Buscar

19 agosto 2014

Eliane Novais (PSB) é entrevistada pelo CETV 2ª edição

Eliane Novais (PSB) é entrevistada pelo CETV 2ª edição

Veja entrevista com a candidata do PSB ao governo do Ceará.
CETV faz série de entrevistas com os candidatos ao governo.


 A candidata do PSB ao governo do Ceará, Eliane Novais, abriu, nesta segunda-feira (18), série de entrevistas no CETV 2 com candidatos ao governo do Ceará. O candidato Eunício Oliveira(PMDB) será o entrevistado em estúdio desta terça-feira (19) e o candidato Camilo Santana (PT), da quarta-feira (20).  A ordem das entrevistas foi definida por sorteio com a presença de assessores dos candidatos.
Veja acima a íntegra, em vídeo, da entrevista com Eliane Novais.  Abaixo, a entrevista transcrita na íntegra.
Cíntia Lima: boa-noite, candidata.
Eliane Novais: boa-noite, Cíntia, boa-noite a todos os que nos escutam
Cíntia Lima: por que a senhora acredita que reúne condições para ser governadora? Não lhe falta experiência pública, experiência de governo?
Eliane Novais: não. Eu me sinto bem capacitada pra essa função. Primeiro porque sou servidora pública, já fui da Cagece, a Companhia de Água e Esgoto, já fui da Secretaria de Infraestrutura do Estado do Ceará e, portanto, tenho mais de 30 anos de serviço público e isso me credencia sim a ser a futura governadora do Ceará. Portanto, conheço a máquina pública e pra nós isso, com certeza esse conhecimento de mais de 30 anos que temos de serviço público, sabemos bem no serviço aquilo que precisa melhorar, aquilo que precisa ser prioridade, o diálogo com os servidores públicos, o diálogo com as diversas categorias, acho que esse é o grande mote pra esse novo governo. Esse novo governo precisa, Cíntia, de um modelo de gestão novo. O que está estabelecido aí é um modelo de gestão desgastado, sem diálogo, sem diálogo com os movimentos sindicais, sem diálogo com movimentos sociais, sem diálogo com os servidores públicos. Esse diálogo precisa ser restabelecido. Então a nova forma de governar com certeza será uma novidade para esse novo governador ou a nova governadora que eu estou me propondo a ser.
Cíntia Lima: a senhora vai contratar ou demitir servidores públicos no seu governo? Como é que vai tratar os comissionados?
Eliane Novais: olha, na verdade o que nós queremos fazer é concurso público. Eu acho que concurso público é a forma mais justa para que a gente possa de fato estabelecer um critério digno. Acho que uma das grandes críticas que nós fizemos a esse governo foi exatamente isso. Precisamos estabelecer concurso público. De que adianta tantos hospitais, de que adianta tantas UPAs, policlínicas, hospitais? Se não foi feito nenhum concurso público? Então o critério mais justo será fazer concurso público para as diversas categorias que são necessárias. Ao ganhar o governo nós vamos ter três meses de gestão, de transição, para que a gente faça o diagnóstico e veja quantos servidores terceirizados que tem no Governo do Estado do Ceará e aí estabelecer que critérios de concurso público que nós vamos fazer.
Cíntia Lima: as pesquisas apontam a saúde como principal problema da população. O que senhora vai fazer na prática para melhorar a saúde no Ceará?
Eliane Novais: acabei de dizer. De que adianta tantos prédios públicos importantes, UPAs, policlínicas, se nós não temos gestão? O nosso governo pretende fazer gestão e aí colocar pra funcionar o que já existe, manter o que já existe, colocar medicamentos nos hospitais, prestar serviço humanizado. A prestação de serviço que chega na ponta é algo desumanizado. Filas intermináveis, os usuários reclamam de tudo aquilo, que não são bem atendidos, portanto nós queremos, no nosso governo, humanizar a saúde e fazendo gestão tenho certeza de que nós vamos humanizar a saúde.
Cíntia Lima: a senhora é a favor ou contra o Ronda do Quarteirão?
Eliane Novais: olha, o Ronda foi concebido para ser uma polícia comunitária. Na verdade, isso não aconteceu de fato. Então, no pacto pela vida que vamos adaptar ao estado do Ceará são 70 ações, e logicamente nós vamos transformar o Ronda do Quarteirão na concepção mais justa que merece que é pactuando com a sociedade, pactuando com o Ministério Público.
Cíntia Lima: mas o Ronda do Quarteirão continua?
Eliane Novais: o Ronda do Quarteirão terá a concepção que ele foi concebido, mas não o fez de fato. Nesse governo, o Ronda do Quarteirão não usou aquilo que é a concepção dele, que é a polícia comunitária. Então, no pacto pela vida nós vamos introduzir o Ronda do Quarteirão para estabelecer as ações pactuadas com a sociedade. E aí eu, como governadora do Estado, vou gerir o pacto pela vida e governar não com autoritarismo, mas com autoridade e conversando com a população.
Cíntia Lima: trinta segundos para as considerações finais
Eliane Novais: as considerações finais é dizer que nós estamos capaz sim de governar esse Ceará, com coragem para mudar o Ceará. Isso significa que nós queremos governar e tornar o povo prioritário e logicamente governando conosco, aqui, numa forma participativa. Esse será o grande modelo de gestão que nós vamos adotar no nosso governo. Nós vamos dialogar com você.
Fonte: G1

