Buscar

30 agosto 2014

Vem Passar faz aulões em Icó e Baturité na manhã deste sábado

Vem Passar faz aulões em Icó e Baturité na manhã deste sábado

O maior curso online do Brasil estará fazendo dois aulões simultâneos em duas cidades diferentes. Em Baturité, a Equipe Vem passar com cinco professores e mais equipe técnica de vídeo e áudio estarão presentes nas Irmãs Salesianas, uma iniciativa do prof. Olavo Garantizado (redação). 
Em Icó, o curso terá um super aulão com professor João Neto (física). Provavelmente, a agenda do Vem Passar para a próxima semana consta um evento em duas escolas particulares de Fortaleza. Há também aulões marcados para Beberibe/CE, Chorozinho/CE e Souza/PB.

Cenas de sexo entre Camilla Camargo e Caio Castro tiram o sono de Zezé

Ana Cora Lima
Do UOL, no Rio
  • Divulgação
    Caio Castro e Camila Camargo terão um caso no filme "Travessia"
    Caio Castro e Camila Camargo terão um caso no filme "Travessia"
As cenas de sexo entre Camilla Camargo e Caio Castro no longa "Travessia", do diretor João Gabriel, ainda nem foram exibidas nas telonas, mas já tiram o sono do pai moça, Zezé de Camargo. "Ele avisou que não vai querer ver, que não quer saber do filme, mas ficou muito feliz com a oportunidade que consegui e agarrei", revelou ao UOL a atriz, que confirmou ser a mais grudada dos três filhos do cantor sertanejo.
"Meu pai é um dos grandes amores da minha vida, é um ídolo também fora dos palcos. Tem caráter exemplar, coração de ouro. A mesma coisa é minha mãe. Eles são os meus guerreiros. É até difícil falar sobre eles sem me emocionar, sentimento é incondicional", admitiu Camilla, que não quis entrar em detalhes sobre o comentário que Zezé fez no programa "Altas Horas" de ter sido ela a quem mais resistiu a aceitar sua nova namorada, a jornalista Graciele Lacerda. "A única relação que acho correto falar é a minha com ele", limitou-se a dizer.
Reprodução/Instagram/Camilla_Camargo
Camilla assume que é a filha mais grudada em Zezé di Camargo
"Nunca entro em debate sobre as escolhas pessoais do meu pai, mãe, irmã, tios. Eu os amo e apoio em tudo. Quando, e se existe, algo que acho que está fora do lugar falo diretamente com eles com todo o respeito que eles me ensinaram a ter pelas opiniões e pensamentos do próximo", explicou Camilla.
 
Aos 28 anos, ela que já tem dez de carreira, acredita ser esse um momento especial. Depois de 15 peças e uma participação especial na novela "Em Família", Camilla resolveu aceitar o convite para fazer cinema. "O João gostou de alguns trabalhos meus e me chamou. Fiquei superfeliz porque interpreto a Marina, uma personagem leve, de boa índole e do amor. Ela se apaixona pelo Júlio, Caio Castro, que tem envolvimento com o tráfico de drogas e acaba também entrando nesse mundo. E aí a vida dela, que sempre foi tranquila, acaba ficando bem mais difícil", revelou.
 
"Travessia" foi rodado em Salvador e tem estreia prevista para o primeiro semestre de 2015. Até lá, Camilla sabe que não vai ter como fugir da curiosidade das pessoas sobre a sua primeira cena de sexo e ainda mais com um dos galãs da televisão brasileira. "Encaramos todas as cenas com a seriedade que elas mereciam. Eu já estava preparada e consciente de que existiriam essas cenas sem roupa, a equipe ficou bastante reduzida para essas gravações, houve todo um cuidado", contou. 
 
