Buscar

24 setembro 2014

Eunício (PMDB) tem 43% e Camilo (PT), 38%, aponta Ibope

Eunício (PMDB) tem 43% e Camilo (PT), 38%, aponta Ibope

Instituto entrevistou 1,2 mil eleitores entre os dias 21 e 23 de setembro.
A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.


Pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (24) aponta para os seguintes percentuais de intenção de voto na corrida para o governo do Ceará:
Eunício Oliveira (PMDB) - 43%
Camilo Santana (PT) - 38%
Eliane Novais (PSB) - 3%
Ailton Lopes (Psol) - 1%
- Brancos/nulos - 7%
- Não sabe - 8%
Segundo o Ibope, Eunício Oliveira e Camilo Santana estão 'tecnicamente empatados'. Sobre a eleição ser decidida no primeiro turno, o Ibope informou que Eunício tem 'um ponto percentual a mais' que a soma dos demais candidatos. Segundo o Ibope, considerando a margem de erro, 'não é possível afirmar' se haverá ou não segundo turno. No levantamento anterior, realizado pelo instituto entre 30 de agosto e 2 de setembro, Eunício Oliveira tinha 42%, seguido por Camilo Santana (34%).
A pesquisa foi encomendada pela TV Verdes Mares.
O levantamento foi realizado entre os dias 21 e 23 de setembro. Foram entrevistados 1.204 eleitores em 61 cidades. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de três pontos percentuais prevista.
A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) sob o número CE-00024/2014 e no Superior Tribunal Eleitoral sob o número 764/2014.
Pesquisa espontânea
Na parte da pesquisa em que os entrevistados do Ibope perguntaram ao eleitor em quem votará (sem apresentar a ele a relação de candidatos), 26% mencionaram Eunício Oliveira.  Veja abaixo:

Eunício Oliveira - 26%
Camilo Santana - 24%
Eliane Novais - 1%
Ailton Lopes - 0%

Segundo turno
O Ibope fez uma simulação de segundo turno entre Eunício Oliveira e Camilo Santana. Os resultados são os seguintes:
Eunício Oliveira - 46%
Camilo Santana - 40%
Brancos/nulos - 6%
Não sabe - 8%
Rejeição
O Ibope também apontou a rejeição dos candidatos. A maiores rejeições são dos candidatos Ailton Lopes e Eliane Novais, que têm 37%. Na sequência aparecem Camilo Santana (23%) e Eunício Oliveira (19%).