Agricultor é assassinado a golpes de foice no interior do Ceará

Agricultor é assassinado a golpes de foice no interior do Ceará

Crime ocorreu no município de Baturité.
Suspeito foi preso e crime pode ter relação com um acerto de contas.


Um agricultor de 54 anos foi morto na manhã de segunda-feira (18), a golpes de foice, no município de Baturité, a 100 Km de Fortaleza. Segundo o Comando de Policiamento do Interior (CPI), a motivação do homicídio ainda é desconhecida, mas pode ter relação com um acerto de contas.
Segundo os policiais, as buscas seguiram graças a denúncias anônimas que levou até a residência de um suspeito.
Uma equipe da Polícia Militar fez buscas na área e conseguiu prender o suspeito de praticar o crime. A Delegacia Regional de Baturité (9ª Região) vai investigar o caso
Fonte: G1

Ex-médico Roger Abdelmassih é preso no Paraguai, diz PF

Ex-médico Roger Abdelmassih é preso no Paraguai, diz PF

Prisão foi efetuada em Assunção pelo governo paraguaio com apoio da PF. Condenado a 278 anos de prisão, Abdelmassih era procurado desde 2011.


Entrevista em São Paulo em 2009 com o médico Roger Abdelmassih, que à época era dono da maior clínica de reprodução assistida do Brasil e já enfrentava acusações de crimes sexuais (Foto: Sérgio Neves/Estadão Conteúdo/Arquivo)Em 2009, Abdelmassih já se defendia das acusações. (Foto: Sérgio Neves/Estadão Conteúdo/Arquivo)
O ex-médico Roger Abdelmassih, de 70 anos, foi preso nesta terça-feira (19) em Assunção, capital do Paraguai, de acordo com a Polícia Federal (PF). Ele foi preso por agentes ligados à Secretaria Nacional Antidrogas do governo paraguaio com apoio da Polícia Federal brasileira.
Segundo a PF, após o procedimento de deportação sumária, Abdelmassih dará entrada no Brasil por Foz do Iguaçu (PR), cidade na fronteira com o Paraguai, e depois será transferido para São Paulo.
Mapa do Paraguai (Foto: Arte/G1)
O ex-médico era considerado um dos principais especialista em reprodução humana no Brasil. Após sua condenação e fuga, passou a ser um dos criminosos mais procurados pela Polícia Civil do estado de São Paulo. A recompensa por informações sobre seu paradeiro era de R$ 10 mil.
Denúncias e condenação
Roger Abdelmassih foi acusado por 35 pacientes que disseram ter sido atacadas dentro da clínica que ele mantinha na Avenida Brasil, na região dos Jardins, área nobre da cidade de São Paulo. Ao todo, as vítimas acusaram o médico de ter cometido 56 estupros.
As denúncias contra o médico começaram em 2008. Abdelmassih foi indiciado em junho de 2009 por estupro e atentado violento ao pudor. Ele chegou a ficar preso de 17 de agosto a 24 de dezembro de 2009, mas recebeu do Supremo Tribunal Federal (STF) o direito de responder o processo em liberdade.
Em 23 de novembro de 2010, a Justiça o condenou a 278 anos de reclusão. Abdelmassih não foi preso logo após ter sido condenado porque um habeas corpus do Superior Tribunal de Justiça (STJ) dava a ele o direito de responder em liberdade.
O habeas corpus foi revogado pela Justiça em janeiro de 2011, quando ex-médico tentou renovar seu passaporte, o que sugeria a possibilidade de que ele tentaria sair do Brasil. Como a prisão foi decretada e ele deixou de se apresentar, passou a ser procurado pela polícia.
Em maio de 2011, Abdelmassih teve o registro de médico cassado pelo Conselho Regional de Medicina de São Paulo.
Médico alegava inocência
O ex-médico sempre alegou inocência. Chegou a dizer que só ‘beijava’ o rosto das pacientes e vinha sendo atacado por um "movimento de ressentimentos vingativos". Mas, em geral, as mulheres o acusaram de tentar beijá-las na boca ou acariciá-las quando estavam sozinhas - sem o marido ou a enfermeira presente.
Algumas disseram ter sido molestadas após a sedação. De acordo com a acusação, parte dos 8 mil bebês concebidos na clínica de fertilização também não seriam filhos biológicos de quem fez o tratamento.
Fonte: G1

