Buscar

13 outubro 2014

Vox Populi - Dilma com 45% e Aécio 44%


Vox Populi mostra empate entre Dilma Rousseff e Aécio Neves

Com 45% da preferência, petista aparece numericamente à frente do tucano, que tem 44%
Considerando apenas votos válidos, Dilma aparece com 51%, enquanto o tucano tem 49%. Também há empate técnicoMontagem/R7
Pesquisa Vox Populi, encomendada pela TV Record, Record News e R7, indica que a presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, e o candidato Aécio Neves (PSDB) estão tecnicamente empatados na corrida ao Palácio do Planalto. A petista, porém, aparece um ponto percentual à frente do tucano, segundo o levantamento divulgado nesta segunda-feira (13).
Em relação às intenções de voto, Dilma Rousseff tem 45% e Aécio Neves aparece com 44%. Os brancos e nulos são 5% do total, enquanto que os eleitores indecisos também somam 5%. Como a margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, os dois candidatos estão empatados tecnicamente.
Considerando apenas os votos válidos, ou seja, sem as intenções votos em branco e nulo e os eleitores que não sabem em quem vão votar, outro empate técnico: Dilma aparece com 51% e Aécio totaliza 49%.
A pesquisa ouviu 2.000 eleitores em 147 cidades de todas as regiões do País entre o sábado (11) e domingo (12). A margem de erro do levantamento é de 2,2 pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número BR-01079/2014.

Votos por regiões
O levantamento do Vox Populi traz um recorte das intenções de voto pelas regiões do País. Aécio ganha no Sul e Sudeste, e Dilma vai melhor no Nordeste. No Centro-Oeste e Norte, os candidatos estão empatados.
No Sul, o tucano tem 55% da preferência, contra 33% de Dilma — brancos/nulos são 4% e eleitores indecisos, 7%. No Sudeste, Aécio tem 51%, contra 36% de Dilma — brancos/nulos somam 7%, e eleitores indecisos são 6%.
No Nordeste, Dilma tem 67% das intenções de voto, contra 26% do tucano. Os brancos e nulos na região são 4%, e os eleitores indecisos totalizam 3%. No Centro-Oeste e Norte, ambos os candidatos têm 45% das intenções de voto cada — brancos e nulos são 4%, e indecisos somam 6%.
Desempenho da presidente
O Vox Populi também quis saber a avaliação que os eleitores fazem da presidente Dilma Rousseff (PT). A avaliação positiva da petista chegou a 40% do total. Outros 37% consideram a presidente “regular” e, por fim, 22% fizeram avaliação negativa de Dilma e 1% não opinou.

Rede Sustentabilidade decide apoiar Camilo

Base de Marina racha no Ceará: PSB fica com Eunício e Rede com Camilo

Com isso, o petista ganhará adesão de dois articuladores da campanha de Marina no Ceará. Anúncio oficial é na noite desta segunda
Principais núcleos de apoio a Marina Silva (PSB)no Ceará, o PSB e o Rede Sustentabilidade tomarão rumos diferentes no 2º turno da disputa estadual. Após Eliane Novais (PSB) e seu partidoanunciarem adesão a Eunício Oliveira (PMDB), oRede Sustentabilidade anuncia nesta segunda, 13, que apoiará Camilo Santana (PT).

Com isso, o petista ganhará adesão de um dos principais articuladores da campanha de Marina no Ceará, Antônio Ortiz. Ele participa de reunião com Camilo na noite desta segunda. O anúncio foi confirmado pelo próprio Ortiz.
Apesar da confirmação, outro dos coordenadores do Rede no Ceará, Ricardo Alcântara, negou a adesão. Segundo Alcântara, a direção do grupo no Ceará não apoiará nenhum dos candidatos no 2º turno. Ele afirma que a fala de Ortiz seguiria apenas seu posicionamento pessoal.
No primeiro turno da disputa presidencial no Estado, Marina Silva ficou em 3º lugar, apenas 38,6 mil votos atrás de Aécio Neves (PSDB). Principal votação dela ocorreu em Fortaleza, onde a ambientalista acabou em 2º lugar, vencendo o presidenciável tucano.
No último domingo, Eliane Novais – 3ª colocada na disputa estadual – anunciou que apoiará Eunício Oliveira no segundo turno. A ex-candidata afirma que a adesão ocorre após o peemedebista se comprometer a “abraçar” conteúdo programático de sua campanha, sem qualquer acordo visando partilha de cargos.

Mais um ministro vem ao Ceará para reforçar campanha de Dilma

PLENÁRIA DO PT
Mais um ministro vem ao Ceará para reforçar campanha de Dilma

O diretório cearense do PT realiza nesta segunda-feira (13), a partir das 14 horas, uma plenária com a presença de todos os prefeitos, vice-prefeitos, deputados, vereadores, presidentes de diretórios municipais e demais lideranças partidárias para discutir, juntamente com o ministro da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas, os próximos rumos da campanha de Dilma Rousseff à Presidência e de Camilo Santana ao Governo do Estado. O evento acontece no Marina Park Hotel, em Fortaleza.

