Buscar

23 outubro 2014

Datafolha: Dilma tem 53%, e Aécio, 47%

Dilma tem 53%, e Aécio, 47% dos votos válidos, diz pesquisa Datafolha

Levantamento com 9.910 eleitores foi feito nos dias 22 e 23 de outubro.
Margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.


Pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (23) aponta os seguintes percentuais de votos válidos no segundo turno da corrida para a Presidência da República:
Dilma Rousseff (PT): 53%
Aécio Neves (PSDB): 47%
Datafolha - 23.10 (Foto: Arte/G1)
Para calcular esses votos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição.
A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "Folha de S.Paulo".
De acordo com o Datafolha, a presidenteDilma Rousseff (PT) tem uma vantagem inédita sobre Aécio Neves (PSDB) no segundo turno da eleição presidencial.
No levantamento anterior do instituto, divulgado no dia 22, Dilma tinha 52%, e Aécio, 48% dos votos válidos.
Votos totais
Se forem incluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, os votos totais da pesquisa estimulada são:
- Dilma Rousseff (PT): 48%
Aécio Neves (PSDB): 42%
- Em branco/nulo/nenhum: 5%
- Não sabe: 5%
O Datafolha ouviu 9.910 eleitores em 399 municípios nos dia 22 e 23 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de dois pontos prevista. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01162/2014.
Certeza do voto
O Datafolha também perguntou, entre os dois candidatos, em quem os eleitores votariam com certeza, em quem talvez votassem e em qual não votariam de jeito nenhum. Veja os números:
Dilma
46% - votariam com certeza
15% - talvez votassem
37% - não votariam de jeito nenhum
1% - não sabe

Aécio
39% - votariam com certeza
18% - talvez votassem
41% - não votariam de jeito nenhum
2% - não sabem
1º turno
No primeiro turno, Dilma teve 41,59% dos votos válidos e Aécio, 33,55% (veja os números completos da apuração no país).
Encontrou algum erro? Fale conosco
Fonte: G1

Ibope: Dilma tem 54%, e Aécio, 46%

Dilma tem 54%, e Aécio, 46% dos votos válidos, diz pesquisa Ibope

Levantamento com 3.010 eleitores foi feito entre os dias 20 e 22 de outubro.
Margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.


Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (23) aponta os seguintes percentuais de votos válidos no segundo turno da corrida para a Presidência da República:
- Dilma Rousseff (PT): 54%
- Aécio Neves (PSDB): 46%
Ibope - 23.10 (Foto: Arte/G1)
Para calcular esses votos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição.
A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "O Estado de S. Paulo".
No levantamento anterior do instituto, divulgado no dia 15, Aécio tinha 51% e Dilma, 49%.
Votos totais
Se forem incluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, os votos totais da pesquisa estimulada são:
- Dilma Rousseff (PT): 49%
- Aécio Neves (PSDB): 41%
- Branco/nulo: 7%
- Não sabe/não respondeu: 3%
Ibope ouviu 3.010 eleitores em 203 municípios entre os dias 20 e 22 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01168/2014.
Rejeição
O Ibope perguntou, independentemente da intenção de voto, em qual candidato o eleitor não votaria de jeito nenhum. Veja os números:
Aécio - 42%
Dilma - 36%
Expectativa de vitória
O Ibope também perguntou aos entrevistados quem eles acham que será o próximo presidente da República, independentemente da intenção de voto. Para 51%, Dilma sairá vitoriosa; 38% acreditam que Aécio ganhará; 10% não sabem ou não responderam.
1º turno
No primeiro turno, Dilma teve 41,59% dos votos válidos e Aécio, 33,55% (veja os números completos da apuração no país).
Encontrou algum erro? Fale conosco
Fonte: G1

Polícia Federal faz batida no comitê de Eunício Oliveira


A Policia Federal no Ceará cumpriu mandado de busca e apreensão no comitê central do candidato ao Governo do Estado Eunício Oliveira (PMDB), por volta das 8 horas desta quarta-feira, 22.

Quatro agentes da PF acompanhador por um membro da Justiça Eleitoral buscaram material ilegal de campanha como camisetas e bonés. De acordo com as regras eleitorais, “é vedada na campanha eleitoral a confecção, utilização, distribuição por comitê, candidato, ou com a sua autorização, de camisetas, chaveiros, bonés, canetas, brindes, cestas básicas ou quaisquer outros bens ou materiais que possam proporcionar vantagem ao eleitor”. 