Programas de Luizianne não vão ao ar e geram crise com coligação de Camilo

Programa da petista fazia menção ao candidato Camilo Santana, mas não a Mauro Filho

A petista acusa o governador Cid Gomes (Pros) de ter interferido junto à coordenação da coligação no sentido de "vetar" divulgação de seu material

Apesar do início do Horário Eleitoral Gratuito, programas em rádio e TV da ex-prefeita Luizianne Lins (PT) não foram ao ar nesta terça-feira, 19. A petista, que é candidata à deputada federal, acusa o governador Cid Gomes (Pros) de ter interferido junto à coordenação da coligação no sentido de “vetar”divulgação de seu material. Ela afirma que levará o caso à Justiça ainda nesta terça e abre crise com a chapa petista.

“Eu já tinha enviado o programa para a coordenação da campanha, que tinha dado o ok para a divulgação. Depois, soube que o problema era o Cid. Vamos recorrer, para recuperar isso em até 24h”, diz Luizianne, que diz ter acertado com o presidente nacional do PT, Rui Falcão, divulgação do material. Ela diz desconhecer as razões do veto: “Eles nem se preocupam em argumento, querem passar trator por cima, como na ditadura”, afirma.
Segundo ela, seu programa tinha cerca de vinte segundos, apenas com gravações em estúdio, e exibia imagem do candidato ao governo Camilo Santana (PT) e da candidata à Presidência Dilma Rousseff (PT). Candidato ao Senado pela mesma chapa, Mauro Filho (Pros) não era mencionado. Além disso, o programa de Luizianne não seguia estética padrão dos demais candidatos da coligação.
Luizianne é uma das duas candidaturas do PT com mais tempo que os demais, alcançando vinte segundos. No primeiro programa, a petista destacava avanços de sua gestão na Prefeitura de Fortaleza e prometia novas ações no Congresso Nacional – sem fazer menção ao governo Cid Gomes (Pros).
Aliado de Luizianne, Eudes Xavier (PT) também teve seu programa "cortado" do ar nesta 
terça. O deputado, que não citava nem Mauro nem Camilo em sua gravação, diz ter enviado vídeo em tempo hábil.
Coligação
Procurado pela reportagem, um dos coordenadores da campanha de Camilo, deputado Nelson Martins (PT), disse nao terem fundamento as acusações de Luizianne. A princípio, ele não soube explicar razões de o programa da petista não ter ido ao ar, mas negou qualquer intervenção de Cid Gomes no processo. "Não existe isso da parte do governador", disse.
Em contato com O POVO Online, a assessoria de imprensa da coligação de Camilo nega qualquer veto ao programa de Luizianne. Segundo ela, as gravações integram uma programação estipulada pela coordenação e devem ser exibidas nos próximos dias. De acordo com a coligação, todos os candidatos que gravaram terão seus programas exibidos.
mais informações em instantes
Fonte: O POVO

Candidatos à Presidência lembram Eduardo Campos

PROPAGANDA ELEITORAL
Candidatos à Presidência lembram Eduardo Campos
Homenagens ao ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, morto na última quarta-feira (13) em um acidente aéreo em Santos (SP), deram o tom no primeiro programa dos três candidatos mais bem colocados nas pesquisas, hoje (19), no  horário eleitoral gratuito na televisão.

PSB
Campos foi lembrado por vários partidos, mas o tempo destinado à coligação Unidos pelo Brasil, liderada pelo PSB, que sustentava sua candidatura e a da ex-senadora Marina Silva, que disputaria a Vice-Presidência, foi integralmente usado para lembrar o ex-governador: a propaganda começou e terminou com declarações gravadas em que o presidenciável do PSB falava sobre carateríticas e desafios do povo brasileiro.

