Buscar

16 outubro 2014

PSB do Crato resolve apoiar Camilo Santana

PSB CRATO
Através de articulação do deputado estadual Sineval Roque (PROS), o Partido Socialista Brasileiro (PSB) do Crato, aderiu à campanha do candidato a governador pela coligação “Para o Ceará Seguir Mudando”, Camilo Santana (PT).

A decisão contraria a posição do PSB do Estado que anunciou o apoio, neste segundo turno, ao candidato Eunício Oliveira (PMDB), candidato da coligação “Ceará de Todos”. O deputado Sineval Roque diz que conversou pessoalmente com o presidente do partido naquele município, Dr. Bacurau, que entendeu que o melhor para os avanços do Ceará é votar em Camilo e em Dilma

Dilma Rousseff declara apoio a Camilo Santana

camilo dilmaA presidente Dilma Rousseff (PT), candidata a reeleição, declarou nesta quarta-feira (15), através da sua página do Facebook, apoio ao candidato a governador pela coligação “Para o Ceará Seguir Mudando”, Camilo Santana (PT). Ela compartilhou uma foto de Camilo segurando um cartaz de apoio a ela, e a seguinte frase: #TamoJunto #Camilo13Governador e #Dilma13 são do mesmo partido. Estão juntos para fazer mais pelo Brasil e pelo Ceará. Por isso, no dia 26 de outubro, vote 13 duas vezes.
Segundo aliados de Camilo, a decisão da presidente é um reconhecimento ao trabalho do governador Cid Gomes (PROS), que a apoia e também por sua votação no primeiro turno no Ceará que chegou a mais de 3 milhões de votos ou 68,30%. O site Ceará Agora antecipou na segunda-feira (13) que o presidente Lula faz questão de eleger Camilo no Ceará.
A matéria afirma que o ex-presidente inicia a partir desta quinta-feira, uma série de visitas aos estados para fortalecer o palanque da candidata à reeleição Dilma Rousseff.
Segundo reportagem do Jornal de Brasília, com conteúdo da Agência Estado, Lula afirmou que quer eleger governadores do PT e o Ceará estaria entre as prioridades da agenda do ex-presidente. A matéria revela que ‘’Lula mandou avisar aos aliados que faz questão de eleger os governadores em cinco locais onde, na visão dele, o PT foi rejeitado: Rio Grande do Norte, Ceará, Mato Grosso do Sul, Pará e Goiás’’.

Presidenciáveis estão tecnicamente empatados

f
São Paulo. A menos de duas semanas das eleições, Aécio Neves (PSDB) aparece com 45% das intenções de voto e Dilma Rousseff (PT) com 43%. Eles estão tecnicamente empatados, segundo a pesquisa Ibope divulgada ontem. A margem de erro é dois pontos percentuais para cima ou para baixo.

Os eleitores que se disseram indecisos ou que não souberam responder somaram 5%, e os que pretendem votar nulo ou em branco, 7%.

Considerando apenas os votos válidos, que descontam os votos brancos, nulos e os eleitores indecisos, Aécio Neves aparece com 51% das intenções de voto e Dilma Rousseff com 49%.

Segundo o Ibope o cenário do segundo turno está indefinido, sem tendência de crescimento ou de queda para qualquer um dos candidatos. A pesquisa mostra leve oscilação em relação ao levantamento divulgado na semana passada.

Na sondagem anterior, divulgada em 9 de outubro, Aécio aparecia com 46% dos votos totais e Dilma com 44%. O percentual de votos brancos e nulos era de 6%, e o número de eleitores indecisos e que não souberam responder 4%.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo. Foram entrevistadas 3.010 eleitores, em 204 cidades, entre segunda (13) e terça-feira (14). O nível de confiança é 95%, ou seja: em 100 pesquisas com a mesma metodologia, os resultados estarão dentro da margem de erro em 95 ocasiões.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo BR-01097/014.

Avaliação

A avaliação ‘boa ou ótima’ do governo Dilma Rousseff, de acordo com pesquisa Ibope encomendada pela TV Globo e divulgada ontem, subiu de 39% para 43%.
A administração é ‘regular’ para 31% (eram 33% na pesquisa anterior) e a avaliação ‘ruim ou péssima’ passou de 27% para 25% Não souberam responder 1% dos entrevistados.

Campanha acirrada

Os números mostram o nível de acirramento da campanha ao Palácio do Planalto. Ao reagir à estratégia da candidata à reeleição Dilma, de desconstruir sua gestão em Minas Gerais, o candidato do PSDB disse ontem que a adversária ainda tem, segundo ele, a chance de tirar a campanha dela do “gueto da calúnia”.

O tucano participou de um encontro com prefeitos na capital paulista e retomou o discurso de que, se os paulistas lhe derem uma vitória no estado, ele vencerá a eleição. “Convido a presidente da República, ainda é tempo: tire a sua campanha do gueto da calúnia e da infâmia que escolheu, talvez influenciada pelo seu marqueteiro”, afirmou Aécio, referindo-se ao publicitário João Santana.

