Buscar

18 setembro 2014

Charge

Charge

Canal do Ensino | Guia de Educação‏

Canal do Ensino | Guia Gratuito de Educação

Posted: 18 Sep 2014 04:40 AM PDT
Olá leitores! Não há como negar que a Internet está inserida na rotina de crianças e adolescentes ao redor do mundo. E esse envolvimento é ainda maior quando se trata de redes sociais, cujo alcance...
Posted: 18 Sep 2014 04:30 AM PDT
Olá leitores! A coleção História Geral da África tem cerca de dez mil páginas, distribuídas nos oito volumes. Criada por iniciativa da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura...
Posted: 17 Sep 2014 11:00 AM PDT
Oi vestibulandos! Hoje em dia, graças à tecnologia, a vida de estudante é muito mais fácil, já que existem centenas de aplicativos gratuitos que ajudam nesses momentos mais chatos. Só que existem...
Posted: 17 Sep 2014 10:00 AM PDT
Olá leitores! Para auxiliar os estudantes da rede estadual na preparação para o Enem (que acontece nos dias 8 e 9 de novembro), a Secretaria da Educação do Estado da Bahia disponibiliza, na página...
Posted: 17 Sep 2014 09:00 AM PDT
Olá! Essa é pra você que é aluno da rede estadual de ensino do Rio de Janeiro! Já conhece o portal Conexão Aluno, da Secretaria da Educação? No site, você fica sabendo tudo o que está acontecendo nas...

Canal do Ensino | Guia de Educação‏

Canal do Ensino | Guia Gratuito de Educação

Posted: 17 Sep 2014 04:50 AM PDT
Olá pessoal! A Unicamp através do site da Univesp TV, disponibiliza 4 cursos gratuitos online sobre Física Geral. A Univesp TV é o canal de comunicação da Universidade Virtual do Estado de São Paulo,...
Posted: 17 Sep 2014 04:40 AM PDT
Olá vestibulandos! Você se lembra de quando ainda esperávamos pela Copa do Mundo e a prova do ENEM parecia tão longe? O tempo passou, a Copa acabou e o ENEM está muito próximo! Para ajudar você a...
Posted: 17 Sep 2014 04:30 AM PDT
Olá leitores! MEC disponibiliza edital nº 57/2014, que divulga mais seis chamadas para o Programa Capes/Humboldt, parceria entre a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes)...
Posted: 16 Sep 2014 11:00 AM PDT
Olá pessoal! Boa notícia para jovens à partir de 15 anos. Mais oportunidades para começar a carreira! O Ministério da Educação (MEC) e o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), em conjunto com a...
Posted: 16 Sep 2014 10:00 AM PDT
Oi leitores! Todo mundo quer estudar em boas universidades e sempre que se fala nas melhores do mundo, sempre pensamos em alguma instituição estrangeira. Só que não precisa ir tão longe. A...

Desigualdade aumenta e volta ao patamar de 2011, afirma Pnad

Desigualdade aumenta e volta ao patamar de 2011, afirma Pnad

Região Nordeste apresentou o maior nível de renda desigual.
Concentração teve leve alta ao se considerar todas as rendas.