Dilma amplia vantagem e venceria Marina no 2º turno, diz Vox Populi



Mesmo com margem de erro, Dilma Rousseff derrota Marina Silva e Aécio Neves no 2º turno, de acordo com Vox PopuliMontagem/R7
A candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) ampliou a vantagem sobre Marina Silva (PSB) entre o eleitorado para 18 pontos percentuais, superou a ex-senadora no 2º turno e venceria a corrida à Presidência da República se a eleição fosse hoje, segundo pesquisa Vox Populi, encomendada pela Rede Record, divulgada nesta terça-feira (23).
A presidente tem 40% das intenções de voto na disputa pelo Palácio do Planalto, enquanto a ex-senadora aparece com 22%. Aécio Neves (PSDB) registra 17% da preferência. Os votos brancos e nulos são 6% neste recorte, e os eleitores indecisos totalizam 12%.
Os candidatos Everaldo Pereira (PSC) e Luciana Genro (PSOL) têm 1% cada um. Já Eduardo Jorge (PV), Mauro Iasi (PCB), Eymael (PSDC), Rui Costa Pimenta (PCO) e Levy Fidelix (PRTB) não marcaram pontos.
Na pesquisa anterior, Dilma tinha 36% da preferência do eleitorado, contra 27% de Marina e 15% do candidato do PSDB. Naquela ocasião, os votos brancos e nulos eram 8%, e os eleitores indecisos totalizavam 12%.
A pesquisa levou em conta 2.000 entrevistas feitas com eleitores, entre o último sábado (20) e o último domingo (21), em 147 cidades do País. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número BR-00733/2014.
Segundo turno
O Vox Populi também fez duas simulações de segundo turno, e a candidata do PT venceria tanto Aécio Neves (PSDB) como Marina Silva (PSB).
Em um cenário contra Marina, a presidente tem 46% das intenções de voto, contra 39% da ex-senadora. Como a margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, Marina não alcança Dilma neste cenário, que ainda tem 9% de votos brancos e nulos e 6% de eleitores indecisos.
Em outra hipótese, com Dilma Rousseff contra Aécio Neves, a presidente tem 49% das intenções de voto, contra 34% do senador. Os votos brancos e nulos seriam 10% dos votos, e os eleitores que não sabem ou não responderam totalizam 7%.
Regiões
Considerando o recorte de intenções de voto por regiões, Dilma Rousseff (PT) está na frente de Aécio Neves (PSDB) e Marina Silva (PSB) em todas as áreas.
No Sudeste, onde estão os dois maiores colégios eleitorais do País (SP e MG), a petista tem 37% da preferência, contra 30% da ex-senadora e 20% de Aécio. Os outros candidatos têm 3%, os votos brancos e nulos são 8% e os eleitores que não sabem ou não responderam totalizam 16%.
No Sul, Dilma Rousseff tem 37%, contra 23% de Marina Silva e 19% de Aécio Neves. Os outros candidatos totalizam 4%, os brancos/nulos são 2% e os indecisos, 15%.
No Nordeste, Dilma tem 55%, Marina aparece com 22% e Aécio registra 8%. Os outros candidatos conseguiram 1% na pesquisa, enquanto os brancos e nulos são 6% e os indecisos chegam a 8%.
Por fim, no Centro-Oeste/Norte, Dilma chega a 44% das intenções de voto, contra 23% de Aécio e 20% de Marina. Os outros candidatos à Presidência são 3%, enquanto os brancos e nulos são 3% e os indecisos, 7%.

Irmã de Cid acusa Luizianne de fazer campanha para Eunício

INTERESSES ESCUSOS’
Irmã de Cid acusa Luizianne de fazer campanha para Eunício

Foto: Facebook Lia Ferreira Gomes. 
Lia Ferreira Gomes, irmã do governador Cid, comentou, na manhã desta quarta-feira (24), a declaração da ex-prefeita de Fortaleza e candidata a deputada federal Luizianne Lins (PT) de que não fará campanha pela candidatura de Camilo Santana (PT) ao Governo do Estado.
Em sua página no Facebook, Lia escreveu que a decisão da petista de não apoiar seu correligionário na disputa pelo Abolição  é motivada pelo desejo de que seu assessor – suplente de Eunício Oliveira (PMDB) – Waldemir Catanho assuma a vaga do peemedebista no Senado Federal. 
A irmã do governador classificou Luizianne Lins como sem caráter por se dizer perseguida por Cid Gomes quando, na verdade, sua rejeição a Camilo é uma forma disfarçada de fazer campanha para o também candidato ao Governo do Ceará Eunício Oliveira.
“Tenho evitado fazer críticas a ex-prefeita Luiziane em respeito ao PT, mas não consigo ficar calada diante da falta de caráter dela.Ela se diz "perseguida" e por esse motivo não apoia Camilo que é do partido dela. A verdade é que ela está fazendo campanha para o Eunicio pq caso o Eunicio seja eleito ( Deus nos livre!!!) o capacho dela, Catanho assume a vaga no Senado. O Ceará não merece esse castigo: Catanho no Senado e Eunicio no Governo. Luiziane se faz de vítima para esconder seus interesses escusos. Tenho nojo!!!!”, escreveu Lia no Facebook. 

Izolda Cela faz campanha pró-Camilo na Serra da Ibiapaba

DIÁRIO DO CANDIDATO
Izolda Cela faz campanha pró-Camilo na Serra da Ibiapaba 

Cinco municípios da Serra da Ibiapaba demonstraram, nesta terça-feira (23), porque votam Camilo e Mauro no próximo dia 5 de outubro. Ubajara, Carnaubal, Guaraciaba do Norte, Croatá e Hidrolândia receberam calorosamente

A candidata a vice-governadora, na chapa de Camilo Santana (PT), Izolda Cela (Pros), fez campanha em cinco municípios da Serra da Ibiapaba, nessa terça-feira (23): . Ubajara, Carnaubal, Guaraciaba do Norte, Croatá e Hidrolândia.