A atividade faz parte de uma série de ações planejadas pela Executiva local do Partido dos Trabalhadores. “Vamos consolidar a verdadeira revolução operada pelos governos do Partido dos Trabalhadores na erradicação da pobreza e da miséria, um dos pontos que diferencia o nosso projeto político daquele defendido pela oposição e pela direita neste país”, afirma o presidente do PT no Ceará, Francisco de Assis Diniz.


No último sábado (11), os ministros do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, e das Relações Institucionais, Ricardo Berzoine, participaram de um evento das campanha petistas na Praça do Ferreira, no Centro de Fortaleza.


Fonte: http://www.cearanews7.com.br/ver-noticia.asp?cod=21056

PSC adere à candidatura de Camilo Santana

ARTICULAÇÕES
PSC adere à candidatura de Camilo Santana
Em coletiva realizada na manhã desta segunda-feira (13) , no Comitê Central da coligação "Para o Ceará seguir mudando", o presidente regional do Partido Social Cristão (PSC), Wellington Saboya, anunciou adesão à candidatura de Camilo Santana ao governo do Estado. Ao lado do vereador e presidente da Executiva Municipal, Benigno Júnior, do deputado estadual eleito Bruno Pedrosa e grande parte dos dirigentes do partido, Saboya decretou a mudança. Também presentes os deputados Wanderlei Pedrosa (PTB), Osmar Baquit (PSD) e Zezinho Albuquerque (PROS).

Wellington Saboya afirmou que a relevância do apoio se baseia na atração de votos na capital. “Nós não temos como trazer o tempo, televisão. Mas nós temos como trazer algo muito importante, que são os votos. O PSC vem contribuir aqui com o Camilo. O PSC tem uma força muito grande na Capital, visto que foi o partido mais votado nas eleições municipais”, destacou.

O presidente do PSC comentou que sua intenção de apoio ao Camilo vem desde o primeiro turno. “Nós tínhamos uma decisão da Executiva Nacional, onde deveríamos apoiar o senador Eunício Oliveira. Por uma questão de fidelidade, respeito e hierarquia ao nosso presidente, Pastor Everaldo, nós votamos e pedimos voto para o outro candidato. Mas, a partir do segundo turno, o Pastor Everaldo nos ligou, dando o livre arbítrio para decidirmos de que lado queríamos ficar no segundo turno. O meu coração pedia uma coisa (Camilo), mas a razão mandava outra (Eunício). Então agora, já que a razão me permite, eu vou seguir meu coração”, defendeu Saboya. E completou: “O Camilo vai ter, no PSC, um grande aliado para o segundo turno”.

Camilo ainda expôs sua visão sobre a adesão do PSC. “Para nós, a vinda do PSC é fundamental, que vem agregar, pela qualidade do seu quadro, da sua bancada. Portanto, vem somar para esse segundo turno para que, se Deus quiser e o povo do Ceará nos der essa oportunidade, a gente possa garantir a vitória e para que não haja descontinuidade, retrocesso e riscos para a população do Ceará. O PSC será importante não só nesse momento, mas na ajuda da construção do governo”, afirmou Camilo.

O candidato reafirmou, ainda, que a sua principal tarefa no segundo turno é unir as famílias e garantir que o projeto que está em curso e vem mudando o Ceará tenha continuidade. ”Volto a repetir o que disse no meu discurso no final do primeiro turno, que a minha tarefa é garantir a continuidade do projeto que vem mudando a vida de muitos cearenses; que bateu recorde de empregos; que trouxe a construção da Siderúrgica, que vai proporcionar emprego e mudar o perfil econômico do Estado; que nunca investiu tanto na área da Educação", arrematou.

* Com informações da coligação "Para o Ceará Seguir Mudando"


Fonte:  http://www.cearanews7.com.br/ver-noticia.asp?cod=21064

Ibope e Datafolha divulgarão pesquisa sobre a disputa estadual do Ceará nesta semana