Antes do encontro, que reuniu cerca de 500 dos 645 prefeitos de São Paulo, segundo os organizadores, Aécio assinou uma carta de compromisso com a infância e a juventude.

Já Dilma rebateu ontem críticas de que teria subido muito o tom contra o adversário tucano. Segundo a presidente, Aécio se incomoda com críticas porque não está acostumado.

“O candidato não está acostumado a receber críticas porque ele tinha uma certa blindagem quando foi governador de Minas”, atacou a petista, referindo-se à cobertura jornalística local na época em que Aécio governava o Estado (2003-2010).

Dilma participou de um evento em comemoração ao Dia do Professor em São Paulo. Ela repetiu dados que expôs no debate. Lembrou a construção pelo Estado de um aeroporto na cidade de Cláudio (MG), próximo à fazenda do ex-governador, e o fato de ele ter empregado parentes na administração estadual.
Datafolha mostra cenário estável

São Paulo. A nova pesquisa Datafolha divulgada ontem mostrou estabilidade na disputa eleitoral entre o candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, e a presidente Dilma Rousseff (PT).

Pelo eleitorado total, o tucano tem 45% das intenções de voto, contra 43% da petista - na semana passada o placar era 46% a 44%, respectivamente. Os eleitores que planejam votar em branco ou anular seus votos somam 6% (ante 4% na sondagem anterior). Os indecisos seguem em 6%. Aécio conta com 51% dos votos válidos (excluindo brancos, nulos e indecisos), enquanto Dilma permanece com 49%. Como a margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, os candidatos estão tecnicamente empatados.

Os números apontam que o detalhamento pelo ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, de um suposto esquema de propinas em contratos da estatal que alimentaria a base governista, divulgado poucas horas antes da publicação da pesquisa anterior, não teve efeito sobre as preferências do eleitorado nesse levantamento. O Datafolha ouviu 9.081 eleitores em 366 municípios, ontem e anteontem.

Avaliação sobe para 40%

A pesquisa Datafolha mostrou que ainda que 40% dos eleitores consideram a administração do governo Dilma ‘boa ou ótima’, contra 39% do levantamento anterior. Para 38% o governo é regular (mesmo percentual) e para 21%, ruim ou péssimo, frente a 22% da pesquisa anterior. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01098/2014.

f
2

'Aonde É' denunciado pelo MP

Image-0-Artigo-1721608-1
Os detalhes da investigação foram apresentados, ontem, pelos promotores Ricardo Rocha, Luiz Alcântara, Marcus Amorim e Herton Cabral
FOTO: KIKO SILVA
Image-1-Artigo-1721608-1
O vereador 'AondeÉ' foi preso no último dia 26 e levado para a Delegacia de Capturas
FOTO: ÉRIKA FONSECA
O vereador Antônio Farias de Sousa, o 'Aonde É', e mais 14 pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público do Estado do Ceará (MP-CE) acusadas de cometerem os crimes de peculato, organização criminosa e lavagem de dinheiro. 'Aonde É' foi preso em flagrante, no último dia 26, sob acusação do crime de concussão por exigir de um assessor, sob ameaças, o valor de R$ 1,9 mil referente ao salário do funcionário.
As investigações envolvendo o vereador foram encerradas, e a denúncia foi entregue no Fórum Clóvis Beviláqua. Contudo, outros trabalhos continuam sendo realizados na Câmara dos vereadores de Fortaleza. Os detalhes da investigação foram apresentados, ontem, pelos promotores de Justiça Ricardo Rocha, Luiz Alcântara, Marcus Amorim e Herton Cabral, da Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública (Procap).
Fraudes
Segundo o promotor Marcus Amorim, "o vereador 'Aonde É' mantinha assessores fantasmas em seu gabinete. Ele e o chefe do gabinete, Claudemir da Silva Veras, possuíam cartões e senhas dos funcionários, que segundo as investigações, muitas vezes não sabiam nem onde fica a Câmara", disse. Amorim afirmou também que "dentre esses assessores, que nunca sequer pisaram no suposto local de trabalho, estavam parentes do chefe de gabinete, como a esposa, irmãos, primos, e até a sogra dele".
O rombo aos cofres públicos giraria em torno de R$ 800 mil, segundo os promotores. Para Amorim, a prisão de 'Aonde É' foi uma "progressão criminosa".
Em 8 de agosto, foram cumpridos mandados de busca e apreensão no gabinete e na residência do vereador. Segundo o MP, nos documentos há "provas de enriquecimento ilícito do parlamentar, que adquiriu dois veículos de luxo, terrenos em Caucaia e oito apartamentos de luxo na Beira-Mar, em Fortaleza, avaliados em R$ 2,5 milhões".
Sem os cartões e senhas apreendidos, os promotores alegam que o vereador "passou a pressionar e constranger o assessor, que procurou o MP e foi orientado a chamar a Polícia para o local do crime".
Lua de mel
Outra denúncia feita pelo MP aponta que a lua de mel do chefe do gabinete, que casou com uma das assessoras de 'Aonde É', foi paga com dinheiro oriundo da Verba de Desempenho Parlamentar (VDP).
"Dia 1º de Maio, Claudemir casou com Nataly Gomes Pereira Vieira, que também trabalhava no gabinete. Dia 5, foi autorizada pelo vereador a compra de passagens para Gramado, no Rio Grande do Sul. O casal viajou dia 7. Não havia evento algum que pudesse ser associado à função parlamentar ocorrendo naquela cidade. Temos provas de que eles passaram lua de mel paga com dinheiro público", denunciou o procurador. O MP entrará com representação na Câmara Municipal e solicitou sequestro dos bens móveis e imóveis do vereador, do chefe do gabinete e do ex-assessor jurídico, Francisco Auricélio Paiva. Além disso, os procuradores pedem o afastamento de 'Aonde É' e de Claudenir.
Defesa
O advogados Leandro Vasques, que defende o vereador, afirmou que "respeita a atuação do Ministério Público, mas reputa que toda a investigação conduzida pela Procap está eivada de uma incontornável nulidade".
Segundo a defesa, a Procap não possui atribuição para investigar o vereador pois a Procuradoria "somente haveria de atuar na hipótese de alguma autoridade com foro privilegiado figurar como potencial investigada".
A defesa alega que as investigações iniciaram em 2012, data posterior ao início do mandato eletivo do vereador.
Fonte: Diário

