Buscar

05 agosto 2014

Bomba! Érika descobre que José Pedro atropelou e matou irmão de Lorraine

Bomba! Érika descobre que José Pedro atropelou e matou irmão de Lorraine

Jornalista ainda fica sabendo que Maria Marta pagou pelo silêncio da irmã do morto e conta tudo a Téo Pereira


Érika consegue informação preciosa com Lorraine (Foto: Império/TV Globo)Érika consegue informação preciosa com Lorraine
(Foto: Império/TV Globo)
Érika (Letícia Birkheuer) não brinca em serviço! Quando quer descobrir alguma coisa, ela vai até o fim. Após muita confusão na casa deLorraine (Dany Barros), a jornalista descobre que foi José Pedro (Caio Blat) quematropelou e matou o irmão dela. E não é só isso! Érika também fica sabendo que Maria Marta (Lilia Cabral) pagou pelo silêncio de Lorraine.

Maria Marta acusa Cristina de tentar dar um golpe em José Alfredo: 'Vigarista!'

Maria Marta acusa Cristina de tentar dar um golpe em José Alfredo: 'Vigarista!'

Jovem fica revoltada com a ofensa feita pela esposa do Comendador


Cristina fica revoltada com Maria Marta (Foto: Império/TV Globo)Cristina fica revoltada com Maria Marta
(Foto: Império/TV Globo)
Cristina (Leandra Leal) finalmente cria coragem e vai até o escritório de José Alfredo(Alexandre Nero) para mostrar a carta queEliane (Malu Galli) deixou para ela. Quando chega ao Império das Joias, a jovem tenta conversar com o Comendador, mas Maria Marta (Lilia Cabral) fica chocada com a possibilidade de Cristina ser filha dele.

Cristina revela a José Alfredo que é filha de Eliane

Cristina revela a José Alfredo que é filha de Eliane

Jovem é pressionada pelo Comendador e abre a boca na frente de Maria Marta


Cristina revela a Zé Alfredo que é filha de Eliane (Foto: Império/TV Globo)Cristina revela a Zé Alfredo que é filha de Eliane
(Foto: Império/TV Globo)
O cerco se fechou e, desta vez, Cristina(Leandra Leal) não consegue escapar. José Alfredo (Alexandre Nero) flagra a jovem o espionando e a coloca contra a parede. Afinal, por que ela tanto o persegue?
Maria Marta (Lilia Cabral) também chega cobrando explicações. Cris até tenta ir embora, mas é impedida pelo Comendador. Quando percebe que a perua está ligando para a polícia, a jovem se desespera e despeja tudo de uma vez: "Eu queria lhe dizer que sou filha de Eliane(Malu Galli)!", dispara, deixando Zé Alfredo pasmo.

Robertão tira a roupa e fica seminu ao ser barrado no restaurante de Enrico

Robertão tira a roupa e fica seminu ao ser barrado no restaurante de Enrico

Malandro faz o maior escândalo com o pai e a mãe


Robertão arma barraco e tira camisa no meio do restaurante (Foto: Império/TV Globo)Robertão arma barraco e tira camisa no meio do restaurante (Foto: Império/TV Globo)
Robertão (Rômulo Neto) é mesmo um sem noção! A famíila resolve jantar em um restaurante pomposo e escolhe logo o de Enrico (Joaquim Lopes). No entanto, o malandro vai com seu look habitual: bermuda, regata e chinelo.
Eles chegam logo querendo sentar à mesa, mas são impedidos pelo maitre, que avisa que a roupa do jovem não está adequada ao local. Para quê? Magnólia (Zezé Polessa) e Severo (Tato Gabus Mendes) saem em defesa do filho, que resolve armar o barraco de vez e tira a camisa no meio do salão!