“Os Institutos Ibope e Datafolha já registraram junto ao Tribunal Superior Eleitoral, conforme prevê a legislação em vigor, a realização de novas pesquisas. As sondagens dizem respeito a intenção de voto para os candidatos que disputam o segundo turno das eleições para o governo do Ceará e para a Presidência da República nas eleições de 2014.
Os resultados podem ser divulgados nos dias: 15 de outubro, quarta-feira (Datafolha) e 16 de outubro, quinta-feira (Ibope).
Ibope
O Ibope foi contratado pela TV Verdes Mares. A pesquisa foi registrada na Justiça eleitoral, com o número 00033/2014, no último dia 11 de outubro e tem autorização para ter o resultado divulgado a partir do dia 16 de outubro. Os pesquisadores vão ouvir 1.204 eleitores entre os dias 11 e 16 de outubro. A margem de erro máxima prevista para o total da amostra é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos, considerando um nível de confiança de 95%.
Datafolha
Já o Datafolha foi encomenda pelo jornal O Povo no dia 10 de outubro. Os pesquisadores estarão em campo no dia 15 de outubro para ouvir 1.296 eleitores. A pesquisa tem sua divulgação autorizada a partir do mesmo dia, 15 de outubro, quarta-feira. O levantamento foi registrado junto à Justiça Eleitoral com número 00032/2014. A margem de erro máxima prevista para o total da amostra é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos, considerando um nível de confiança de 95%.”
(Blog Política com K)

Cid Gomes poderá ser ministro da Educação em segundo governo Dilma


Diante da dificuldade em firmar acordos nos estados e, agora, dos sinais de que não deve ter sua cota engordada na reforma ministerial, surgem notícias de ameaças do PMDB de deixar o palanque de Dilma Rousseff (PT). 

O partido está mesmo muito incomodado e precisará ser afagado, mas a forma como a sucessão presidencial transcorre não favorece a pressão peemedebista, com todo jeito de blefe. Com Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB) sem decolar, o mercado eleitoral não dá muitas opções concretas ao pragmatismo do PMDB. A força que Dilma tem demonstrado nas pesquisas e a falta de vigor, até aqui pelo menos, dos adversários fragilizam a capacidade de pressão do principal aliado. Isso interfere, inclusive, no Ceará, onde Eunício Oliveira deseja a todo custo o apoio do PT. 


Vale ressaltar que, embora inestimável para a governabilidade nas últimas duas décadas, o partido não tem sido assim tão crucial nas eleições e, sobretudo, reeleições. Tanto Fernando Henrique Cardoso (PSDB) quanto Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foram eleitos e reeleitos sem o PMDB, oficialmente, em seus palanques. 


Se depender da vontade de Alexandre Padilha, seu substituto no Ministério da Saúde será um cearense. Mas não Ciro Gomes (Pros). O ministro confirmou que deixa o cargo ainda neste mês para cuidar da campanha a governador de São Paulo. Ele e sua equipe trabalham para emplacar como substituto o atual secretário de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde da pasta, Mozart Sales. 


Nascido em Fortaleza, ele é filiado ao PT e tem trajetória profissional e política em Pernambuco. Formou-se pela Faculdade de Ciências Médicas da Universidade de Pernambuco, foi diretor do Sindicato dos Médicos daquele estado, foi vereador em Recife e concorreu a deputado estadual em 2006. Não foi eleito, mas exerceu mandato como suplente. É considerado um dos idealizadores do Mais Médicos. Mas, além da sombra de Ciro, enfrenta concorrência de outros nomes da própria pasta. 


Segundo a coluna do jornalista Ilimar Franco, no jornal O Globo, a indicação de Ciro para a saúde já fez água mesmo, mas haveria boas possibilidades de seu irmão, Cid Gomes, virar ministro da Educação em 2015, no caso de reeleição de Dilma Rousseff (PT). Pode até ser. Mas a presidente precisa se preocupar antes em vencer a eleição, antes de montar a equipe de um mandato que não sabe se vai existir. Pode até haver conversa, mas é praticamente impossível que esse tipo de coisa esteja minimamente encaminhado antes da eleição e dos acertos anteriores e posteriores.


Fonte: O POVO online


Presidente do PSB anuncia apoio a Dilma


Presidente nacional e um dos fundadores do PSB, partido de Eduardo Campos que abrigou a candidatura de Marina Silva, Roberto Amaral veio a público fazer duras críticas à posição de lideranças do partido que decidiram aliar-se à candidatura de Aécio Neves, "jogando no lixo" a história e o legado do partido. "Ao aliar-se à candidatura Aécio Neves, o PSB traiu a luta de Eduardo Campos", criticou. Clique aqui para ler na íntegra a "Mensagem aos militantes do PSB e ao povo brasileiro"

Amaral, maior liderança do partido hoje, une-se assim às lideranças do PSB, por todo o Brasil que mobilizam-se para distanciar-se da candidatura de Aécio Neves. A deputada federal Luiza Erundina (PSB), que foi coordenadora da campanha de Marina no primeiro turno, deixou clara a insatisfação com algumas declarações de seu partido, oriundas da crise que, segunda ela, divide a legenda. "É vexatório declarar voto para uma candidatura conservadora", afirmou.