Em nenhum momento do programa, houve sinalizaçao sobre a formação oficial da nova chapa. Marcados por um tom de nostalgia, os dois minutos e três segundos serviram para reforçar os princípios que uniram as legendas. “Eduardo se foi, mas seus valores e ideais ficaram”, destacaram. Trechos do discurso selecionado pela coligação também enfatizaram  a união e a confiança de Campos na companheira de chapa, Marina Silva, apontada como a sua provável substituta.

PSDB

O candidado do PSDB, Aécio Neves, também usou parte do tempo (quatro minutos e 35 segundos) destinado à Coligação Muda Brasil para lembrar Eduardo Campos e ressaltar que ambos se conheceram no período das Diretas Já, quando trabalhavam com seus avós, Tancredo Neves e Miguel Arraes, ex-governadores de Minas Gerais e de Pernambuco, repectivamente.  Ao lembrar a amizade com o candidato do PSB, Aécio ressaltou que, como Campos, tem o objetivo de oferecer uma proposta de mudança na condução do país.

O senador mineiro criticou o atual governo dizendo que o Brasil de hoje é muito melhor do que o de décadas atrás, mas que, "infelizmente", a realidade vem mudando. "Hoje [o país] está pior do que estava há quatro anos. Conquistas estão em risco”, afirmou Aécio, ao apontar a inflação e afirmar que as taxas de crescimento da economia estão estagnadas. “O problema nunca foi – e não é o Brasil – mas a forma como o Brasil vem sendo governado”, completou Aécio, mantendo o discurso crítico que vem caracterizando sua participação em debates e declarações públicas.

PT
A candidata do PT à reeleição, Dilma Rousseff, foi a terceira a se apresentar. Parte do tempo da propaganda procurou refletir a rotina pessoal e profissional de Dilma, destacando sua experiência na chefia do Executivo nos últimos três anos e meio e o fato de ser ela a única mulher a ocupar a Presidência da República. Com 11 minutos e 24 segundos, Dilma afirmou que, à frente do país, “é preciso mater um leão por dia”. A propaganda da coligação Com a Força do Povo traçou comparações entre o atual governo e administrações anteriores, destacando a queda na taxa de desemprego e resultados de programas sociais, como o Minha Casa, Minha Vida e o Mais Médicos, além de obras de infraestrutura, diante de um cenário internacional de impacto da crise financeira.

Nos últimos minutos do programa da coligação liderada pelo PT, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva homenageou Eduardo Campos, que foi ministro da Ciência e Tecnologia durante seu governo. Lula manifestou pesar pela morte do ex-governador e disse que os ideais de Campos não serão esquecidos. “Sua luta continuará sendo nossa luta”, afirmou o ex-presidente.

PROPAGANDA ELEITORAL
A propaganda eleitoral dos candidatos à Presidência da República será apresentada na televisão às terças e quintas-feiras e aos sábados, das 7h às 7h25; e das 12h às 12h25 no rádio, e das 13h às 13h25 e das 20h30 às 20h55 na televisão. A ordem de apresentação dos partidos foi definida em sorteio feito pelo Tribunal Superior Eleitoral. Nos programas seguintes, será adotado sistema de rodízio, fazendo com que o partido ou a coligação que teve seu programa apresentado em último lugar passe a ser o primeiro e assim sucessivamente até o dia 2 de outubro.

* Com informações da Agência Brasil


Fonte: http://www.cearanews7.com.br/ver-noticia.asp?cod=19461

Ciro Gomes promete virada de Camilo Santana em 15 dias

TRANQUILIZANDO A MILITÂNCIA
Ciro Gomes promete virada de Camilo Santana em 15 dias
Por meio de seu perfil no Facebook, o secretário ataca Eunício Oliveira e prefeitos que aderiram à campanha do peemedebista.

Ciro Gomes (PROS), em postagem recente em sua página pessoal no Facebook, prometeu uma reviravolta na corrida governamental do Ceará, liderada atualmente por Eunício Oliveira (PMDB).

Para o secretário de Saúde do Estado, num primeiro momento, as pesquisas de intenção de voto refletem apenas o nível de conhecimento que os eleitores têm dos candidatos e, para ilustrar seu argumento, cita o exemplo da eleição de 2012 para a Prefeitura de Fortaleza.