A assessoria de campanha do peemedebista afirmou que não houve apreensão de nenhum material ilegal e julgou ser “intimidatória” a ação da Polícia Federal. Disse ainda que a PF “está sendo induzida ao erro” por pessoas que tentam prejudicar a campanha. A assessoria da Polícia Federal afirmou não ter informações sobre a batida. 

Material 
A Polícia Federal apreendeu, também na manhã de hoje, material impresso contra a campanha de Eunício Oliveira. As imagens às quais O POVO teve acesso mostram uma espécie de “jornal” impresso, assinado pelo radialista Carlos Silva, que contêm informações que anteriormente eram divulgadas em vídeo intitulado “O segredo de Eunício”, que questionava o aumento patrimonial do peemedebista e o acusava de ter enriquecido enquanto conterrâneos do município de Lavras da Mangabeira ainda vivem em situação de miséria. A veiculação do vídeo foi proibida judicialmente.

Camilo Santana recebe apoio e propostas de clubes do futebol cearense

DIÁRIO DO CANDIDATO
Camilo Santana recebe apoio e propostas de clubes do futebol cearense

A União Cearense de Clubes (Uniclubes), formada por 26 times profissionais do Interior e da Capital, declarou apoio a Camilo Santana (PT), candidato a governador do Estado pela coligação “Para o Ceará Seguir Mudando”. A adesão foi confirmada na manhã desta quarta-feira (22), durante encontro com Camilo na visita do candidato às obras do Centro de Formação Olímpica (CFO), localizado em frente ao Castelão. Na oportunidade, os representantes da Uniclubes entregaram uma carta de propostas com ideias para melhorar a situação financeira dos clubes do futebol profissional do Ceará.

Camilo já havia recebido o apoio dos presidentes licenciados dos dois maiores clubes de futebol do Estado: Evandro Leitão (Ceará) e Osmar Baquit (Fortaleza). Após a reunião, ao todo, 28 equipes da primeira, segunda e terceira divisões declararam apoio ao candidato.  “Achei o encontro com Camilo bastante proveitoso. Pretendemos reformular o futebol cearense e recolocá-lo em um patamar que ele não deveria ter saído. Partimos na frente no sentido de trazer as nossas necessidades, pois se encaixam exatamente nossas ideias com o projeto dele. Não tenha dúvida que o nosso candidato é o Camilo”, corroborou o presidente da Uniclubes e do Crateús Esporte Clube, Franzé Martins.

Para o ex-jogador Mirandinha, a reunião foi excelente porque Camilo se prontificou de estudar o assunto mais profundamente e todas as questões levantadas pela Uniclubes na carta. Ele também vai agendar um novo encontro com os representantes dos clubes ainda neste ano, caso seja eleito governador do Estado. O ex-presidente da entidade acredita que é preciso dar continuidade ao processo de mudança já iniciado com o governo estadual. “Como eu sou um homem do esporte, mais do que nunca, estou engajado nessa campanha e em dar todo o suporte possível da Uniclubes a Camilo Santana. Temos convicção de que com ele poderemos alavancar o esporte no nosso Estado”, afirmou Mirandinha.

Uniclubes
A Uniclubes reúne times tradicionais do interior e da Capital, como Tiradentes, Calouros do Ar, Iguatu, Barbalha e Maracanã, de Maracanaú. O encontro com Camilo mostrou aos dirigentes mais um ponto forte do candidato: a disposição para o diálogo. “Vou levar esse documento e me comprometo em formar uma equipe técnica para voltarmos a discutir esse assunto. Se Deus e o povo do Ceará me permitir ser governador, vamos voltar a nos reunir e envolver todas as entidades ligadas ao esporte em prol da melhoria do nosso futebol”, concluiu Camilo.

* Com informações da coligação "Para o Ceará Seguir Mudando"

Cid tira licença para se dedicar a campanha de Camilo

IMG_0557O governador Cid Gomes está licenciado do Governo do Estado e realizou atividades pró-Camilo e Dilma na noite dessa terça-feira (21) em Aracati, no litoral leste do Estado. Cid participou de adesivaço e fez uma caminhada pelas principais vias do município.
No primeiro turno, Cid também se licenciou para apoiar Camilo Santana. Na ocasião, o presidente do Tribunal de Justiça do Ceará, desembargador Luiz Gerardo Pontes Brígido, assumiu o governo do estado. Desta vez, enquanto Cid está afastado, quem assume o governo é o presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque (Pros), já eleito novamente parlamentar no último dia 05. Na ocasião anterior, ele estava impedido sob pena de ficar inelegível para o cargo de deputado estadual ao qual disputava.
Já nesta quarta-feira (22), o governador, que se licenciou para se dedicar exclusivamente à campanha, participou de caminhada pela manhã em Sobral, na Região Norte do Ceará, e à tarde faz atividades em Itapipoca. Amanhã, Cid segue para Juazeiro, onde participa de atividades de campanha.