Reprodução/Instagram/Camilla_Camargo
Durante as gravações do filme 'Travessia", em Salvador, Camilla visitou o Pelourinho
 
A atriz  também falou sobre a atuação de Caio Castro. "Ele estava bem à vontade e foi um parceiro bacana. A cena é forte, mas não é gratuita. Acho que vai ficar muito bonita", apostou Camilla, que já foi apontada como affair do jovem ator . "Não é agradável ver seu nome associado a boatos, coisas que não tem pé nem cabeça. Mas, talvez por ter crescido numa família que tem pessoas conhecidas do público, consigo encarar de uma forma leve, não fico remoendo. Estou solteira".
Solteira, mas cheia de compromissos profissionais, Camilla ri do comentário e assume que já está acertada para produzir um musical sobre a cantora mexicana Selena, morta há 19 anos por uma fã. "Sou grande admiradora dela sim. Adoro as músicas, acho a história de vida dela linda, embora o desfecho tenha sido trágico. Eu sabia que o Walter Negrão também adorava a Selena, por isso marcamos uma reunião e, logo que expliquei a ideia do projeto, ele topou na hora", contou a atriz que além de protagonizar será a coprodutora da encenação.
"Estou superanimada. Acredito que até o final do ano a gente já começa a tocar os trabalhos", explicou Camilla que ainda não tem nada oficial para voltar à televisão. "Espero que pinte algo em breve,né? É um veículo que quero muito poder fazer mais e mais", finalizou.
Leia mais em: http://zip.net/bdprfl

Paolla Araújo ataca candidatas do Miss Bumbum: "Fake", "muito magrinhas"

o BOL, em São Paulo
  • MBB4/Divulgação
    28.ago.2014 - Paola Araújo representa Sergipe no concurso Miss Bumbum 2014
    28.ago.2014 - Paola Araújo representa Sergipe no concurso Miss Bumbum 2014
Parece que a rivalidade entre as candidatas ao Miss Bumbum 2014 está aumentando cada vez mais. A última que esteve no ataque foi Paolla Araújo, candidata representante de Sergipe, que está figurando na lanterninha do ranking de votos no site oficial do concurso.
Em entrevista ao Ego, a beldade não deixou barato para Claudia Alende, representante do Paraná e líder na preferência do voto popular para eleger o bumbum mais bonito do Brasil. "Ela é bem bonita, mas é 'fake'. Usa lente de contato e de corpo não é tudo isso, não. É bem magrinha", disparou Paolla, que é campeã de fisiculturismo e formada em Logística.
Sobrou também para as gêmeas do Miss Bumbum, Graziella Fornazieri e Rafaella Fornazieri, que estão representando os Estados do Acre e Alagoas, respectivamente: "Essas então! Estão bem longe de terem os requisitos exigidos pelo concurso. São muito magrinhas. Nas fotos são uma coisa, mas pessoalmente são outra, completamente diferentes. Não mereciam estar no concurso", declarou Paolla.
Ampliar

Veja fotos das candidatas do concurso Miss Bumbum 2014171 fotos

137 / 171
26.ago.2014 - Líder da votação popular oficial do Miss Bumbum 2014, Claudia Alende, representante do Paraná, diz que sofre bullying das outras participantes do concurso. De acordo com a sósia da atriz Megan Fox, as outras concorrentes a tratam de forma diferente sempre que participam de algum evento. "É muito chato ter que passar por isso. As meninas me olham estranho e formam conversas paralelas, chegam a reclamar com a organização do concurso afirmando que estou trapaceando", afirmou em entrevista ao EgoDivulgação
A beldade também se mostrou inconformada com os resultados das últimas edições do Miss Bumbum. "Existe um preconceito com as morenas e o povo gosta mais das loiras. Basta ver as últimas vencedoras, todas loiras. A Claudia só lidera porque fizeram um grande marketing em cima do fato dela ser sósia da Megan Fox", completou a moça.
(Com informações do Ego)
Leia mais em: http://zip.net/bhpq2S

Miss Bumbum 2014 fazem novos ensaios sensuais





















Veja Mais


Com ajuda de Dilma, ministro do TCU emplacou mulher no STJ e irmão no TST

Política

Flagrante de fisiologismo: como um ministro do TCU se pôs a serviço de Dilma para emplacar a mulher em um cargo

Mensagens da Casa Civil da Presidência da República revelam como funciona a troca de favores entre autoridades e seus padrinhos políticos. Ministro do TCU conseguiu indicar a esposa para o Superior Tribunal de Justiça e o irmão para o Tribunal Superior do Trabalho com a ajuda de Dilma Rousseff. Antes disso...