“Fiquem tranquilos! Nesta data, o que pesquisas revelam é apenas o nível de conhecimento dos concorrentes. Só pra dar um exemplo recente, Roberto Cláudio, atual prefeito de Fortaleza, estava, nesta data,véspera da propaganda eleitoral, em quarto lugar, com apenas 8% e Elmano [de Freitas, do PT], que foi conosco ao segundo turno, estava em quinto lugar, com apenas 6%. Isto é completamente normal pra este momento!”, escreveu.

Ciro também argumenta que, só após o inicio da propaganda eleitoral, quando as propostas são apresentas, os eleitores têm subsídios suficientes para escolher seus representantes. Confiante na exposição no rádio e na televisão, o irmão de Cid garante uma reação de Camilo Santana em 15 dias. “Aguardem 15 dias de esclarecimento e propostas na televisão e voltaremos a conversar”, cravou.

Apesar da postura segura, vale lembrar que, num intervalo de apenas 24 horas, o secretário aumentou o tempo da virada de Camilo em cinco dias. De acordo com o jornal O Povo, ontem (18), em reunião com apoiadores do candidato petista em Maracanaú, ele garantiu que a reação de Camilo se daria em dez dias.

Na mesma postagem, Ciro Gomes questionou o crescimento patrimonial de Eunício, criticou sua ausência nos debates com candidatos ao Governo e minimizou a debandada de prefeitos para o lado do peemedebista. Segundo o irmão de Cid, parte das adesões “é pura mentira criada para criar impressão de já ganhou” e a outra parte foi conseguida à base de suborno.

Na estreia da TV, PT troca gerente por Dilma na cozinha

Na estreia da TV, PT troca gerente por Dilma na cozinha

Tucano Aécio Neves atacou condução econômica do país e lembrou a volta da inflação. PSB homenageou Eduardo Campos, mas não citou Marina Silva

Dilma, a 'dona de casa' do horário eleitoral
NA COZINHA – Dilma, a 'dona de casa' do horário eleitoral (Reprodução/VEJA)
Com quase o dobro do tempo dos seus principais adversários, a campanha da presidente-candidata Dilma Rousseff usou seu primeiro programa eleitoral na televisão, na tarde desta terça-feira, para tentar suavizar a imagem dura da petista, explicitando a primeira grande mudança na linha traçada pela equipe do marqueteiro João Santana para este ano: a "gerente" da campanha de 2010 deu lugar à personagem ligada à família, com ar emotivo em cenas cotidianas – até picando tomate e cozinhando macarrão.
A estreia da propaganda na TV também escancarou a desvantagem dos adversários da petista no tempo de exposição: enquanto Dilma tem 11 minutos e 24 segundos, o tucano Aécio Neves apareceu por 4 minutos e 35 segundos. A campanha de Eduardo Campos, morto em acidente aéreo na semana passada, que será herdada por Marina Silva, tem 2 minutos e 3 segundos.
Foi a campanha de Campos justamente a que abriu o programa na TV. Os dois minutos da coligação encabeçada pelo PSB foram usados para homenagear o ex-governador de Pernambuco, sem citações à futura candidata, Marina Silva, cuja chapa deverá ser oficializada até o final da semana.
Na sequência, Aécio usou seu espaço para criticar a administração Dilma e poupou Lula. "O Brasil que vinha bem perdeu o rumo", afirmou. "Quando o governo vira problema, tudo vira problema", disse. O foco foi a economia, estratégia que será repetida à exaustão pela campanha tucana: "Se a economia não cresce, ninguém cresce", disse, lembrando os telespectadores dos índices crescentes da inflação no país nos últimos anos.
A campanha de Dilma dedicou a maior parte do tempo a apresentá-la como uma presidente que trabalha muito, mas arruma tempo para atividades cotidianas – o programa exibido à tarde tradicionalmente é direcionado ao público de donas de casa. Em seguida, o filme petista seguiu com uma enxurrada de números da gestão e imagens aéreas cinematográficas de plataformas de petróleo, indústria e da própria Dilma vistoriando de helicóptero as usinas da Região Norte do país na semana passada.