O Índice de Gini, que mede a distribuição da renda, passou de 0,496 em 2012 para 0,498 em 2013. Embora a variação seja pequena, o índice voltou para o mesmo patamar de 2011, interrompendo uma trajetória de queda desde 2001.
A informação é da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), divulgada na manhã desta quinta-feira (18) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Esse índice é uma medida do grau de concentração de uma distribuição, cujo valor varia de zero (a perfeita igualdade) até um (a desigualdade máxima).
A Região Nordeste apresentou o maior nível de desigualdade na distribuição do rendimento do trabalho (0,523). No Piauí, foi registrado o pior resultado do país: 0,566.
“Se observou que de 2013 para 2012 teve aumento do rendimento e certa estabilidade do Índice de Gini. E viu que as variações maiores se deram nos rendimentos mais elevados", afirma Maria Lucia Vieira, gerente da Coordenação de Trabalho e Rendimento (Coren), do IBGE.
Em 2013, os 10% mais pobres receberam, em média, R$ 235 por mês, valor 3,5% superior ao registrado no ano anterior. Por outro lado, os 10% mais ricos concentraram 41,2% do total de rendimento de trabalho – eles ganharam, em média, R$ 6. 930, valor 6,4% maior do que em 2012.
De maneira geral, a renda dos trabalhadores subiu 5,7% de um ano para o outro, chegando a 1.681 por mês.
Todas as fontes de renda
Considerando os rendimentos de todas as fontes (incluindo, além da renda do trabalho, outras como patrimônios e investimentos), o Índice de Gini caiu continuamente, mas em patamares diferentes: ficou estável em 2001 e 2002 – 0,569; diminuiu para 0,504 em 2012; mas, no ano passado, também voltou ao patamar de 2011, de 0,505.
O Índice de Gini de todas as fontes em 2013 foi menor na Região Sul (0,463), onde Santa Catarina foi o destaque nacional (0,438). A região que apontou a maior desigualdade, nesse caso, foi a Centro-Oeste (0,519). Este índice foi puxado pelo resultado do Distrito Federal (0,570), que apresentou a maior concentração de renda do país.
  •  
Índice de gini do Distrito Federal (Foto: G1)
"O que pudemos observar é que de rendimento do trabalho, o Nordeste tem o Gini mais elevado quando olhamos de ‘todas as fontes', passa a ser a Centro-Oeste”, diz Maria Lucia Vieira.
'Estabilidade'
A presidente do IBGE, Wasmalia Bivar, diz que a concentração de renda ainda é alta, mas há uma tendência da estabilidade da desigualdade. "Tendência de queda não existe, porque ele [o Índice de Gini] cresceu ligeiramente do trabalho enquanto que de outras fontes se manteve constante. Se você for olhar a série, vai ver que a série vinha reduzindo o Gini. Ele ultrapassou uma fronteira importante que foi do 0,5, abaixo do 0,5 no caso do trabalho, e ainda se mantém, mas ele mostra uma certa instabilidade”.
Segundo Wasmalia Bivar, a estabilidade da concentração de renda é "historicamente importante" para um país como o Brasil. "Nenhum país, acho, fez essa transição tão rapidamente. Encontrar agora uma estabilidade quer dizer que de algum modo você obteve bastante ganho com as políticas que foram adotadas. [...] Mas chega uma hora em que realmente você precisa diversificar as suas políticas, pensar em outras políticas, focadas na distribuição de renda."
Para que o índice mude, explica a presidente do IBGE, é preciso que os mais pobres, os que estão na base da pirâmide, tenham aumentos de renda numa velocidade maior do que quem está no topo.
Mulheres e homens
O Índice de Gini também indicou que a distribuição de renda foi mais desigual entre os homens (0,503) do que entre as mulheres (0,477).
O maior nível de concentração da renda entre homens ocupados foi observado no Piauí (0,572), e o menor nível, no Amapá (0,432).
Entre as mulheres ocupadas, o maior nível de desigualdade no rendimento foi encontrado no Maranhão (0,564), e o menor nível, em Santa Catarina (0,381).
Fonte: G1

Crise com PT faz Dilma vetar divulgação de programa de governo

Política

Crise com PT faz Dilma vetar divulgação de programa de governo

Decisão é mais do que estratégia para evitar ataques dos adversários: propostas do Planalto não se encaixam com as defendidas pelo partido

A presidente Dilma Rousseff, candidata do PT à reeleição, concede entrevista no Palácio da Alvorada, em Brasília
A presidente Dilma Rousseff, candidata do PT à reeleição, concede entrevista no Palácio da Alvorada, em Brasília(Pedro Ladeira/Folhapress)
Mais do que à estratégia de evitar dar "munição" aos adversários para críticas, a decisão da presidente-candidata Dilma Rousseff (PT) de não divulgar seu programa de governo se deve a uma crise interna com o PT. É o que informa reportagem desta quinta-feira do jornal Folha de S. Paulo. Alas do partido defendem propostas contrárias às do Planalto, como a revisão da Lei de Anistia, o fim do fator previdenciário e a redução da jornada de trabalho.
Embora nunca tenha se posicionado oficialmente sobre o tema, durante todo seu mandato Dilma tem evitado a votação, pelo Congresso, de proposta que reduz a jornada de trabalho. Também não está disposta a abrir mão do fator previdenciário, a menos que seja instituída idade mínima para aposentadoria. Quanto à Lei de Anistia, a presidente teme, segundo a reportagem, abrir uma crise com as Forças Armadas. De acordo com o jornal, quando soube dos pontos defendidos pela legenda, Dilma decidiu barrar a divulgação de seu programa de governo.
A campanha da petista adotou a estratégia de não publicar um documento e de "dosar" na TV a apresentação das suas propostas. Além do temor de desgaste com o partido, a avaliação do comitê é de que apresentar neste momento um texto justificando as políticas adotadas nos últimos anos e apresentando um plano para o próximo mandato poderia dar munição aos adversários e abrir um flanco sobre o qual eles se debruçariam pelos próximos dias. Foi o que se deu com Marina Silva, candidata do PSB à Presidência. A ex-senadora se tornou alvo de ataques em razão das erratas que teve de divulgar em relação ao plano revelado em 29 de agosto - a principal delas retirava do texto causas caras ao movimento gay.