Robson Bonin e Hugo Marques
O ministro Walton Alencar: ele dava atenção especial a processos de interesse do governo em troca da nomeação da mulher para uma vaga no STJ
O ministro Walton Alencar: ele dava atenção especial a processos de interesse do governo em troca da nomeação da mulher para uma vaga no STJ (VEJA)
No organograma dos poderes, o Tribunal de Contas da União (TCU) exerce o papel de guardião dos cofres públicos. Do superintendente de uma repartição federal na Amazônia ao presidente da República, ninguém está livre de prestar contas ao órgão. É do TCU a missão de identificar e punir quem rouba e desperdiça dinheiro público, seja um servidor de terceiro escalão, um ministro de Estado ou uma dezena de diretores da Petrobras. Enfrentar interesses poderosos é da natureza do trabalho do tribunal. Por isso, seus ministros gozam de prerrogativas constitucionais, como a vitaliciedade no cargo, destinadas a lhes garantir autonomia no exercício da função. No mundo ideal, o TCU é plenamente independente. Na prática, troca favores com o governo, sujeita-se às ordens do Palácio do Planalto e, assim, contribui para alimentar a roda do fisiologismo, mal que a corte, em teoria, deveria combater. VEJA teve acesso a um conjunto de mensagens que mostram que há ministros dispostos a servir aos poderosos de turno a fim de receber generosas contrapartidas, como a nomeação de parentes para cargos de ponta.
Trocadas durante o segundo mandato do presidente Lula, as mensagens revelam o ministro Walton Alencar, inclusive quando comandava o TCU, no pleno gozo de uma vida dupla. Nos julgamentos em plenário e nas manifestações públicas, Walton era o magistrado discreto, de perfil técnico, que atuava com rigor e independência. Em privado, era o informante, os olhos e os ouvidos no TCU de Dilma Rousseff, à época chefe da Casa Civil, e de Erenice Guerra, então braço-direito da ministra. Walton pôs o cargo e a presidência do tribunal a serviço da dupla. E o fez não por mera simpatia ou simples voluntarismo. Em troca, ele recebeu ajuda para emplacar a própria mulher, Isabel Gallotti, no cargo de ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ). A trama toda ficou registrada em dezenas de mensagens entre Walton e Erenice, apreendidas em uma investigação da Polícia Federal. Com a colaboração das mulheres mais poderosas do Palácio do Planalto no segundo mandato de Lula, Walton conseguiu mobilizar um espantoso generalato de autoridades para defender a indicação da esposa.

Fonte: VEJA

Lula (ainda) resiste a atacar Marina Silva

Ele não quer bater nela

lula e marina
Trajetórias semelhantes
O PT conta com Lula na tarefa de desconstrução de Marina Silva. O problema é que Lula não se mostra disposto – ao menos até agora – a bater em Marina diretamente. Já disse a interlocutores que a biografia de Marina, semelhante à dele, dificulta o ataque.
A propósito de desconstruir Marina Silva, tanto o PSDB quanto o PT vislumbram, nos bastidores, um caminho para desgastar Marina. Encontrar algum desvio de conduta nas gestões de Fábio Lima, marido da ex-senadora. Fábio trabalhou por mais um uma década em governos petistas do Acre.
Como antídoto a esse tipo de ataque, Marina costuma mostrar a interlocutores um pedido de investigação sobre as atividades do marido feito por ela ao Ministério Público.
Por Lauro Jardim

Fonte: VEJA

Marina muda capítulo sobre casamento gay de programa

Marina muda capítulo sobre casamento gay de programa

Nova versão do plano de governo opta por uma redação genérica sobre o tema; capítulo sobre energia nuclear também foi alterado neste sábado

Marina Silva e Beto Albuquerque lançam programa de governo em SP
Marina Silva e Beto Albuquerque lançam programa de governo em SP (Divulgação/VEJA)
A coordenação da campanha da candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, fez uma modificação substancial no capítulo "LGBT" (lésbicas, gays, bissexuais e transexuais) doprograma de governo divulgado na sexta-feira. Na página 216, constava que a candidata defendia "apoiar propostas em defesa do casamento civil igualitário" e a "aprovação dos projetos de lei e da emenda constitucional em tramitação, que garantem o direito ao casamento igualitário na Constituição e no Código Civil". A campanha, entretanto, decidiu recuar e optou por uma redação mais genérica: "Garantir os direitos oriundos da união civil entre pessoas do mesmo sexo".