PT e PSDB fazem acordo no TSE e retiram pedidos de direito de resposta

PT e PSDB fazem acordo no TSE e retiram pedidos de direito de resposta

Decisão é uma forma de tentar não perder mais tempo na propaganda eleitoral

Debate SBT
Debate SBT (Daniel Teixeira/Estadão Conteúdo)
As coordenações jurídicas das campanhas dos candidatos Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB), que disputam o segundo turno das eleições presidenciais, entraram em acordo nesta quarta-feira para arquivar todas as representações que foram protocoladas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e que buscavam direito de resposta contra o que consideravam ofensas veiculadas pela propaganda eleitoral do adversário.
Assim, as duas candidaturas tentam não perder mais tempo no horário eleitoral. Nas últimas semanas, o tribunal vetou diversos trechos da propaganda das suas campanhas por causa da onda de ataques. O acordo, considerado "histórico" pela presidência do TSE, foi homologado por unanimidade pelos ministros da corte.
Com a decisão, as coligações comprometeram-se a priorizar o debate de ideias no espaço horário eleitoral gratuito no rádio e na TV. O acordo foi acertado entre os advogados das duas coligações após a decisão na qual o TSE entendeu que a propaganda eleitoral não pode ser usada para ofensas pessoais. O novo entendimento sobre a matéria, firmado na semana passada, provocou suspensões de trechos da propaganda dos dois candidatos.

Vem aí Mister Redenção!!


O Concurso Mister Redenção, é um evento promovido pelo promotor de eventos Joao Victor Castro e sua equipe desde o ano de 2009, sendo que, foi realizado a 2ª edição em 2010, de lá pra cá, não se realizou mais nenhuma edição. 
Em 2014 estaremos retomando as atividades e realizando, a 3ª edição do concurso, que se realizará dia 31 de outubro no espaço do Complexo Abolição a partir das 22 horas. 
Na ocasião, escolheremos o rapaz mais belo da cidade, onde o mesmo irá representar o nosso município no concurso que escolherá o Mister Maciço 2014 que também se realizará em Redenção com data a decidir.



Confira mais fotos no link abaixo:

Dilma Rousseff mantém liderança, diz Datafolha

São Paulo. A presidente e candidata à reeleição, Dilma Rousseff (PT), manteve a liderança na disputa ao Palácio do Planalto, segundo pesquisa Datafolha divulgada ontem.
Em votos totais, Dilma passou de 46% para 47%. Aécio Neves (PSDB)manteve os 43%. Brancos e nulos subiram de 5% para 6%; indecisos, caíram de 6% para 4%. Assim como no levantamento anterior, a petista aparece com 52% dos votos válidos no segundo turno, enquanto Aécio tem 48%. O empate técnico ocorre no limite da margem de erro, que é de dois pontos percentuais para cima ou para baixo.
O Datafolha ainda apontou um maior otimismo dos eleitores em relação à economia. Em abril, 64% achavam que a inflação iria aumentar. No fim de setembro, eram 50%. Agora, são 31%. O instituto ouviu 4.355 eleitores anteontem, em 256 municípios. O nível de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01160/2014.
Agressividade inadequada
A pesquisa Datafolha realizada anteontem mostra ainda que 71% dos eleitores consideram inadequado o grau de agressividade da disputa presidencial neste segundo turno.
Os que avaliam o tom como apropriado somam 27%. Para 36% dos entrevistados, Aécio é o candidato mais agressivo. Já 24% entendem que Dilma faz esse papel. O levantamento também mediu a expectativa em relação aos rumos da economia.
Na comparação com uma pesquisa realizada nos dias 25 e 26 de setembro, houve melhora no otimismo quanto ao futuro dos indicadores.
O total dos que acreditam que a inflação vai aumentar caiu de 50% para 31%. Os que apostam que os preços ficarão como estão subiram de 27% para 35%. E os que dizem acreditar numa diminuição do índice passaram de 12% para 21%.
Também houve redução no grupo dos que acreditam em aumento do desemprego: de 36% para 26%. Os que têm expectativa de diminuição do índice passaram de 23% para 31%. Quando a pergunta trata da situação econômica em geral, o total dos que apostam numa melhora aumentaram de 32% para 44%, enquanto os que acreditam em piora caíram de 25% para 15%.
Na comparação com a pesquisa realizada na véspera, Dilma conseguiu reduzir a vantagem de Aécio na liderança da disputa no Sul. A petista cresceu cinco pontos na região (de 33% para 38%) e o tucano oscilou positivamente um, e tem 52%.
Na região Norte, a candidata do PT ampliou a sua liderança, mesmo tendo oscilado negativamente um ponto. Ela aparece com 54%, contra 35% do candidato do PSDB, que caiu quatro pontos na região. Por outro lado, no Centro-Oeste, Aécio ampliou a liderança, ao crescer quatro pontos na região, chegar aos 52% e ver Dilma oscilar negativamente dois pontos.
Boca de urna
O Instituto Vox Populi registrou uma pesquisa de boca de urna sobre a corrida presidencial.
Contratado pela campanha de Dilma, o levantamento vai ouvir 6.800 pessoas em 26 de outubro, dia da votação. A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral sob o número 01223/2014, tem margem de erro de 1,2 ponto porcentual e nível de confiança de 95%.
Até domingo, pelo menos seis pesquisas nacionais devem ser divulgadas. Em parceria com 'O Estado de S. Paulo' e a 'Rede Globo', o Ibope divulga um levantamento hoje, às 18h. O número do registro é BR-01168/2014.
d
Fonte: Diário