Por isso, muitas outras lideranças do partido concordam com ela e, por todo o Brasil, fazem questão de expressar seu apoio à candidatura de Dilma. Nesta sexta (10), foi a vez do PSB da Bahia anunciar seu apoio conjunto a Dilma. O mesmo já tinha acontecido com o PSB do Rio de Janeiro. No Rio Grande do Sul, estado do vice de Marina Beto Albuquerque, também houve debandada. O presidente do PSB no Amapá, senador João Capiberibe, contrariou a executiva nacional e votou a favor da aliança com Dilma. Na Paraíba, o governador Ricardo Coutinho (PSB), que disputa o segundo turno no Estado, também fez questão de subir ao palanque de Dilma e apoiar a reeleição da presidenta.

Marília Arraes, prima de Eduardo Campos e vereadora pelo PSB em Recife, também está com Dilma neste segundo turno. Em um post no Facebook, ela relembrou o histórico de esquerda e de lutas sociais do seu partido e do seu avô, o ex-governador Miguel Arraes. Clique AQUI para ler. Aliás, dez dos 13 governadores escolhidos pelo povo em primeiro turno também estão com Dilma. Assista aqui ao vídeo de apoio gravado por eles.

Confira os depoimentos:
Fátima Bezerra (PT), senadora eleita pelo Rio Grande do Norte, é Dilma 13!
Suely Campos (PP), candidata a governadora, chama Roraima para votar Dilma 13 no dia 26!
Telmário Mota, senador do PT eleito por Roraima, manifesta seu apoio a Dilma!


Marcelo Miranda (PMDB), governador eleito do Tocantins, apoia Dilma 13!
Tião Viana, candidato à reeleição no Acre, é Dilma 13!
Fernando Pimentel, do PT, foi eleito governador no 1º em Minas Gerais. É a terra natal de Dilma apoiando a reeleição de nossa presidenta:
Paulo Rocha (PT), senador eleito, chama o Pará para ser Dilma 13 no próximo dia 26!
Raimundo Colombo (PSD), governador eleito de Santa Catarina, apoia Dilma 13. 
Iris Rezende (PMDB), candidato a governador de Goiás, é Dilma 13!
Jacques Wagner, governador da Bahia, ajudou a eleger Rui Costa na Bahia no primeiro turno e está com Dilma 13!
Elmano Ferrer, senador eleito do Piauí, está com Dilma:
 
Wellington Fagundes, senador do Mato Grosso, também está com Dilma: 
Renan Filho, governador de Alagoas, também apoia Dilma Rousseff:

O senador Alcir Gurgacz, de Rondônia, também apóia Dilma:
Rui Costa, governador eleito da Bahia, também veio demonstrar apoio à Dilma Rousseff:
Delcídio Amaral, candidato a governador no Mato Grosso do Sul, está com Dilma:

PSC do “Safadão” troca Eunício por Camilo


O PSC vai aderir à candidatura de Camilo Santana, postulante ao Governo pelo PT. O ato ocorrerá às 11 horas desta segunda-feira, na sede do comitê central do petista.
No primeiro turno destas eleições, o PSC apoiou o senador Eunício Oliveira, candidato a governador pelo PMDB.
O vereador Wellington Saboya, presidente regional do partido, dará coletiva na ocasião para explicar os motivos da mudança.

Modelo Cybelle Alves é destaque da coluna ZOEIRA do Diário do Nordeste

A Miss Aracoiaba 2013 Cybelle Alves no clima tropical de Fortaleza. A modelo está ganhando as passarelas e preferências de estilistas, revistas, lojas, empresas e em geral com essa elegância, beleza e uma excelente desenvoltura ao desfilar, assim sendo destaque de 2014 , de Aracoiaba para o Brasil! Sigam e acompanhem esse fruto de Aracoiaba! - Cybelle Alves
Em tempos de primavera e aproveitando nosso clima tropical, flores e frutas surgem como tendência de moda em estampas coloridas e modelagens soltinhas. Essa e outras apostas serão apresentadas no Pollo Fashion Week, em Fortaleza
Fotos: Helosa Araújo; Modelo: Cybelli Alves (casting Franklei Tavares); Agradecimento: Ana Fashion, Maria Magrela, Chica Palito, Zezu's - Participantes do Pollo fashion Week; Mercado São Sebastião