Dilma deve se encarregar de assumir compromissos pontuais, a exemplo do que fez quando defendeu a criminalização da homofobia. Ela mesma já disse recentemente que não haverá a divulgação de uma redação unificada de seu programa de governo, que nas palavras dela "será moderno e estará na televisão". Desde o início do processo eleitoral, a campanha petista trabalha em 25 textos setoriais que embasarão a defesa das políticas adotadas nos governos do PT e também para as promessas que serão apresentadas. 
Fonte: VEJA

Camilo quer gratificar profissionais da Saúde

O candidato Camilo Santana participou de entrevista, ontem, na TV Verdes Mares e em outros veículos do Sistema Verdes Mares

O candidato ao Governo do Estado Camilo Santana (PT), em entrevista aos veículos de comunicação do Sistema Verdes Mares, afirmou, ontem, que criará um programa de avaliação da saúde pública que terá a participação direta do cidadão. O postulante também se comprometeu em reorganizar o Ronda do Quarteirão, destacando que as motos que acompanhavam os carros da Polícia serão retomadas.
Segundo o petista, essa avaliação da saúde feita pela população garantirá melhorias para a área, uma vez que as equipes com melhor avaliação receberão uma gratificação extra pelo bom desempenho. Conforme Santana, após o atendimento, o cidadão poderá emitir uma nota para os serviços recebidos e, caso o equipamento seja avaliado de forma positiva, todos os funcionários do local receberão uma gratificação. Aqueles que forem mal avaliados, acrescenta Camilo, passarão por modificações.
Para a área da saúde, Camilo já prometeu instalar uma policlínica em cada regional de Fortaleza, em parceria com o prefeito Roberto Cláudio, além de garantir a construção de dois hospitais, sendo um na Região Metropolitana de Fortaleza.
Gargalos
"Quem vai dar a nota é a população e todos vão ganhar essa premiação, desde o atendente, passando pelo enfermeiro até o médico, seja na UPA, policlínica e hospital público. O papel do serviço público é cuidar das pessoas e por isso precisamos identificar os gargalos", ressaltou.
Camilo Santana afirmou que tem ciência que os custos da saúde vão aumentar com a proposta, mas ressaltou que não vai prometer nada que não possa cumprir. O postulante chegou a dizer que não vai conseguir fazer tudo o que promete em quatro anos, mas, caso eleito, vai realizar projetos de forma progressiva, como a construção de escolas profissionalizantes no Estado. "Não posso transformar tudo em quatro anos. Isso vai ser progressivamente", declarou Camilo.
Na opinião do petista, a questão da violência deve ser enfrentada nas causas do problema, já que, afirma Camilo, a população tem sentido apenas os efeitos da crise na Segurança Pública. O postulante do PT afirmou que quer "abraçar" as áreas mais críticas do Estado, com ações de Governo, e garantiu a construção de mais escolas em tempo integral no Ceará.
"A escola em tempo integral é o espaço para proteger esses jovens. Os políticos não gostam de investir em Educação, porque os resultados só aparecem a médio e longo prazo. Mas temos toda uma geração que precisa de oportunidades", disse.
Profissionalizantes
Além de investimentos na construção de mais escolas profissionalizantes em tempo integral, o candidato Camilo Santana destacou a construção de delegacias 24 horas e a contratação de 1.500 agentes da Polícia Civil durante o mandato. Para a Polícia Militar, o candidato alega que ainda está estudando o quantitativo necessário para minorar os casos de violência no Estado.
Uma das principais ideias defendidas pelo pleiteante é retomar a função do programa Ronda do Quarteirão. Ele argumenta que, até 2011, o Ronda cumpriu sua função de forma correta, inclusive aumentando a sensação de segurança das pessoas.
Camilo Santana também ressaltou que o Governo Cid Gomes chegou a triplicar os investimentos na área de Segurança, defendendo que o Ronda do Quarteirão foi o melhor programa da atual gestão. O petista disse que a paralisação da Polícia em janeiro de 2012 "quebrou" o processo de desenvolvimento da Segurança Pública no Estado.
Raio
Durante a entrevista, o postulante ainda se comprometeu a aumentar o efetivo do Raio e ampliar a valorização da carreira dos agentes da Segurança com promoções. "Tem soldado que passa dez anos para ter uma promoção. Ninguém consegue trabalhar bem sem ter um incentivo. Não é fácil cuidar da área da Segurança Pública. Por isso é preciso valorizar mais ainda", enfatizou Camilo.
O candidato também discorreu sobre a proposta de Bilhete Único para a Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) e ressaltou que 160 mil pessoas entram, diariamente, em Fortaleza. A intenção é garantir aos moradores da Região o deslocamento por até três horas por todos os municípios da RMF pagando apenas uma passagem.
Além de Camilo Santana, já participaram da série de entrevistas dos veículos do Sistema Verdes Mares os candidatos Eunício Oliveira (PMDB), na segunda-feira, e Eliane Novais (PSB), na terça-feira. Hoje é a vez de Ailton Lopes (PSOL) ser sabatinado.