TRE concede direito de resposta a Camilo

camiloO Tribunal Regional Eleitoral (TRE)  concedeu à coligação “Para o Ceará seguir mudando”, nesta quarta-feira (22), 01 minuto e 15 segundos de direito de resposta a Camilo Santana e proibiu a veiculação de inserções na televisão do candidato da coligação “Ceará de Todos”, Eunício Oliveira (PMDB), por conterem informações ofensivas, injuriosas e difamatórias contra Camilo.
De acordo com a decisão, as inserções tratam de fatos sabidamente inverídicos e ofensivos à honra e à imagem de Camilo, o que motivou o deferimento do pedido de direito de resposta e a proibição da veiculação das inserções do candidato do PMDB.

Camilo cresce quatro pontos e chega a 57%, Eunício tem 43%

Camilo cresce quatro pontos e chega a 57%, Eunício tem 43%

Pela primeira vez, o petista aparece isolado na liderança da disputa. A pesquisa também aponta queda na rejeição a Camilo Santana e oscilação positiva, dentro da margem de erro, na de Eunício Oliveira
Pela primeira vez desde o início do primeiro turno, Camilo Santana (PT) aparece na liderança isolada das intenções de voto para governador do Ceará. Conforme a penúltima rodada de pesquisa O POVO/Datafolha antes do segundo turno, o candidato apoiado pelo governador Cid Gomes (Pros) sairia vitorioso se a eleição fosse hoje.
 
Em intenções de votos válidos, Camilo abriu 14 pontos percentuais de vantagem sobre Eunício Oliveira (PMDB). Desde a pesquisa da semana anterior, o petista subiu quatro pontos percentuais e foi de 53% para 57%. O candidato de oposição caiu de 47% para 43%.
 
A pesquisa em votos válidos exclui eleitores que disseram votar em branco, nulo ou em nenhum dos candidatos, além dos indecisos. Essa é a forma oficial como será divulgado o resultado da eleição.
 
Nas intenções de votos totais, Camilo subiu os mesmos quatro pontos percentuais. Foi de 45% para 49%. Eunício oscilou negativamente de 40% para 38%. O índice de eleitores que dizem votar em branco, nulo ou em nenhum dos candidatos oscilou de 6% para 5%. O percentual de indecisos oscilou em uma semana de 9% para 8%.
 
Camilo ficou atrás nas pesquisas durante praticamente todo o primeiro turno, alcançou o empate técnico a poucos dias da votação do último dia 5 e, surpreendentemente, terminou como mais votado quando a apuração foi concluída. Na primeira pesquisa do segundo turno, havia empate técnico.

Número na urna
O percentual de eleitores que acertou o número que deve ser digitado na urna eletrônica subiu de 82% para 88%. O índice de acerto é de 90% entre os eleitores de Camilo e de 88% entre os que votam em Eunício. Quatro dias antes da votação, todavia, há 8% de eleitores que ainda não sabem o número que devem digitar na urna eletrônica, 1% que pretendem anular o voto, mas não sabem como, enquanto 3% disseram o número errado do candidato em que pretendem votar.
 