Em Ubajara, o prefeito Zezinho caminhou com Izolda no comércio da cidade, onde a ex-secretária de Educação do Estado encontrou resultados do trabalho que desenvolveu durante os sete anos e meio em que esteve no primeiro escalão da gestão Cid Gomes. Estudantes da Escola de Ensino Profissionalizante da região já trabalham nas lojas locais, cumprindo estágio do curso que escolheram. A aluna Natália Santos, 17 anos, ficou emocionada ao conhecer a candidata.

Ubajara e Carnaubal

O ex-prefeito Ari Vasconcelos também reuniu lideranças de Ubajara em sua casa para ouvir as palavras da candidata. "A nossa caminhada até aqui é fruto de muito trabalho e se depender disso vamos continuar crescendo nas pesquisas e garantir a continuidade do projeto político que está transformando o Ceará", defendeu Izolda.

Já em Carnaubal, os professores aproveitaram o horário de descanso para o almoço e receberam Izolda em um buffet da cidade. O prefeito Raimundinho Chaves pediu empenho e dedicação a todos. "Nós temos que mostrar que é isso que nós queremos! Que Carnaubal cresça junto com o Ceará do governador Camilo Santana, que é o melhor pro nosso povo", clamou.

Guaraciaba do Norte e Hidrolândia

Em Guaraciaba do Norte, também foi o prefeito que comandou a recepção a Izolda. "Nós agradecemos ao Governo Cid Gomes pelo CEO, pela UPA, pelas policlínicas, pelas delegacias reformadas, pelas estradas abertas, pelo Hospital Regional Norte e por tantos outros projetos prometidos e implementados por ele aqui na nossa região. Somos gratos e leais, rumo a vitória", disse Regivaldo Cavalcante.

Em Hidrolândia, alunos e professores acompanharam a professora Izolda em uma caminhada à noite pelo centro da cidade e participaram de comício. No palanque, o ex-prefeito da cidade, Carlos Martins,demonstrou apoio ao pupilo de Cid Gomes. "O povo do Ceará há de reconhecer o trabalho de Cid Gomes e dos ex-secretários Camilo, Izolda e Mauro!", disse.


O vice-prefeito Henrique César Martins reforçou a fala do conterrâneo: "Aqui nós apoiamos a candidatura do Camilo e do Mauro porque nós conhecemos de perto o trabalho dessas pessoas. Eu estudei com Camilo no curso de Agronomia da UFC e sei do esforço dele para defender o ensino público e gratuito para o pobre, para que a sociedade fique cada vez mais justa e democrática!".

Fonte: assessoria da coligação “Para o Ceará seguir mudando”.


Fonte: http://www.cearanews7.com.br/ver-noticia.asp?cod=20508

As Belas da Torcida


As Belas da Torcida se exibem para você de uniforme em 140 fotos

Élida Bittencourt, a candidata do Atlético-MG ao Belas da Torcida 2014 Reinaldo Gama/UOL
Leia mais em: http://zip.net/bkpD3F

Vereadores aprovam contas da ex-prefeita Marilene Campelo

Os vereadores aprovaram, em sessão ordinária realizada no início da manhã desta quarta-feira (24), as contas do Executivo Municipal, relativas ao exercício financeiro de 2008 e 2010, na gestão da prefeita Marilene Campelo Nogueira, que acompanhou a votação, junto com o ex-secretário de Educação Jonas Campelo. As contas já vieram com parecer favorável do Tribunal de Contas do Estado (TCE). 
Segundo Marilene, ela teve os quatro anos aprovados, sem restrição alguma, e divide o mérito com a equipe de trabalho e todos os funcionários da prefeitura. Sobre os índices investidos Marilene disse que “em saúde não se gasta índice, mas o que precisa”. Na educação acredita que o professor tem que ser valorizado e bem pago, porque ele é a base na educação dos jovens Aracoiabenses. 
“O futuro dirá se foi um bom governo ou não. A lei já disse que foi um governo legal, perfeito, saio deste momento político como entrei, sem nenhum processo. Agradeço a todos os vereadores, tivemos unanimidade nos votos, para mim é um orgulho também porque o Tribunal de Contas deu o parecer legal, mas tive a aprovação política dos representantes da população de Aracoiaba, que são os vereadores”, encerra.