Em Maranguape, situação e oposição apoiam Camilo Santana

DIÁRIO DO CANDIDATO
Em Maranguape, situação e oposição apoiam Camilo Santana


Os candidatos da coligação “Para o Ceará seguir mudando”, Camilo (governador) e Mauro (senador), participaram na noite desta quarta-feira (17), de comício na Praça da Liberdade, em Maranguape, município que integra a Região Metropolitana de Fortaleza.


Lá, oposição e situação apoiam Camilo Santana. O atual prefeito Átila Câmara (PSB), o vice-prefeito Luciano Girão (PMDB) e o ex-prefeito George Valentim (PC do B), que é oposição da atual gestão, subiram no palanque do petista. De acordo com o prefeito, "Maranguape tem uma disputa eleitoral bastante acirrada, mas o povo maranguapense precisa se unir pra eleger Camilo governador".


A estudante Mayara Lima, de 21 anos, disse que essa união entre os políticos é importante e mostra a maturidade dos representantes do povo. "É de se estranhar ver situação e oposição se unirem no mesmo projeto, mas a eleição de Camilo é maior do que as brigas partidárias. Isso se chama maturidade e estou orgulhosa de poder presenciar isso", afirmou.


Durante discurso, Camilo anunciou a construção do Hospital Regional Metropolitano que será erguido em local próximo ao Anel Viário de Maracanaú, e beneficiará a população da Região Metropolitana de Fortaleza. "Nós vamos fazer aqui, na Região Metropolitana, o maior hospital regional do Ceará. Serão 436 leitos, 500 médicos, pra atender aos pacientes vindos dos municípios desta região", informou.


Para o aposentado Francisco Antônio Bezerra, de 65 anos, é fundamental o investimento na saúde, pois favorece ao cidadão que busca atendimento nas unidades do Estado. "Essa preocupação com a saúde deve ser prioridade em todos os governos. Fico muito feliz de saber que teremos um governador comprometido com a população e preocupado em nos oferecer uma saúde de qualidade", ressaltou.


Fonte: assessoria da coligação "Para o Ceará Seguir Mudando".