O ex-presidente Lula apareceu duas vezes: inicialmente, para pedir um novo mandato para Dilma, a exemplo do que foi concedido a ele pelo eleitorado. "Ninguém se arrependeu de me dar o voto de novo. Você que está em dúvida, vote sem nenhum receio", disse. Depois, fechou o programa pegando carona na comoção que tomou o país com a morte de Eduardo Campos. A exemplo do que fez no rádio pela manhã, Lula disse que tinha "relação de pai e filho" com Campos e repetiu a frase do ex-governador pernambucano que virou lema do PSB: "Não vamos desistir do Brasil".
Palanque eletrônico – Apesar da importância das redes sociais, a propaganda eleitoral na TV ainda é o principal meio de divulgação dos candidatos. "A campanha na televisão continua sendo a principal janela através da qual o grosso da população toma conhecimento das candidaturas e das propostas de governo", diz o cientista político Paulo Kramer, professor do Instituto de Ciência Política da Universidade de Brasília (UnB).
Às terças, quintas e aos sábados, serão 25 minutos em cada bloco diário para a propaganda dos candidatos a presidente. Os outros 25 minutos servirão para os candidatos a deputado federal. No rádio, a propaganda vai ser veiculadas às 7h e às 12h. Na televisão, às 13h e às 20h. Às segundas, quartas e sextas, o tempo será destinado aos candidatos a governador, senador e deputado estadual ou distrital.

Fonte: VEJA

Andressa Ferreira provoca e posta foto nua

Namorada de Thammy Miranda publicou imagem em seu Instagram em que aparece deitada de bruços.


Andressa Ferreira compartilhou uma foto para lá de ousada em seu Instagram nesta terça-feira, 19. A namorada de Thammy Miranda aparece nua na imagem, deitada de bruços, com olhar provocante. "Pelas lentes do Studio Woody", legendou.
A modelo adora publicar imagem sensuais em suas redes sociais. Há alguns dias ela fez umaselfie com uma regata branca superdecotada, que destacou a sua cinturinha.
Andressa Ferreira (Foto: Reprodução/Instagram)Andressa Ferreira (Foto: Reprodução/InstagranFonte: EGO

Canal do Ensino | Guia de Educação‏

Canal do Ensino | Guia Gratuito de Educação

Posted: 19 Aug 2014 06:00 AM PDT
Olá leitores do Canal do Ensino! A Universidade de São Paulo - USP oferece 5 cursos a distância gratuitos com a mesma qualidade dos cursos de nível superior e MBA, que são dados por professores da...
Posted: 19 Aug 2014 05:50 AM PDT
Olá pessoal! Responder tantas questões do ensino fundamental e médio em aproximadamente cinco horas é um grande desafio . Para quem está inscrito no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), não basta...
Posted: 19 Aug 2014 05:35 AM PDT
Olá! Veja essas 52 dicas para você passar em concursos públicos. Estas dicas podem lhe ajudar a conquistar a tão esperada estabilidade de emprego. Tente por em prática estas dicas e você alcançará...
Posted: 19 Aug 2014 05:20 AM PDT
O evento reunirá os principais profissionais do setor em um dia de imersão em marketing digital. O Digitalks em parceria com o WebCongress realiza no dia 26 de agosto o Fórum de Marketing Digital...
Posted: 19 Aug 2014 05:15 AM PDT
Olá leitores do Canal do Ensino! Obras estão disponíveis para download gratuito. Livros fazem parte da coleção da Cultura Acadêmica, braço da Editora da UNESP. A Universidade Estadual..

PSB diz que viúva de Campos pode ser candidata a vice 'se quiser'

PSB diz que viúva de Campos pode ser candidata a vice 'se quiser'

Presidente do partido afirmou que Renata Campos é 'quadro excepcional' Dirigentes da legenda visitaram mulher e filhos de Campos no Recife.