Marina: ação de Dilma para o meio ambiente é retrocesso

Eleições 2014

Marina: ação de Dilma para o meio ambiente é retrocesso

Candidata decidiu intensificar agenda na Região Sul do país e visita três Estados nesta terça-feira – Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul

Talita Fernandes, de Florianópolis, com fotos de Ivan Pacheco
Foto 1 / 13
AMPLIAR FOTOS
Candidata à Presidência da República pelo PSB, Marina Silva, participa de evento de campanha em Florianópolis (SC) - 23/09/2014
Candidata à Presidência da República pelo PSB, Marina Silva, participa de evento de campanha em Florianópolis (SC) - 23/09/2014 - Ivan Pacheco/VEJA.com
Depois de cancelar sua ida à Cúpula do Clima, em Nova York, a candidata à Presidência da República pelo PSB, Marina Silva, criticou nesta terça-feira o discurso de sua adversária, a presidente-candidata Dilma Rousseff durante o evento. "A presidente Dilma fez uma fala se reportando somente ao passado. Não sinalizou nenhum compromisso para o futuro e ainda não assinou o acordo sobre proteção das florestas. Dos países relevantes que têm florestas, o Brasil é um dos maiores e foi um dos únicos que não assinou a carta, o que é lamentável. O Brasil não precisa dar uma sinalização trocada como essa. Nós podemos juntar economia com ecologia", criticou, durante entrevista coletiva em Florianópolis (SC), na tarde desta terça-feira. 
Marina disse ainda que a falta de atitude nas questões ambientais não prejudica apenas a floresta e a biodiversidade, "mas também o futuro da agricultura brasileira, porque as chuvas do Sul e do Sudeste são produzidas pela Amazônia". Ela classificou as ações do governo brasileiro em relação ao meio ambiente como "retrocessos". "Quando o governo, com políticas erráticas, retrocede em relação a processos que vêm sendo encaminhados a muito tempo para que se tenha uma agenda de desmatamento zero, isso é um grande retrocesso. Não só em relação ao compromisso com as florestas, mas também ao Protocolo de Nagoya, que o governo brasileiro não ratificou."
A presidente Dilma Rousseff decidiu fazer uma breve pausa em sua campanha e discursou nesta terça na Cúpula do Clima, apresentando um balanço das ações do seu governo para reduzir o aquecimento global. Embora não seja chefe de Estado, Marina foi convidada para participar da Cúpula do Clima por ser representante da América Latina desde 2011 no Millennium Development Goals (MDG) Advocacy Group, organismo que atua na mobilização global para que os Objetivos do Milênio sejam realizados até 2015. A candidata cogitou ir a Nova York, mas desistiu na última semana depois de sua equipe avaliar que uma pausa na campanha poderia agravar o cenário de queda nas pesquisas eleitorais.
No segundo turno – Embora tenha se mantido sempre reticente a cada questionamento de como serão as alianças no segundo turno, e de repetir com frequência que "segundo turno se discute no segundo turno", a candidata do PSB falou com convicção em seu discurso em Florianópolis sobre disputar a rodada final com Dilma. "A vitória nessa campanha virá de uma nova postura. Esta postura já está dando resultado, estamos no segundo turno, e no segundo turno o tempo é igual, dez minutos a dez. Nós vamos poder falar da nossa proposta." 
A candidata tem deixado no ar como fará alianças num eventual segundo turno. Ela tem repetido a cada questionamento que respeitará os governadores eleitos e que é importante que no primeiro turno cada partido defenda sua candidatura. Embora não afirme que fará alianças na segunda etapa do processo eleitoral, Marina também não tem negado essa possibilidade.
Bornhausen – Em agenda de campanha em Florianópolis, capital catarinense, Marina foi questionada sobre sua aliança com a família Bornhausen, ligada à direita. Na chapa estadual, o deputado Paulo Bornhausen disputa o Senado pelo PSB e participou nesta terça de dois eventos ao lado da ex-senadora. "Desde 2010, eu digo que há pessoas boas em todos os partidos e em todos os lugares. Essa é a nova política. Quem está fazendo a nova política é a sociedade brasileira, que não fica mais comprando a ideia de que pessoas boas só existem dentro do partido que se intitula o melhor. Eu repeti desde o início quando me fizeram esse questionamento", disse.