Image-0-Artigo-1713932-1
Image-2-Artigo-1713932-1
Image-3-Artigo-1713932-1
No clima tropical de Fortaleza
Em tempos de primavera e aproveitando nosso clima tropical, flores e frutas surgem como tendência de moda em estampas coloridas e modelagens soltinhas. Essa e outras apostas serão apresentadas no Pollo Fashion Week, em Fortaleza
As semanas de moda internacionais antecipam as tendências de cada temporada. Entre cores, modelagens e tecidos, as apostas vão sendo apresentadas e interpretadas pelo mercado. E essa semana, em Fortaleza, a moda mais democrática será apresentada no Pollo Fashion Week, na Praça da Sé do Centro da cidade.
Reunindo lojistas e marcas da Rua José Avelino e entorno da Sé, o evento apresentará propostas para se vestir com estilo gastando pouco. O PFW promove ainda a discussão da moda como fator relevante para o desenvolvimento da economia e da cultura do Ceará, uma vez que a José Avelino é um dos principais polos têxteis brasileiros.
Tropicalismo
Entre as peças que serão apresentadas no evento, a tendência de cores e estampas tropicais predominam, em conexão com as apostas para compor o guarda-roupa do verão 2015.
Peças inspiradas na fauna e flora brasileira, com cores muito alegres e mix de estampas compõem looks frescos e tropicais, que transparecem o lifestyle brasileiro.
Para entrar total no clima, o Mercado São Sebastião, um tradicional centro comercial de Fortaleza surge como cenário. Em meio a frutas tipicamente cearenses, tal qual o caju, além de flores da estação, looks com mistura de estampas e tons vivos inspiram um passeio descontraído para descobrir as delícias do centro da capital cearense.
Ao lado: O mix da estampa tropical com animal print inspira uma produção ousada e chique Vestido: Ana Fashion; Colar usado como acessório de cabeça: acervo
As cores intensas também entram na tendência, em misturas divertidas Short: Zezu's; T-shirt: Chica Palito; Óculos e colete: acervo Entre as frutas tropicais, o caju é "coisa nossa".
O macaquinho com elementos da natureza entra no clima Macaquinho: Chica palito acessório de cabeça: acervo Pollo Fashion week 15 a 19 de outubro, na Praça da Sé (Centro de Fortaleza). Gratuito e aberto ao público. (3034.2265)
O combo listras com estampas costuma ser infalível e com os prints tropicais ele se mostra perfeito, em uma produção com toque navy Saia: Maria Magrella; Camiseta, colar e lenço: acervo

Fotos: Helosa Araújo; Modelo: Cybelli Alves (casting Franklei Tavares); Agradecimento: Ana Fashion, Maria Magrela, Chica Palito, Zezu's - Participantes do Pollo fashion Week; Mercado São Sebastião 
Fonte: Diário do Nordeste

Teste de Fidelidade - 12/10/2014 - HD - Completo


Municípios têm até dezembro para assumir iluminação pública

As prefeituras de 1.809 municípios do país têm até o fim do ano para assumir a manutenção da infraestrutura de iluminação pública de suas cidades, que atualmente está sob responsabilidade das distribuidoras de energia. A medida da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) tem como objetivo atender a uma previsão constitucional, que determina que a iluminação pública é de responsabilidade municipal.
Segundo a Aneel, 3.755 cidades já assumiram os ativos de iluminação pública. Alguns estados, no entanto, como São Paulo, Pernambuco, Ceará, Amapá, Paraná e Roraima enfrentam dificuldades na transferência. Em Minas Gerais, por exemplo, dos 853 municípios apenas 19 assumiram. O prazo para a transferência já foi prorrogado duas vezes pela Aneel.
O superintendente de Regulação de Serviços Comerciais da agência, Marcos Bragatto, diz que o dia 31 de dezembro é o prazo final, e não há disposição da Aneel em prorrogar novamente. “Isso tem sido alertado aos municípios em todos os encontros, fóruns, em todas as oportunidades temos sempre insistido nessa questão: que o prazo é improrrogável”, garante. Ele explica que, a partir de 1º janeiro de 2015, as distribuidoras não têm mais a prerrogativa de operar e manter o sistema de iluminação pública.
Para custear a manutenção dos ativos, que inclui luminárias, lâmpadas, relés e reatores, as prefeituras poderão instituir a Contribuição de Iluminação Pública (CIP) que, por sua vez, pode ser arrecadada por meio da fatura de energia elétrica. Para os municípios que não criaram ou que não vão criar a CIP por decisão local, há a opção de arrecadar os recursos pelo Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Os postes de luz continuarão sendo administrados pelas distribuidoras de energia.
Segundo o presidente da Confederação Nacional dos Municípios, Paulo Ziulkoski, o impacto da medida vai depender do tamanho e da realidade de cada município. “Sempre procuramos mostrar para a Aneel a dificuldade de esses municípios assumirem [a iluminação]. Isso vai acarretar um ônus a mais para as prefeituras e necessariamente vai ter que ser repassado para a CIP e, em última instância, acredito que o próprio cidadão terá que pagar”, avalia.
Para ele, a situação pior está em São Paulo e em Minas Gerais, onde há um maior número de municípios que ainda não assumiram os ativos. Ziulkoski estima que muitas cidades não vão conseguir cumprir o prazo, e que a entidade busca um novo adiamento. “Mas de uma forma ou de outra elas vão ter que assumir, está na resolução”, disse.
Fonte: Agência Brasil.