Fonte: http://www.cearanews7.com.br/ver-noticia.asp?cod=20323

Mulher processa namorado por tirar sua virgindade e ganha US$ 5.000


Chen o processou, acusando-o de violar seus direitos à virgindade e à saúde e exigindo mais de 81.000 dólares em danos psicológicos

Uma mulher chinesa que processou um homem por "violar o seu direito à virgindade" depois que ele a cortejou com falsas promessas recebeu quase 5.000 dólares de um tribunal, segundo informações divulgadas nesta quarta-feira, 17.
Os dois estavam namorando, mas depois que a mulher, de sobrenome Chen, descobriu que seu namorado já era casado, ela o processou por roubar sua virgindade, acusando-o de fingir ser solteiro e de prometer que ela seria sua esposa, segundo a imprensa de Xangai.
Um porta-voz do tribunal da região de Pudong confirmou o caso e o julgamento, mas disse que o homem apelou da decisão.
Os dois se conheceram pela internet em 2009, mas só começaram a namorar em 2013, depois de viajar para Cingapura, onde consumaram o relacionamento, informou o site The Paper.
Depois que o homem, de sobrenome Li, repentinamente interrompeu o contato, Chen invadiu sua casa e o encontrou com sua esposa.
Chen o processou, acusando-o de violar seus direitos à virgindade e à saúde e exigindo mais de 81.000 dólares em danos psicológicos, além de custos médicos no valor de US$ 250.
O tribunal considerou a demanda original excessiva, mas afirmou em sua decisão que "o direito à virgindade" deve ser protegido pela lei, uma vez que era um "direito moral" relacionado à "liberdade sexual, à segurança sexual e à pureza sexual".
"Violar o direito à virgindade pode levar a danos para o corpo de uma pessoa, para sua saúde, liberdade e reputação... isso deve ser compensado", destacou o tribunal, que no entanto não explicou como decidiu o valor exato.
O réu não compareceu ao tribunal, mas por meio de um advogado negou ter feito sexo com a mulher.
AFP

Jovem chega de viagem, encontra suas três namoradas o esperando em aeroporto, e sai sem nenhuma

O britânico Charlie Fisher, de 20 anos, chegava de viagem no aeroporto de Luton, em Londres, quando foi surpreendido com a recepção de suas três namoradas que o aguardam no desembarque.
Becky Connery, de 17 anos, Lizzie Leeland-Cunningham, de 19, e a terceira namorada, de 20, que não quis se identificar, começaram a confrontar Charlie e gritar o chamando de mentiroso.
A confusão começou antes da viagem de Charlie para a Alemanha. Uma das namoradas, Becky, percebeu que ele havia recebido uma mensagem romântica no celular, e resolveu entrar em contato para descobrir quem era, acabando por desvendar que o rapaz tinha um relacionamento duplo.
Jovem chega de viagem, encontra suas três namoradas o esperando em aeroporto
Charlie Fisher teve a surpresa desagradável de encontrar e ser confrontado por suas três namoradas ao desembarcar em aeroporto na Inglaterra, acabando ficando sem nenhuma.
Becky disse: “Eu conheci Charlie há três anos, mas só começamos a sair em março. Desde o começo conversamos que não sairíamos com mais ninguém. Eu estava apaixonada por ele, e ele disse que me amava, mas eu suspeitava desde o começo. Ele não me deixava colocar fotos nossas nas redes sociais e apagava comentários que eu fazia sobre nós.”
A jovem foi flagrada mexendo no celular de Charlie na véspera de sua viagem, e os dois acabaram brigando. Ele afirmou, no momento, que a mensagem se tratava de uma amiga apenas, mas Becky ficou desconfiada e acabou marcando de encontrar a segunda namorada, que estava com ele desde abril.
Após se encontrarem, elas ainda descobriram Lizzie, que estava com o jovem desde janeiro. As três alegaram não ter ficado surpresas com as revelações, já que o rapaz sempre levantava suspeitas ao dizer que estava indo encontrar os amigos.
Charlie fugiu das ex-namoradas de carona, após o choque de ouvir os gritos de traidor e mentiroso. Uma foto das três garotas no aeroporto fez sucesso no Twitter, com milhares de compartilhamentos.
Fonte: Metro

Aécio diz que precisa socorrer Pimenta da Veiga em MG

Eleição 2014

Aécio diz que precisa socorrer Pimenta da Veiga em MG 

Tucano afirmou em entrevista ao 'Jornal da Record' que candidatura de seu aliado precisa avançar