versão inicial surpreendeu até mesmo a comunidade LGBT, já que Marina é evangélica e nunca defendeu o casamento gay. Em nota, a campanha afirmou que o documento anunciado ontem contém "falha processual na editoração" e "incorporou uma redação do referido capítulo que não contempla a mediação entre os diversos pensamentos que se dispuseram a contribuir para sua formulação e os posicionamentos de Eduardo Campos e Marina Silva a respeito da definição de políticas para a população LGBT". Segue a nota: "Convém ressaltar que, apesar desse contratempo indesejável, tanto no texto com alguns equívocos como no correto, permanece irretocável o compromisso irrestrito com a defesa dos direitos civis dos grupos LGBT e com a promoção de ações que eduquem a população para o convívio respeitoso com a diferença e a capacidade de reconhecer os direitos civis de todos".
Trechos – Na página 215 do programa,  o texto dizia: "Ainda que tenhamos dificuldade para admitir, vivemos em uma sociedade sexista, heteronormativa e excludente em relação às diferenças". E ressaltava que "uma sociedade em que somente a maioria – seus valores, tabus e interesses – é atendida pelo poder político, enquanto minorias sociais e sexuais silenciam, não pode ser considerada democrática".
A nova redação do tema ficou assim: "Ainda que tenhamos dificuldade para admitir, vivemos em uma sociedade que tem muita dificuldade de lidar com as diferenças de visão de mundo, de forma de viver e de escolhas feitas em cada área da vida. Essa dificuldade chega a assumir formas agressivas e sem amparo em qualquer princípio que remeta a relações pacíficas, democráticas e fraternas entre as pessoas".
A versão modificada aponta ainda que "a democracia só avança se superar a forma tradicional de supremacia da maioria sobre a minoria e passar a buscar que todos tenham formas dignas de se expressar e ter atendidos seus interesses. Os grupos LGBT estão entre essas minorias que têm direitos civis que precisam ser respeitados, defendidos e reconhecidos, pois a Constituição Federal diz que todos são iguais perante a lei".
Nuclear – A segunda correção foi a exclusão da energia nuclear como fonte importante de geração de energia para o país. Na página 144, o programa de energia nuclear foi apontado como um dos que merecem atenção para aperfeiçoamento e aumento de sua participação na matriz energética brasileira.
Contudo, a campanha informou que, sobre o tema, o que deve ser seguido está na página 65, no item 3: "Realinhamento da política energética para focar nas fontes renováveis e sustentáveis, tanto no setor elétrico como na política de combustíveis, com especial ênfase nas fontes renováveis modernas (solar, eólica, de biomassa, geotermal, das marés, dos biocombustíveis de segunda geração".

(Com Estadão Conteúdo)
Fonte: VEJA

Dilma muda o alvo e parte para o ataque contra Marina

Dilma muda o alvo e parte para o ataque contra Marina

Um dia depois dos novos números do Datafolha, presidente-candidata sugere que a adversária é autoritária e suas propostas são 'fundamentalistas obscurantistas e retrógradas'

Felipe Frazão, de Jales, com imagens de Ivan Pacheco
Foto 1 / 9
AMPLIAR FOTOS
A presidente e candidata à reeleição, Dilma Rousseff, durante evento na cidade de Jales, no interior paulista. No evento também compareceu o vice-presidente Michel Temer, o Deputado Estadual Baleia Rossi e o candidato ao governo do Estado, Paulo Skaf
A presidente e candidata à reeleição, Dilma Rousseff, durante evento na cidade de Jales, no interior paulista. No evento também compareceu o vice-presidente Michel Temer, o Deputado Estadual Baleia Rossi e o candidato ao governo do Estado, Paulo Skaf - Ivan Pacheco/VEJA.com
A resposta veio rápido. Em um comício na cidade de Jales, no interior de São Paulo, a presidente-candidata Dilma Rousseff deixou de lado a artilharia contra o PSDB e dirigiu suas críticas a Marina Silva (PSB), seguindo à risca a orientação do PT para centrar fogo na nova rival direta pela disputa ao Palácio do Planalto.
"Numa democracia, quem não governa com partidos está flertando com o autoritarismo. No mundo, não há um único lugar em que se governa sem partidos", disse a petista. Filiada ao PSB somente para disputar as eleições, Marina é idealizadora da Rede Sustentabilidade, partido que foi barrado pela Justiça Eleitoral, e crítica das agremiações regidas pelo que chama de "velha política". Uma das linhas de ação traçadas pelo PT é martelar que, se eleita, Marina não terá respaldo dos partidos no Congresso Nacional que hoje apoiam Dilma.