Dos que declaram intenção de voto em Camilo, 7% não sabem o número do candidato e 3% mencionaram incorretamente. Entre os que dizem votar em Eunício, 9% desconhecem o número e 3% citaram de forma errada.
 
A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. O Datafolha realizou 1.240 entrevistas, todas feitas ontem, em 49 municípios cearenses. A pesquisa foi contratada pelo O POVO, em parceria com Folha de S.Paulo. O número de registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é CE-00034/2014 e BR-01162/2014.

Multimídia
 
Mais informações e detalhes da pesquisa emblog.opovo.com.br/eleicoes2014


Metodologia
 
1. O Datafolha realizou 1.240 entrevistas em 49 municípios cearenses. A margem de erro máxima da pesquisa é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

2. O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Isso significa que, a cada 100 levantamentos feitos com a mesma metodologia, em 95 os resultados devem estar dentro da margem de erro prevista.

3. A pesquisa é um levantamento por amostragem estratificada por sexo e idade, com sorteio aleatório dos entrevistados. O universo da pesquisa é composto pelos eleitores com 16 anos ou mais do Estado do Ceará.

4. A pesquisa foi contratada pelo O POVO e pela Folha de S.Paulo e está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número CE-00034/2014 e BR-01162/2014.

Fonte: O POVO

Rejeição de Eunício supera a de Camilo.


Pela primeira vez desde o início do primeiro turno, Camilo Santana (PT) aparece na liderança isolada das intenções de voto para governador do Ceará. Conforme a penúltima rodada de pesquisa O POVO/Datafolha antes do segundo turno, o candidato apoiado pelo governador Cid Gomes (Pros) sairia vitorioso se a eleição fosse hoje.
 
Em intenções de votos válidos, Camilo abriu 14 pontos percentuais de vantagem sobre Eunício Oliveira (PMDB). Desde a pesquisa da semana anterior, o petista subiu quatro pontos percentuais e foi de 53% para 57%. O candidato de oposição caiu de 47% para 43%.
 
A pesquisa em votos válidos exclui eleitores que disseram votar em branco, nulo ou em nenhum dos candidatos, além dos indecisos. Essa é a forma oficial como será divulgado o resultado da eleição.
 
Nas intenções de votos totais, Camilo subiu os mesmos quatro pontos percentuais. Foi de 45% para 49%. Eunício oscilou negativamente de 40% para 38%. O índice de eleitores que dizem votar em branco, nulo ou em nenhum dos candidatos oscilou de 6% para 5%. O percentual de indecisos oscilou em uma semana de 9% para 8%.
 
Camilo ficou atrás nas pesquisas durante praticamente todo o primeiro turno, alcançou o empate técnico a poucos dias da votação do último dia 5 e, surpreendentemente, terminou como mais votado quando a apuração foi concluída. Na primeira pesquisa do segundo turno, havia empate técnico.

Número na urna
O percentual de eleitores que acertou o número que deve ser digitado na urna eletrônica subiu de 82% para 88%. O índice de acerto é de 90% entre os eleitores de Camilo e de 88% entre os que votam em Eunício. Quatro dias antes da votação, todavia, há 8% de eleitores que ainda não sabem o número que devem digitar na urna eletrônica, 1% que pretendem anular o voto, mas não sabem como, enquanto 3% disseram o número errado do candidato em que pretendem votar.
 
Dos que declaram intenção de voto em Camilo, 7% não sabem o número do candidato e 3% mencionaram incorretamente. Entre os que dizem votar em Eunício, 9% desconhecem o número e 3% citaram de forma errada.
 
A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. O Datafolha realizou 1.240 entrevistas, todas feitas ontem, em 49 municípios cearenses. A pesquisa foi contratada pelo O POVO, em parceria com Folha de S.Paulo. O número de registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é CE-00034/2014 e BR-01162/2014.

Multimídia
 
Mais informações e detalhes da pesquisa emblog.opovo.com.br/eleicoes2014

Metodologia
 
1. O Datafolha realizou 1.240 entrevistas em 49 municípios cearenses. A margem de erro máxima da pesquisa é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

2. O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Isso significa que, a cada 100 levantamentos feitos com a mesma metodologia, em 95 os resultados devem estar dentro da margem de erro prevista.

3. A pesquisa é um levantamento por amostragem estratificada por sexo e idade, com sorteio aleatório dos entrevistados. O universo da pesquisa é composto pelos eleitores com 16 anos ou mais do Estado do Ceará.

4. A pesquisa foi contratada pelo O POVO e pela Folha de S.Paulo e está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número CE-00034/2014 e BR-01162/2014.

Fonte:  O POVO