Camilo e Izolda participam de megacarreata pelas ruas de Fortaleza

12.10 - carreata Vila Velha“Em todos os lugares estamos sendo recebidos com uma energia muito positiva, com muito carinho. Só tenho a agradecer aos fortalezenses pela receptividade”, assim agradeceu o candidato ao Governo do Estado pela coligação “Para o Ceará seguir mudando”, Camilo Santana, aos que compareceram à megacarreata realizada na manhã deste domingo (12/10) em Fortaleza. Milhares de veículos – entre carros e motos – acompanharam a ação, que teve mais de 20 quilômetros e começou na esquina das avenidas Coronel Carvalho e Independência, no Vila Velha, e terminou no Jardim Iracema.
Também esteve presente ao lado de Camilo a candidata à vice-governadora, Izolda Cela, e os prefeitos de Fortaleza, Roberto Cláudio, e de Sobral, Veveu Arruda, além de deputados, vereadores e outras lideranças políticas do Ceará. Camilo Santana ressaltou a importância de manter uma campanha propositiva também neste segundo turno. “Vamos continuar com a mesma postura que tivemos no primeiro turno, de apresentar ao povo cearense as propostas. Isso é o que interessa de verdade”, afirmou.
Festa das crianças
No Dia das Crianças, a carreata proporcionou alegria a centenas de meninos e meninas que acompanharam a passagem da comitiva pelas ruas da Capital. Até o palhaço ‘Chokito’ compareceu à festa. “Hoje a felicidade tomou conta da criançada. Como palhaço, sinto-me gratificado por ver no Dia das Crianças o futuro governador do Ceará trazer essa animação e alegria para nossa gente”, afirmou Xavier da Silva, comediante que dá vida ao Palhaço Chokito.
Com informações da Assessoria de Comunicação da Coligação “Para o Ceará seguir mudando”.

Vereadores de Fortaleza fazem vaquinha para soltar ‘Aonde É’

OUÇA A ENTREVISTA
Vereadores de Fortaleza fazem vaquinha para soltar ‘Aonde É’
Sob o silêncio da Câmara Municipal, o Ministério Público pedirá a cassação do mandato do vereador preso em flagrante. Outros também são investigados.

Aonde É (PTC), vereador de Fortaleza. 
Um grupo de vereadores de Fortaleza está se organizando para arrecadar o dinheiro necessário para a defesa do companheiro de plenário Antônio Farias de Sousa, mais conhecido como "Aonde É" (PTC), que está preso desde o dia 26 de setembro, após ter sido flagrando coagindo um de seus assessores para que ele repassasse o salário recebido pela Câmara Municipal.

Atualmente, "Aonde É" está detido na Delegacia de Capturas, onde aguarda o julgamento pelo crime de Concussão, por tentar se beneficiar financeiramente do cargo ao extorquir o servidor. Mesmo atrás das grades, o vereador parece não ter abandonado a hábito e agora estaria ameaçando colegas parlamentares para que os mesmos intervenham pela sua soltura junto ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília. Caso contrário, ele passará a denunciar irregularidades em outros gabinetes da Câmara de Fortaleza.

Pressionados, os vereadores estariam prestes a contratar o advogado responsável pela apelação no órgão superior, já que o desembargador Luiz Evaldo Gonçalves Leite, do Tribunal de Justiça do Ceará (TJ/CE), negou o pedido de habeas corpus para "Aonde É".

DENÚNCIA FORMAL
O promotor da Procuradora de Crimes Contra a Administração Pública (Procap), Ricardo Rocha, deve apresentar a denúncia crime contra “Aonde É” já na próxima semana. No mesmo momento, o Ministério Público acionará a Câmara Municipal de Fortaleza, que até então não se pronunciou oficialmente sobre a prisão, para que o vereador seja processado por quebra de decoro parlamentar, o que poderá levar à cassação de seu mandato.

Em entrevista ao Ceará News 7, o promotor esclareceu que outros vereadores também estão sendo investigados por suspeita de uso indevido de verbas de desempenho parlamentar. Segundo Ricardo Rocha, os inquéritos foram abertos ainda em 2009, quando houve a denúncia de um esquema de mensalão entre a Prefeitura de Fortaleza, sob o comando de Luizianne Lins, e vereadores da base aliada. Em troca do apoio, o Executivo beneficiaria financeiramente entidades ligadas aos membros do Legislativo.

Com a auditoria das contas da Câmara foi identificada a inobservância legal sobre a aplicação do dinheiro público, que estaria sendo usado até no pagamento de funcionários fantasmas. Desde então, as gastos de todos os gabinetes passaram a ser inspecionados.