Bruna Fasano
O candidato à Presidência da República, Aécio Neves (PSDB), participa de encontro com mulheres do partido, em São Paulo
O candidato à Presidência da República, Aécio Neves (PSDB), participa de encontro com mulheres do partido, em São Paulo (Felipe Cotrim/VEJA.com)
Em entrevista ao Jornal da Record, o candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, reconheceu que seu partido corre sério risco de perder para o PT a disputa pelo Palácio da Liberdade, sede do governo mineiro. “Nós precisamos avançar na candidatura de Pimenta da Veiga, que é o nosso candidato, porque ele representa um governo sério e eficiente”, afirmou o tucano. Na última pesquisa divulgada pelo instituto Datafolha no dia 10 de setembro, o ex-ministro do PT, Fernando Pimentel, tem 34% das intenções de voto contra 23% de Pimenta da Veiga (PSDB). 
“Não posso acreditar que o PT, que está perdendo no país inteiro, vai ganhar em Minas Gerais. Quando a candidatira de Pimenta for aproximada das realizações do nosso governo, ele vai vencer as eleições pelo bem de Minas Gerais. Eu espero”, disse o presidenciável durante a entrevista ao vivo. 
Questionado sobre a reforma política, Aécio propôs instaurar mandatos com duração de cinco anos para todos os cargos eletivos, sem reeleição. 
Um dos momentos em que o candidato pareceu desconfortável durante a entrevista foi quando os apresentadores o questionaram sobre o episódio em que o tucano se negou a participar de um teste do bafômetro. Em 2011, parado em uma blitz da Lei Seca no Rio de Janeiro, se negou a fazer o teste. E reconheceu que agiu mal: “Foi um erro. Minha carteira estava vencida há trinta dias. Eu reconheço erros”.
Fonte: VEJA

Na 'nova política' de Marina, não faltaria o velho PMDB


Maquiavel

Na 'nova política' de Marina, não faltaria o velho PMDB

O candidato a vice-presidente de Marina, Beto Albuquerque (PSB)
O candidato a vice-presidente de Marina, Beto Albuquerque (PSB) (Felipe Cotrim/VEJA.com)
Candidato a vice na chapa de Marina Silva (PSB) ao Planalto, o deputado gaúcho Beto Albuquerque reconheceu nesta quarta-feira que nem mesmo a ‘nova política’ pregada pela presidenciável estaria livre do velho PMDB em um eventual governo. Em entrevista ao site do jornal O Estado de S. Paulo, Albuquerque afirmou: “Ninguém governa sem o PMDB, mas isso não significa que seja preciso entregar o governo ao PMDB ou a qualquer outro partido. Temos um programa”.
O deputado disse ver "muita diferença" entre a indicação de Fernando Bezerra pelo então presidente do partido, Eduardo Campos, para ocupar o Ministério da Integração Nacional, e a indicação do PMDB de Edison Lobão para ocupar o Ministério de Minas e Energia. "Lobão até hoje não entende nada de energia". "Por que temos que pedir a Renan Calheiros que indique quem ocupará cargos?", questionou em referência ao presidente do Senado. (Com Estadão Conteúdo)
Fonte: VEJA

Dilma ensaia novo discurso do medo contra Marina: 'Não mexo em 13º e férias'

Eleições 2014

Dilma ensaia novo discurso do medo contra Marina: 'Não mexo em 13º e férias'

Presidente-candidata participou nesta quarta-feira de encontro com empresários e de um ato político na cidade de Campinas (SP)