Pesquisa Datafolha divulgada na noite de sexta pela TV Globo apontou crescimento meteórico de Marina, que agora aparece empatada com Dilma na liderança da corrida, ambas com 34% das intenções de votos. O tucano Aécio Neves, que ocupava a segunda posição, agora está em terceiro, com 15%. Na simulação de segundo turno, Marina venceria Dilma com vantagem de dez pontos porcentuais.

Sem citar nominalmente Marina, que ontem lançou seu plano de governo, a petista disse que as propostas da adversária são “fundamentalistas, obscurantistas e retrógradas”. “Sabe o que acontece com propostas aventureiras, obscurantistas e atrasadas? Elas fazem parte de uma proposta aparentemente avançada, mas que é demagógica e que, sobretudo, não sei a que interesse serve. Por isso fiquem atentos, olho aberto. Vai afetar a vida de todos nós.”
Ao lado do vice, Michel Temer, anfitrião do ato, a petista também fez um aceno direto ao PMDB, que chamou de "partido da democracia". O comício no Oeste paulista é uma tentativa de atrair prefeitos e lideranças regionais do PMDB para minimizar a rejeição à presidente no Estado de São Paulo. "O Brasil precisa, nesta eleição, conhecer a verdade que existe aqui em São Paulo e que é oculta", afirmou Dilma, sugerindo que o governo estadual, administrado pelo PSDB, esconde parcerias com a administração federal. "O Estado tem de fazer parceira com o município. O que não é certo é esconder a parceria." "Colocamos aqui em São Paulo, recursos no Minha Casa, Minha Vida e teve casas entregues e casas que estão por entregar. Foram beneficiadas 2,4 milhões de pessoas e tem gente que diz que foram eles que fizeram o Minha Casa, Minha Vida", afirmou.
Em mais uma referência a Marina, Dilma defendeu a exploração do pré-sal e afirmou que o país poderia perder 1,3 trilhão de reais em investimentos. “Isso é tirar dinheiro para ampliar creche, porque está na criança a raiz da desigualdade. A gente tem de dar a mesma oportunidade para os brasileirinhos e brasileirinhas", discursou. “Aqui estão aqueles que acham que a Petrobras e o pré-sal não só têm de ser preservados como têm de ser estimulados, que acreditam que a Petrobras é uma grande empresa, que não querem reduzir seu papel e sabem que o Brasil precisa não só do petróleo, mas de transformar essa riqueza finita em perene, num passaporte para o futuro, para a educação.”


Nova pesquisa Datafolha sobre a corrida presidencial

Nova pesquisa Datafolha sobre a corrida presidencial

Fonte: VEJA

LEITURA ORANTE‏

Posted: 29 Aug 2014 08:01 PM PDT

Os empregados foram solicitados para tomar conta da propriedade.
Preparo-me, com meus irmãos e irmãs internautas, para a Leitura Orante, rezando:
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
Jesus Mestre, creio com viva fé
que estais aqui presente, junto de mim,
para indicar-me o caminho que leva ao Pai.
Iluminai minha mente, movei meu coração,
para que esta meditação produza em mim frutos de vida.
(Bv. Tiago Alberione)