Dirigentes do PSB visitam mulher de Campos no Recife (Foto: Mariana Oliveira)Dirigentes do PSB visitam mulher de Campos no Recife (Foto: Mariana Oliveira)
Dirigentes do PSB afirmaram neste sábado (16) que Renata Campos, mulher de Eduardo Campos, morto em acidente aéreo nesta semana, pode ser candidata a vice de Marina Silva, caso tenha interesse em concorrer às eleições.
Filiada ao PSB, Renata Campos apareceu entre as cotadas para ser vice de Marina, mas nada foi confirmado. Outro nome cotado para o cargo é o do deputado federal Beto Albuquerque (PSB-RS).
Após visitar a família neste sábado, Albuquerque disse que Renata Campos "é um grande quadro". "Se ela quiser [ser vice], será ela".
Presidente em exercício da legenda, Roberto Amaral disse que Renata poderia ser candidata a qualquer cargo. "Renata pode ser candidata a presidente, candidata a vice, candidata a governadora, vereadora. Ela é um quadro excepcional, não fiquem vendo a Renata apenas como esposa do Eduardo. É quadro politico da maior importância. Ela é mulher de fortaleza extraordinária."
Sobre se o nome de Renata seria colocado em discussão na legenda, Roberto Amaral foi taxativo: "Se ela autorizar."
'Pacto' com Marina
O presidente em exercício da legenda destacou que fez um "pacto" com Marina Silva para não discutir a nova composição da chapa do PSB antes do enterro de Eduardo Campos.
Ele voltou a lembrar que uma reunião da Executiva será realizada na próxima quarta (20) para definição do novo nome.
"Eu e companheiros da executiva fizemos uma visita a Marina, conversamos sobre o Brasil e nossas hipóteses, mas eu e Marina temos um pacto de enquanto Eduardo não for enterrado não vamos discutir política entre nós."
Roberto Amaral afirmou que, até o momento, só há o nome de Marina para disputar a Presidência.
Conforme o dirigente do PSB, o primeiro programa eleitoral, da próxima terça (19), será "dedicado a uma homenagem ao Eduardo".
Visita a Renata Campos
Roberto Amaral relatou que o encontro com Renata Campos foi não tratou de política.
"Não sei se vocês sabem. O Eduardo morreu, sofreu um acidente. Somos amigos dele, ele é o presidente do partido, era nosso líder, nosso candidato. Estamos feridos, muito feridos e doídos. Saí daqui, acabei de visitar a família dele, sua viúva, seus filhos. [Foi uma conversa] de beijos, troquei afagos com ela, choramos. Não há conversa que pode haver nesse momento entre nós e ela. É choro."
Fonte: G1

Quais são os riscos que uma mulher corre ao transar durante a menstruação?

Durante a menstruação, muitas mulheres abrem mão de usar camisinha por achar que estão mais "protegidas". Mas protegidas contra o quê? O Dr. Jairo Bouer, especialista em sexualidade, responde essa e outras dúvidas para que você tenha uma vida sexual muito mais saudável e prazerosa.

No novo programa @saúde, Jairo Bouer conta quem deve tomar a vacina contra HPV. Só as meninas é que precisam estar atentas ou vale para todas as mulheres que mantêm uma vida sexual ativa?
Por fim, o programa @saúde discute como fica a situação de quem tem um parceiro soropositivo, ou seja, alguém que tem o vírus da Aids. É possível manter uma relação sem medos? Só o uso da camisinha basta?
Confira as dicas de Jairo Bouer. E se você tiver alguma dúvida e quiser enviar ao especialista, o e-mail é drjairobouer@uol.com.br.
 

Três familiares do Papa Francisco morrem em acidente na Argentina

Três familiares do Papa Francisco morrem em acidente na Argentina

Dois sobrinhos-netos e a mãe deles morreram nesta terça em Córdoba. Papa pediu orações por sua dor após saber do acidente.


Bombeiros inspecionam o carro de Emanuel Bergoglio, sobrinho do Papa Francisco, que se envolveu em um acidente em Córdoba, na Argentina, nesta terça-feira (19). Emanuel ficou gravemente ferido. Sua mulher e seus dois filhos morreram. (Foto: DyN/AP)Bombeiros inspecionam o carro de Emanuel Bergoglio, sobrinho do Papa Francisco, que se envolveu em um acidente em Córdoba, na Argentina, nesta terça-feira (19). Emanuel ficou gravemente ferido. Sua mulher e seus dois filhos morreram. (Foto: DyN/AP)
Três familiares do Papa Francisco, dois sobrinhos-netos e a mãe de ambos, morreram nesta terça-feira (19) em um acidente de trânsito na província argentina de Córdoba (centro), informou à AFP a polícia.
Após saber do acidente, Francisco se declarou profundamente triste e pediu a todos que participem de sua dor orando por eles, informou o Vaticano.
"O Papa foi informado do trágico acidente ocorrido na Argentina com alguns de seus familiares e está profundamente triste. Pede a todos que participem de sua dor unindo-se a eles em orações", informou em comunicado o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi.
De acordo com o jornal argentino “La Nación”, foi descartada uma possível viagem do Papa para a Argentina.
O acidente aconteceu pouco depois da meia-noite, quando a família Bergoglio transitava pela auto-estrada Rosario-Córdoba.
O carro da família bateu na traseira de um caminhão que transportava milho e a polícia investiga as causas do acidente.
"Os falecidos são dois bebês, de 8 meses e 2 anos, e a mãe de ambos, enquanto o esposo de nome Horacio Bergoglio, sobrinho do Papa, encontra-se internado em estado grave", declarou a delegada Carina Ferreyra da polícia de Córdoba.
O sobrinho do papa está internado no hospital de Villa María com politraumatismos, mas até o momento não foi divulgado um boletim oficial sobre a gravidade dos ferimentos.
Horacio Bergoglio é filho de Alberto, o falecido irmão do pontífice.
O acidente aconteceu perto da cidade de James Craik (Córdoba), vizinha da localidade de Villa María, 550 km ao noroeste de Buenos Aires.
Fonte: G1