Talita Fernandes, de Campinas
Presidente Dilma Rousseff realiza caminhada em Campinas (SP) - 17/09/2014
Presidente Dilma Rousseff realiza caminhada em Campinas (SP) - 17/09/2014 (Ichiro Guerra/Divulgação)
Um dia depois de a candidata Marina Silva (PSB) afirmar que, se eleita, pretende fazer mudanças na legislação trabalhista do país, a presidente Dilma Rousseff (PT) já ensaiou nesta quarta-feira mais uma versão do discurso do medo que pontua sua campanha: “Décimo terceiro, férias e hora extra não se mudam nem que a vaca tussa”, disse, durante agenda em São Paulo.
Ontem, Marina apontou as leis trabalhistas como um dos entraves ao empreendedorismo e disse que sua equipe irá buscar mudanças – mas, já temerosa da interpretação de adversários, disse que seu objetivo é trazer melhorias tanto para empregadores quanto para trabalhadores, sem abrir mão dos ganhos da atual legislação.
Dilma reuniu-se com empresários acompanhada do ministro Guilherme Afif Domingos, da Secretaria da Micro e Pequena Empresa. Também participaram do encontro o deputado Guilherme Campos (PSD), líder da frente parlamentar mista da pequena empresa e vice-presidente da Associação Comercial de São Paulo.
Depois do encontro, a presidente se reuniu com professores da Unicamp, entre eles Rogério Cerqueira Leite, físico que criticou Marina Silva em artigos na imprensa. Na sequência, seguiu em carreata pelas ruas da cidade. Ao longo do percurso, um carro de som afirmava que Dilma é a presidente do Minha Casa, Minha Vida, do ProUni e do Pronatec, algumas das principais bandeiras eleitorais da petista.
No palanque, Dilma fez críticas genéricas aos adversários. Embora sua campanha seja justamente a que lidera a artilharia pesada nesta corrida eleitoral, afirmou: “Tem muita mentira e ódio nessa eleição. Quando ouvirem mentiras, respondam com a verdade, que é uma só – o país mudou, e mudou para melhor.”

Marina: 'PF perdeu autonomia no governo Dilma'

ições 2014

Marina: 'PF perdeu autonomia no governo Dilma'

Presidenciável do PSB voltou a afirmar que vai manter direitos trabalhistas conquistados e que Dilma deve explicar uso de recursos do BNDES para 'meia dúzia de empresários'

Marcela Mattos e Daniel Haidar
Marina Silva concede entrevista coletiva a imprensa nacional e internacional no Rio de Janeiro (RJ) - 17/09/2014
Marina Silva concede entrevista coletiva a imprensa nacional e internacional no Rio de Janeiro (RJ) - 17/09/2014(Vagner Campos/Divulgação)
A candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, afirmou durante um “face to face” – conversa em vídeo na qual os usuários do Facebook enviam suas perguntas – que a Polícia Federal passa por um processo de “desconstrução” no governo Dilma Rousseff. “Milhares de agentes saíram da PF nos últimos anos em função de desajuste e da perda de autonomia do trabalho”, disse a presidenciável.

A declaração mira em um dos principais argumentos da candidata-presidente, segundo quem a PF tem total liberdade e, ao contrário de gestões anteriores, não empurra denúncias para “debaixo do tapete”. Marina continuou: “Vamos continuar trabalhando para que se  tenha a autonomia e isenção necessárias para o combate ao tráfico de drogas e de armas, a investigação dos casos de corrupção e ajudar a combater vários casos de crimes ambientais”.
Petrobras – Mais cedo, Marina Silva afirmou que o ex-diretor de Abastecimento da PetrobrasPaulo Roberto Costa, preso por capitanear um megaesquema de corrupção na estatal, era “funcionário de confiança” da presidente-candidata Dilma Rousseff. Ela citou o delator como exemplo da “governabilidade” do PT e do PSDB. 
“Não vou aceitar a lógica que está sendo imposta há 20 anos pelo PT e pelo PSDB, de que composições são feitas de forma pragmática, com base em distribuição de pedaços do Estado. A escolha do senhor Paulo Roberto Costa, que estava há doze anos como funcionário de confiança do governo de Dilma, é resultado dessa governabilidade que as pessoas estão reivindicando que não pode mudar”, afirmou a presidenciável em entrevista a jornalistas em um hotel de Copacabana, Zona Sul do Rio de Janeiro.  
Marina reage com cada vez mais veemência contra críticas de Dilma. Desta vez, afirmou que não vai admitir que "fofocas e mentiras" pautem o debate de propostas. Depois de Dilma ensaiar uma resposta à promessa de reforma trabalhista feita por Marina, a pessebista reafirmou que conquistas dos trabalhadores, como 13º salário, férias e hora extra devem ser respeitadas. Dilma tinha afirmado mais cedo, em uma versão do discurso do medo que pontua sua campanha, que “décimo terceiro, férias e hora extra não se mudam nem que a vaca tussa”. Marina respondeu: “a defesa dos interesses dos trabalhadores é sagrada para nós”.
Marina também voltou a provocar Dilma, para que explique “por que colocou no seu governo 500 bilhões de reais para meia dúzia de empresários usando recursos do BNDES, que equivalem a 24 anos de Bolsa Família”.
Fonte: VEJA