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente, na Bíblia, o texto: Mt 25,14-30,  observo as palavras de Jesus e o sentido da parábola que conta.
Jesus continuou:
- O Reino do Céu será como um homem que ia fazer uma viagem. Ele chamou os seus empregados e os pôs para tomarem conta da sua propriedade. E lhes deu dinheiro de acordo com a capacidade de cada um: ao primeiro deu quinhentas moedas de ouro; ao segundo deu duzentas; e ao terceiro deu cem. Então foi viajar. O empregado que tinha recebido quinhentas moedas saiu logo, fez negócios com o dinheiro e conseguiu outras quinhentas. Do mesmo modo, o que havia recebido duzentas moedas conseguiu outras duzentas. Mas o que tinha recebido cem moedas saiu, fez um buraco na terra e escondeu o dinheiro do patrão.
- Depois de muito tempo, o patrão voltou e fez um acerto de contas com eles. O empregado que havia recebido quinhentas moedas chegou e entregou mais quinhentas, dizendo: "O senhor me deu quinhentas moedas. Veja! Aqui estão mais quinhentas que consegui ganhar."
- "Muito bem, empregado bom e fiel", disse o patrão. "Você foi fiel negociando com pouco dinheiro, e por isso vou pôr você para negociar com muito. Venha festejar comigo!"
- Então o empregado que havia recebido duzentas moedas chegou e disse: "O senhor me deu duzentas moedas. Veja! Aqui estão mais duzentas que consegui ganhar."
- "Muito bem, empregado bom e fiel", disse o patrão. "Você foi fiel negociando com pouco dinheiro, e por isso vou pôr você para negociar com muito. Venha festejar comigo!"
- Aí o empregado que havia recebido cem moedas chegou e disse: "Eu sei que o senhor é um homem duro, que colhe onde não plantou e junta onde não semeou. Fiquei com medo e por isso escondi o seu dinheiro na terra. Veja! Aqui está o seu dinheiro."
- "Empregado mau e preguiçoso!", disse o patrão. "Você sabia que colho onde não plantei e junto onde não semeei. Por isso você devia ter depositado o meu dinheiro no banco, e, quando eu voltasse, o receberia com juros."
- Depois virou-se para os outros empregados e disse: "Tirem dele o dinheiro e deem ao que tem mil moedas. Porque aquele que tem muito receberá mais e assim terá mais ainda; mas quem não tem, até o pouco que tem será tirado dele. E joguem fora, na escuridão, o empregado inútil. Ali ele vai chorar e ranger os dentes de desespero."
Nesta parábola, Jesus fala da colaboração das pessoas. O primeiro e o segundo empregados, definidos pelo seu patrão como "servo bom e fiel", são cumpridores de sua tarefa e considerados fiéis ou confiáveis.
O terceiro  foi julgado como "mau e preguiçoso", pois não fez render nada do que lhe foi confiado. Pelas suas palavras demonstrou que o medo do risco o paralisou e a preguiça o tornou inerte, omisso. Jesus, nesta parábola em que fala em termos econômicos, diz que é preciso investir, criar rendimentos para o Reino. Estes investimentos e rendimentos podem ser definidos como crescimento na fé, na ética, na justiça, na coerência com o ser cristão, na vivência fraterna.

Evangelho do dia‏

Sábado, 30 de Agosto de 2014.
Santo do dia: Beata Maria Rafols, virgem
Cor litúrgica: verde
Evangelho de hoje: São Mateus 25, 14-30
Primeira leitura: Coríntios 1, 26-31
Leitura da primeira carta de São Paulo aos Coríntios:

26Irmãos, considerai vós mesmos como fostes chamados por Deus. Pois entre vós não há muitos sábios de sabedoria humana nem muitos poderosos nem muitos nobres. 27Na verdade, Deus escolheu o que o mundo considera como estúpido, para assim confundir os sábios; Deus escolheu o que o mundo considera como fraco, para assim confundir o que é forte. 28Deus escolheu o que para o mundo é sem importância e desprezado, o que não tem nenhuma serventia, para assim mostrar a inutilidade do que é considerado importante, 29para que ninguém possa gloriar-se diante dele. 30É graças a ele que vós estais em Cristo Jesus, o qual se tornou para nós, da parte de Deus: sabedoria, justiça, santificação e libertação, 31para que, como está escrito, “quem se gloria, glorie-se no Senhor”.

- Palavra do Senhor
- Graças a Deus

Canal do Ensino | Guia de Educação

Canal do Ensino | Guia Gratuito de Educação

Posted: 29 Aug 2014 06:00 AM PDT
Olá pessoal! O documentário dirigido por João Jardim “Pro dia nascer Feliz”, aborda o sistema educacional brasileiro, descrevendo realidades escolares de diferentes contextos sociais, econômicos e...
Posted: 29 Aug 2014 05:45 AM PDT
Olá leitores! Estamos vivenciando situações de educação online. Com novas mídias inseridas no cotidiano educacional, surge a possibilidade de uma educação mais interativa, em que a concepção de um...
Posted: 29 Aug 2014 05:30 AM PDT
Olá Leitores! Duas vezes ao ano o Grupo de Educação Fiscal de São Paulo promove gratuitamente em parceria com a Escola de Administração Fazendária – ESAF o curso online de Disseminadores de...