Marina enfrentou protestos de um grupo de jovens da União Jovem Socialista após a inauguração de um comitê na região central da cidade. "O Paulo é herdeiro de um nome, de um pai que tem um posicionamento político e uma ideologia. Se perguntarem aos ambientalistas, das pessoas que viram o seu trabalho como secretário de Meio Ambiente, testemunham que ele tem um posicionamento compatível com a agenda que eu acabei de mencionar com as questões de floresta, de proteção ambiental. (...) Eu não vou dizer que uma pessoa, por ter um laço de parentesco, deva ser punida ideologicamente por esse lado de parentesco."
Diante do crescimento do candidato tucano Aécio Neves nas intenções de voto na Região Sul, Marina decidiu intensificar sua agenda nos três Estados. Nesta terça, ela esteve em Curitiba (PR) pela manhã e cumpre agenda em Porto Alegre à noite.

Fonte: VEJA

Filho de Eduardo Campos estreia em palanque do PSB

Maquiavel

Filho de Eduardo Campos estreia em palanque do PSB

O candidato ao governo de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), ao lado do filho de Eduardo Campos, João Henrique, durante comício na Mata Sul/PE - 22/09/2014
O candidato ao governo de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), ao lado do filho de Eduardo Campos, João Henrique, durante comício na Mata Sul/PE - 22/09/2014 (Reprodução/Facebook)
O filho mais velho do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, morto em acidente aéreo em agosto, fez na noite desta segunda-feira seu primeiro discurso ao lado do candidato do PSB ao governo estadual, Paulo Câmara. O estudante de Engenharia João Henrique Campos, de 20 anos, subiu no palanque em Barreiros (PE), na região de Mata Sul, e provocou a campanha do senador Armando Monteiro (PTB). João Henrique conclamou os militantes pessebistas a saírem às ruas para dizer que "aqui está o palanque do povo". Candidato ao Palácio das Princesas com apoio do PT, Monteiro foi presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI) – e sua família, dona do Banco Mercantil. Em sua fala, João Henrique adotou frases usadas também por Mariana Silva (PSB), que substitui Campos na disputa pela Presidência: "Meu pai não deixou uma herança, pois esta, quando dividida, pode se acabar. Ele deixou um legado, que, quanto mais dividirmos, mais crescerá". Filiado ao PSB, João Henrique já havia discursado em evento do PSB na última sexta-feira em Caetés (PE), com o candidato a vice-governador Raul Henry (PMDB). Ele e o irmão Pedro Henrique, de 18 anos, começaram a participar de caminhadas e carreatas há duas semanas. A campanha de Paulo Câmara tambémexibiu na TV na noite desta segunda o primeiro depoimento de Renata Campos, viúva do ex-governador. (Felipe Frazão, de São Paulo)

Fonte: VEJA

Aracoiaba - Câmara votará contas da ex-prefeita Dra. Marilene Campelo


Câmara Municipal de Aracoiaba vota nesta quarta-feira (24), em sua sessão ordinária, a prestação de contas relativa ao exercício financeiro da Ex-prefeita de Aracoiaba Marilene Campelo. O TCE, portanto, deu parecer favorável favorável as contas da ex-prefeita.

Em instante mais informações.