Camilo tem 53% e Eunício tem 47% dos votos válidos

A dez dias da definição, Camilo tem 53% e Eunício tem 47% dos votos válidos

Apesar do empate técnico, o Datafolha considera que há maior probabilidade de o petista estar na frente. Ainda há 9% dos eleitores sem saber em quem irão votar
A primeira pesquisaO POVO/Datafolha deste segundo turno da eleição para governador do Ceará mostra o candidato Camilo Santana (PT) com 45% das intenções de voto e Eunício Oliveira (PMDB) com 40%. Pelo resultado da sondagem, os dois estão tecnicamente empatados na disputa pelo Governo do Estado. Segundo o Datafolha, no entanto, há maior probabilidade de o petista estar na frente.

Faltando dez dias para o segundo turno, a pesquisa mostra que ainda há 9% de eleitores indecisos, percentual que poderá ser crucial na definição do resultado. Outros 6% afirmaram que irão anular o voto no próximo dia 26. Excluindo-se essa amostra de eleitores e considerando-se apenas os votos válidos, Camilo teria 53% das preferências, enquanto Eunício teria 47%. Esse é o procedimento adotado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição.

Na votação do primeiro turno, realizada no último dia 5 de outubro, Camilo ficou à frente de Eunício por diferença de 1,4 ponto percentual: 47,81% do petista contra 46,41% do peemedebista. O primeiro levantamento do Datafolha desde então foi realizado, ontem, com 1.293 eleitores em 52 municípios cearenses. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

Perfil do eleitor
Na estratificação do eleitorado, o Datafolha mostra que Camilo é o preferido entre os mais ricos, que têm renda mensal acima de dez salários mínimos: 48% desse público prefere o petista, enquanto 38% dizem votar no peemedebista. Na faixa de renda imediatamente abaixo dessa, referente aos que ganham de cinco a dez salários, é Eunício quem lidera, com 55% das intenções de voto, contra 34% de Camilo. Entre os mais pobres, com renda até dois salários mínimos, a diferença entre os dois candidatos é menor: 45% dizem preferir Camilo e 39% afirmam votar em Eunício.

Em relação à faixa etária, os jovens de 16 a 24 anos aparecem equilibradamente divididos: tanto o petista quanto o peemedebista marcam 42% das intenções de voto entre esse público. A maior diferença é registrada entre os eleitores entre 45 a 59 anos: desses, 50% disseram votar em Camilo, e 37% afirmam ter optado por Eunício. 

Metodologia
O Datafolha ouviu 1.293 pessoas em 52 municípios do Ceará. Todas as entrevistas foram feitas ontem, 15. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi contratada por O POVO, em parceria com Folha de S.Paulo.

O nível de confiança é de 95%. Isso quer dizer que, a cada 100 levantamentos com a mesma metodologia, 95 devem estar dentro da margem de erro. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral com os números CE-00032/2014 e BR-01098/2014.

 
Multimídia
Confira mais informações sobre a pesquisa e análises no blog Eleições 2014, no portal O POVO Onlineblog.opovo.com.br/eleicoes2014
Fonte: O POVO