Marinha apura publicação da foto de prova durante concurso para escola

Marinha apura publicação da foto de prova durante concurso para escola

'Que comece a prova! Ao vivo', teria escrito aluno em grupo do Facebook. Em nota, Marinha afirmou que instaurou procedimento para apurar denúncias.


O processo seletivo de admissão na Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante no Rio (Efomm), que foi realizado no último sábado (16) e domingo (17), teria apresentado irregularidades, de acordo com mensagens postadas nas redes sociais por candidatos. Um aluno que teria feito o exame, chegou a postar fotos durante a prova em um grupo fechado no Facebook. “Que comece a prova! Ao vivo”, escreveu.

Em nota, a Marinha informou ao G1 na segunda-feira (18) que, por intermédio do Centro de Instrução Almirante Graça Aranha (Ciaga), instaurou um procedimento administrativo para apurar denúncias de supostas irregularidades que teriam ocorrido durante o processo seletivo.
Alunos relatam descaso dos fiscais (Foto: Reprodução / Facebook)Alunos relatam descaso dos fiscais (Foto:
Reprodução / Facebook)
Aparelhos celulares, câmeras fotográficas e outras formas de comunicação não são permitidos durante o exame, de acordo com o edital do concurso. Trechos do edital determinam que "durante a realização das provas não será permitido o porte e/ou uso de aparelhos sonoros, fotográficos, de comunicação ou registro(...)" e que "será vedada a consulta a qualquer material durante a realização das provas, assim como será proibido copiar ou fotografar os conteúdos".

Diversos alunos também fizeram críticas aos fiscais, que não acompanhavam candidatos no caminho até o banheiro. Além disso, também há registros de pessoas que fizeram a prova utilizando fones de ouvido. Os exames foram realizados na Penha e em Olaria, Zona Norte do Rio.

“O mais absurdo foi gente colando no banheiro, fiscal dormindo no banheiro, gente com celular, estojo em cima da mesa...”, postou um candidato.

Denúncia pública
No próprio sábado (16), a funcionária pública Andréia Balduíno, mãe de um aluno que não conseguiu realizar a prova por ter levado um documento de habilitação vencido no lugar da identidade, fez uma denúncia pública ao Ministério Público para registrar as irregularidades. Ela afirma que o filho chegou a passar na primeira triagem de documentos e só foi avisado que seu documento não era válido quando já estava dentro da sala onde a prova seria realizada.

"Deveriam ter avisado que o documento não era válido enquanto havia tempo de ele buscar o outro, que estava dentro do carro. Ele acabou perdendo a prova. No edital da Marinha vem escrito que você não pode portar celular. Da mesma forma que você posta, você pode mandar a foto pra um professor e ele te dar as repostas. Nesse grupo fechado no Facebook têm inúmeros candidatos fazendo denúncia que não havia fiscalização, que as repostas da prova estavam em negrito. Quero pedir a anulação dessa prova”, afirmou.

Veja a nota completa da Marinha:
A Marinha do Brasil (MB), por intermédio do Centro de Instrução Almirante Graça Aranha (CIAGA), informa que instaurou, hoje, um competente procedimento administrativo para apurar denúncias de supostas irregularidades que teriam ocorrido durante o Processo Seletivo às Escolas de Oficiais da Marinha Mercante (EFOMM), realizado nos dias 16 e 17 de agosto de 2014.

Com o objetivo de assegurar o interesse público, a isonomia entre os candidatos e a integridade do certame, a MB reitera seu compromisso com a ética e a transparência nos processos seletivos realizados pela Instituição.
Fonte: g1