Fonte: VEJA

Em Minas, Dilma promete ampliar atendimento com médicos especialistas

DIÁRIO DO CANDIDATO
Em Minas, Dilma promete ampliar atendimento com médicos especialistas


A candidata do PT à reeleição, Dilma Rousseff, fez campanha hoje (11) em Contagem (MG), na região metropolitana de Belo Horizonte, onde defendeu os programas de saúde de seu governo e prometeu novas medidas para o setor, como a ampliação no atendimento com médicos especialistas  no caso de um eventual segundo mandato. Entre as ações de seu governo para a saúde, Dilma listou os programas Mais Médicos e Aqui Tem Farmácia Popular, de distribuição gratuita de medicamentos para doenças como diabetes e hipertensão.


“Tínhamos o desafio de resolver um problema urgente, que era a falta de médicos para a população brasileira. Contratamos mais de 14 mil médicos, o que significa cobertura no Atendimento Básico de Saúde para 50 milhões de pessoas que estavam sem atendimento”, disse a candidata, segundo informações de sua assessoria.


Para um novo governo, caso seja reeleita, Dilma prometeu criar um programa para ampliar o atendimento com médicos especialistas, já batizado de Mais Especialidades. “Com atenção básica, resolvemos 80% dos problemas de saúde de uma população. O Mais Especialidades vai criar uma rede de atendimento a especialidades, combinando as estruturas do setor público com consultórios, clínicas e laboratório privados e filantrópicos”.


A candidata do PT voltou a falar de combate à corrupção e a criticar a divulgação de depoimentos de investigados na Operação Lava Jato, da Polícia Federal, durante o período eleitoral. “Qualquer denúncia tem que ser apurada, doa a quem doer. Ninguém está livre de ser investigado, ao contrário do que acontecia antes”, disse. “As pessoas têm que responder pelo que fazem, pertençam a que partido for. Vazamento seletivo durante campanha tem característica eleitoreira”.


Depois de Minas Gerais, Dilma deve continuar o roteiro de viagens do segundo turno por São Paulo, estado considerado fundamental por sua campanha, onde perdeu para Aécio Neves por uma diferença de cerca de 4 milhões de votos no primeiro turno.
* Com informações da Agência Brasil


Fonte: http://www.cearanews7.com.br/ver-noticia.asp?cod=21040

Drauzio Varella fala sobre o risco de epidemia do ebola no Brasil

Drauzio Varella fala sobre o risco de epidemia do ebola no Brasil

Drauzio conversou com médicos sobre os cuidados para isolar casos suspeitos e mostrou detalhes da roupa utilizada para cuidar dos pacientes.


O ebola é uma ameaça para o Brasil? Nós estamos preparados para receber pacientes com ebola? Quem vai responder é o doutor Drauzio Varella.
Os vírus viajam pelo interior de corpos humanos desde os primórdios da humanidade. Agora eles o fazem em aviões a jato. Não estamos livres de um doente com ebola desembarcar em algum aeroporto, mas causar uma epidemia em que uma pessoa transmita um vírus para outra, fora de controle, é altamente improvável no Brasil. O doutor Drauzio Varella acha que não acontecerá. Mas o país precisa estar preparado.
“Nós recebemos, em média, 16 voos da África por dia, e as tripulações elas estão sendo treinadas. Obviamente há um alerta nos aeroportos e portos por conta da chegada, são dois navios por semana e 16 voos por dia. Nós estamos atentos”, diz o secretário estadual da saúde de SP, David Uip.
A principal medida é isolar o caso suspeito assim que surgir febre ou outros sintomas, isso pode acontecer ainda no avião.
Jorge Ribera, médico: Se é uma pessoa que consegue andar, consegue se levantar, ou seja, um caso inicial, a gente vai primeiro verificar os sinais vitais dele, qual a situação dele, e a partir desse momento a gente vai vesti-lo com uma vestimenta igual a nossa. Com os cuidados de que, de principalmente ele não estar disseminando esse vírus durante esse translado.
Centros de referência para tratar paciente com ebola no Brasil
Há dois centros de referência para tratar um paciente com ebola que chegue ao Brasil, e é para um desses locais que ele será encaminhado. A Fiocruz, no Rio de Janeiro, e, em São Paulo, o Hospital Emilio Ribas, onde o Fantástico foi para mostrar a estrutura que foi montada.
Drauzio Varella: Precisa de tudo isso? Precisa ser na terapia intensiva?
Luis Carlos Pereira Júnior, diretor do hospital Emilio Ribas: Nem todos os casos vão precisar, obviamente de cada dois, um paciente sobrevive, então nem todos os casos vão precisar dessa infraestrutura toda. Se isso acontecer, o paciente felizmente evoluir para uma melhora, esse paciente pode ir para um quarto comum e manter o seu isolamento.
A doença causada pelo ebola surge de repente, três a 21 dias depois do contágio. De cara, um febrão acima de 38,6°C, dores pelo corpo, falta de apetite, fraqueza. Sintomas que são muito comuns em outras doenças infecciosas. Em seguida, cólicas abdominais, vómitos, náuseas e diarreia. Depois, as hemorragias. A partir do sexto dia começam a melhorar aqueles que ficarão curados.
Vírus só é transmitido na fase em que os sintomas estão presentes