Dilma sobe, Marina cai e Aécio estaciona, diz IBOPE

PESQUISA ELEITORAL
Dilma sobe, Marina cai e Aécio estaciona, diz IBOPE
Petista lidera no primeiro turno, com 38% das intenções de voto, contra 29% da ex-senadora. Tucano permanece com 19%.

A presidente Dilma Rousseff (PT) empatou com a candidata do PSB, Marina Silva, em simulação de segundo turno da pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (23), enquanto o presidenciável do PSDB, Aécio Neves, que esboçara uma reação na semana passada, parou de subir nas intenções de voto para o primeiro turno.

Dilma lidera o primeiro turno com 38 por cento das intenções de voto, ante 36 por cento na pesquisa anterior, seguida por Marina, que passou a 29 por cento (ante 30 por cento) e Aécio, que permaneceu com 19 por cento. As variações de Dilma e Marina estão dentro da margem de erro da pesquisa, que é de 2 pontos percentuais.

Nas simulações de segundo turno, Dilma oscilou 1 ponto para cima e foi a 41 por cento, empatando com Marina, que oscilou 2 pontos para baixo, dos 43 por cento que tinha na semana passada.

Num confronto entre a presidente e Aécio, a petista vence por 46 por cento a 35 por cento. Na semana passada o placar era de 44 a 37 por cento.

O Ibope ouviu 3.010 eleitores de 296 municípios entre os dias 20 e 22.

* Com informações da Reuters 


Fonte: http://www.cearanews7.com.br/ver-noticia.asp?cod=20487

Polícia - Segurança é morto em Baturité


Assassinato em Baturité:

Na noite de ontem,  terça-feira por volta das 21h, fomos informados sobre um possível assalto no Centro da cidade de Baturité, ao chegarmos ao local nos deparamos com um homem aparentando 40 anos de idade já sem vida sentado em uma cadeira.
Segundo informações, a vitima tratava-se do segurança de eventos bastante conhecido na região por Carlos.
Carlos estava prestando segurança para comércios do centro da cidade quando foi surpreendido por dois indivíduos em uma moto que já chegaram atirando contra o mesmo, a vitima tombou sem vida no local sem esboçar nenhuma reação,relato de populares dão conta que cinco tiros foram disparados.

Os bandidos ainda atiraram contra um supermercado que estava encerrando suas atividades atingindo um cidadão na barriga, o mesmo foi socorrido as pressas ainda com vida para Fortaleza, o fato aconteceu na travessa Joaquim Matos no Centro de Baturité.


Fonte:Radialista Germano Jr. 85 9760 0142

Confira mais fotos: 

Ministro de Dilma diz que ela e Lula apoiam Camilo Santana

REFORÇO
Ministro de Dilma diz que ela e Lula apoiam Camilo Santana

O ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, participou de uma plenária do diretório do Partido dos Trabalhadores do Ceará, na noite desta terça-feira (23), em Fortaleza.

O evento teve como objetivo reforçar a campanha local pela reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT) e pela indicação de Camilo Santana ao comando do Governo do Estado.

De acordo com a coligação "Para o Ceará Seguir Mudando", durante o encontro, Gilberto Carvalho declarou que tanto Dilma como o ex-presidente Lula estão apoiando o candidato petista ao Executivo cearense.

RETA FINAL

A afirmação de Carvalho, que é um dos principais coordenadores da campanha de Dilma Rousseff, pode por fim ao acordo mantido entre a presidente e o senador Eunício Oliveira (PMDB), que disputa o comando do Palácio da Abolição com Camilo, mas também declarou apoio à reeleição da petista.

Para não enfraquecer sua base no Estado, Dilma ficou distante da competição entre seus aliados. "Em princípio, tenho dois apoiadores no Ceará, então vou ter uma atitude muito moderada”, declarou a presidente durante sua visita a Fortaleza no inicio deste mês.

Lula também permaneceu calado durante toda a campanha.  Em maio, durante encontro com membros do PMDB, ele teria declarado seu apoio a Eunício. Desde então, o ex-presidente permaneceu neutro sobre as eleições no Ceará.


Fonte: http://www.cearanews7.com.br/ver-noticia.asp?cod=20490