levy foi confirmado como próximo ministro da Fazenda nesta quinta pelo Palácio do Planalto, em substituição a Guido Mantega. Também foram confirmados os nomes de Nelson Barbosa como próximo ministro do Planejamento, e a permanência de Alexandre Tombini no comando do Banco Central.
Em 2016 e 2017, segundo Levy, o esforço fiscal não será inferior a 2% do PIB – próximo do patamar registrado em 2013. "Alcançar essa meta será fundamental para o aumento da confiança na economia brasileira", declarou Levy a jornalistas no Palácio do Planalto. Para atingir essas metas, ele informou que algumas medidas que vêm sendo discutidas são de diminuição de despesas. Entretanto, acrescentou que as medidas serão, "não digo graduais, mas sem pacotes, sem nenhuma surpresa".
Questionado por jornalistas, o próximo ministro declarou ter ter autonomia para implementar as medidas. "A autonomia está dada. O objetivo é claro. Os meios a gente conhece. Acho que há o suficiente grau de entendimento dentro da própria equipe e maturidade. Então, acho que essa questão vai se responder de uma maneira muito tranquila. Dizer uma coisa ou outra não tem muito sentido agora. A gente vai ver no dia a dia como as coisas ocorrem. Quando uma equipe é escolhida, há confiança", afirmou.
Levy concedeu entrevista durante anúncio da nova equipe econômica (Foto: Reuters)Levy concedeu entrevista durante anúncio da nova
equipe econômica (Foto: Reuters)
Contas públicas neste ano
Nos nove primeiros meses deste ano, as contas do setor público registraram um déficit primário – receitas ficaram abaixo das despesas, mesmo sem contar juros da dívida – de R$ 15,28 bilhões, ainda segundo números divulgados pelo BC. Foi a primeira vez desde o início da série histórica do BC, em 2002 para anos fechados, que as contas do setor público registraram um déficit nos nove primeiros meses de um ano.
Considerado ortodoxo, com uma atuação mais tradicional na economia, Levy, de 53 anos, executou um ajuste fiscal na primeira gestão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva que levou o superávit primário a um patamar médio de 3,5% do PIB (série histórica revisada do BC, sem as estatais) - patamar considerado elevado. Ele ficou conhecido como "mãos de tesoura" na ocasião por conta do controle de gastos implementado nas contas públicas. Levy travalhava, até então, na diretoria da administradora de investimentos Bradesco Asset Management.
Redução da dívida pública
"Primeiramente, cabe notar que vir a suceder o mais longevo ministro da Fazenda em período democrático [Guido Mantega] é mais do que uma honra, um privilégio. O objetivo imediato do governo e do Ministério da Fazenda é estabelecer uma meta de superávit primário para os três proximos anos que contemple a estabilização e declínio da dívida pública", declarou o ministro da Fazenda nomeado.
Joaquim Levy também avaliou que é fundamental para o aumento da confiança da economia brasileira, a consolidação dos avanços sociais e ecomicos e reafirmou o compromisso com transparência e com a divulgação de dados abrangentes.
"As medidas necessárias para o equilíbrio das contas públicas serão tomadas. Como a gente falou, serão tomadas com análise e segurança. Eu acho que o Brasil tem mecanismos capazes disso. É um trabalho que envolve não só o governo federal, mas acho que toda a federação, não só o Poder Executivo, mas todos os poderes. É um trabalho importante pois é o que garante condições de crescimento", declarou Levy.
Tesouro Nacional?
Levy, ao ser interpelado por jornalistas sobre quem será o novo secretário do Tesouro Nacional, não disse que não falaria sobre isso neste momento. "Vamos manter os ritos. A gente têm desafios, coisas importantes a fazer. A gente não está em nenhuma agonia. Vamos ficar tranquilos. Essa é a maneira boa de lidar com os desafios de um novo governo que começa em primeiro de janeiro", afirmou.
Rumores dão conta de que o próximo secretário do Tesouro Nacional pode ser Carlos Hamilton Araújo, atualmente na diretoria de Política Econômica do Banco Central.
Fonte: G1

Ministério confirma trabalho escravo na Renner em SP e no RS

Ministério confirma trabalho escravo na Renner em SP e no RS

Investigações duraram três meses, diz Ministério do Trabalho e Emprego. Procurada, Renner não se pronunciou sobre o assunto.


Auditores fiscais do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) resgataram trabalhadores que produziam para a Renner e que eram mantidos em condições análogas às de escravidão, segundo informações divulgadas pelo órgão nesta quinta-feira (27). Os resgates aconteceram em São Paulo e no Rio Grande do Sul.

Segundo o MTE, as investigações duraram três meses e foram feitas em conjunto com o Ministério Público do Trabalho (MPT) e da Defensoria Pública da União. Os detalhes sobre a situação dos trabalhadores e os autos de infração aplicados serão detalhados na sexta-feira (28) em coletiva de imprensa na sede da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de São Paulo (SRTE-SP), com a presença de representantes dos órgãos que integram a Força Tarefa.

G1 procurou a assessoria de imprensa da Renner e aguarda o posicionamento da empresa.