O mais importante de tudo, o vírus só é transmitido na fase em que os sintomas estão presentes, e isso não acontece pelo ar. Para ser infectada, uma pessoa precisa ter contato com alguma secreção do doente: saliva, urina, fezes e vômito.
Drauzio Varella: As imagens que a gente vê das pessoas que cuidam de doentes com ebola, têm aquela paramentação toda: óculos, todos cobertos. Descreva a roupa que é utilizada.
Luis Carlos Pereira Júnior: O que o Marcos está usando é uma roupa combinada. Dupla camada, que nós chamamos. Que começa com um macacão impermeável de corpo inteiro. Por cima, vai uma bota também impermeável e uma luva. Ainda temos um óculos, uma máscara e por cima um visor. E um segundo par de luvas e um segundo par de botas.
Drauzio Varella: O Marcos colocou a roupa toda e fez o trabalho dele de enfermagem. E agora? Como ele tira essa roupa?
Luis Carlos Pereira Júnior: Essa é a etapa mais crítica do procedimento. Deve levar pelo menos uns 20 minutos para acontecer. Então ele tem que tirar primeiro o macacão, ele retira o macacão enrolando o macacão, de uma forma que a parte interna fique escondida. Nessa retirada ele pode acabar se contaminando.

Drauzio Varella não acredita que o ebola poderá provocar epidemia no Brasil

Jorge Ribera, médico: 
Que é o que existe de, parece que a enfermeira espanhola foi nesse momento que ela se contaminou. A gente tem que girar o botão e entender que agora nós temos que cuidar é de nós. Já entregamos o paciente e vamos retirar e descontaminar as coisas com o maior cuidado.
Drauzio Varella: Você tem medo?
Jorge Ribera, médico: Eu tenho. Mas eu tenho que me precaver. A gente exagera para diminuir os riscos.
O doutor Drauzio Varella não acredita que o ebola poderá provocar uma epidemia no Brasil. se transformar em uma epidemia no Brasil, mas os serviços de saúde no Brasil precisam estar atentos para identificar os casos suspeitos e as pessoas que tiveram contato com eles.
Fonte: G1

Resultado do 2º exame do suspeito de ter ebola sai nesta segunda-feira

Resultado do 2º exame do suspeito de ter ebola sai nesta segunda-feira

Souleymane Bah está isolado na Fiocruz desde sexta-feira (10). Ministro da Saúde diz que Brasil tem pouca chance de transmissão da doença.


O resultado do segundo exame do paciente com suspeita de ter ebola e que está internado há três dias na Fundação Oswaldo Cruz, no Rio, deve sair nesta segunda-feira (13). O primeiro teste deu negativo, mas o africano Souleymane Bah continua em área isolada. As informações são do Bom Dia Rio.
A segunda amostra de sangue de Souleymane Bah foi coletada no fim da manhã de domingo. O material será analisado pelo Instituto Evandro Chagas, no Pará, que é referência internacional para o diagnóstico da doença. O resultado deve sair até o fim da noite desta segunda-feira. Se der negativo, o africano receberá alta e 64 pessoas que tiveram contato com ele deixarão de ser acompanhadas.
A área onde está o paciente continua isolada na Fiocruz. Ele passou o domingo bem, se alimentando normalmente e não teve febre. Desde que procurou atendimento médico, na última quinta-feira, o africano não apresentou mais nenhum sintoma da doença.
De acordo com o protocolo internacional, são necessárias duas análises para eliminar todas as possibilidades de contágio pelo ebola O primeiro exame, colhido na sexta-feira (10), deu negativo para a infecção do vírus.
Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil continua sendo um país com pouca chance de transmissão da doença.
“É possível que apareçam outros casos suspeitos, mas a gente continua trabalhando de forma muito objetiva, de que nós não teremos um número de casos em dimensões epidêmicas, explosiva, incontrolável, não é essa a realidade que se apresenta para a situação sanitária e epidemiológica do Brasil”, disse o ministro da Saúde Arthur Chioro.
Especialistas descartam o risco de uma epidemia de ebola no Brasil. “Não existe risco da doença trazida para o Brasil se tornar endêmica, porque a princípio nós não temos os animais hospedeiros dessa doença, então o risco aqui é de contato homem e homem. O que pode ser feito é a interrupção dessa cadeira de transmissão, como foi feito”, afirmou a infectologista da Fiocruz, Otília Lupi.
Fonte: G1