Conheça Karine Cavalcante candidata a Miss Aracoiaba


Facebook







Para conquistar o Nordeste, Samsung anuncia Wesley Safadão como “embaixador”

Cantor é um dos maiores fenômenos do forró eletrônico na atualidade

Para conquistar o Nordeste, Samsung anuncia Wesley Safadão como “embaixador”

Cantor representará a marca Giga Sound e participará de várias ações no Nordeste


A Samsung anunciou nesta segunda-feira (4) o cantor de forró Wesley Safadão como embaixador da linha de mini systems Giga Sound para a região Nordeste do Brasil. A escolha do cantor, segundo a marca, se deu pela grande repercussão que ele tem obtido na região.

Com o slogan “Giga Sound – sua festa com potência máxima”, a marca fará uma série de ações regionais, já iniciadas com o patrocínio do São João Caruaru 2014. Serão realizadas ativações em diversos canais, como rádio, mídias sociais, pontos de venda e um hotsite com uma promoção.

“O Nordeste passa a ser foco central da campanha de marketing da área de mini systems da Samsung, dada a importância desse mercado e seu público-alvo, conhecido por ser festivo e caloroso, ideal para agregar valor ao conceito da linha de potência máxima”, diz comunicado da Samsung.
“Além disso, as características locais foram agregadas aos produtos, que passam a ter ainda mais a cara da região, como uma equalização especial de ritmos como forró, samba, axé e tecnobrega”, complementa.


Baixe o novo CD da cantora Paula Santiago de Aracoiba

Clique na imagem e baixe já o seu



PAULA SANTIAGO - Versos da Canção

Faixas:
1. Amargo sabor
2. Noites sem você
3. Você ficou pra trás
4. Refém dessa paixão
5. Você continua só
6. Versos da canção
7. Independente do que acontecer
8. A pessoa certa
9. Será que não percebe
10. Meu coração pertence a você
11. Da hora pra fora
12. A beira do fim

Homossexualidade e Budismo

Homossexualidade e Budismo

VISÃO DO BUDISMO SOBRE A HOMOSSEXUALIDADE


Esta história foi retirada do facebook de um aluno que presenciou a partilha de opinião sobre a homosexualidade do Precioso Senhor da Dança, S.Ema. Chagdud Tulku Rinpoche. 
Uma senhora, após a palestra do lama sobre a diversidade da vida, perguntou:
- Mestre, o que é um homossexual?
Ele: – Um homossexual é uma pessoa que faz sexo com o mesmo sexo.
Ela: – Acho que o senhor não entendeu… Como o budismo vê o homossexualismo?
Ele: – Nós não vemos o homossexualismo. No budismo, não temos o costume de ver as pessoas fazendo sexo.
Ela [impaciente]: – Mestre, o que eu quero saber é a opinião do budismo sobre pessoas que fazem sexo com o mesmo sexo.
Ele: – Alguém pode dar opinião sobre quem não conhece? Você está falando em “pessoas”. Que pessoas?
Ela [quase louca]: – Qualquer uma! Qualquer uma!
Ele: – Todas as pessoas são milagres.
Ela [começando a espumar]: – O HOMOSSEXUALISMO É CERTO OU ERRADO?
Ele: – Atos homossexuais consensuais são atos de amor.
Tudo isso com a mesma expressão de quem vê um passarinho azul. Seguem-se aplausos e gargalhadas. Rinpoche sorri.
---------------------------------------------------------------------------------------------------------
Dalai Lama também foi questionado sobre as agressões contra lésbicas, gays, bissexuais e a comunidade LGBT. 

Ele respondeu ”Isso é errado”, ”É violar direitos humanos. Se duas pessoas realmente se sentem bem dessa maneira e ambos os lados concordam totalmente, então tudo bem”,  Dalai Lama

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Já Thich Nhat Hanh, quando questionado disse: 

O espírito do Budismo é a inclusividade. Olhando profundamente a natureza de uma nuvem, vemos o cosmos. Uma flor é uma flor, mas se olharmos profundamente para ela, veremos o cosmos. Tudo tem um lugar. A base, o fundamento de tudo, é o mesmo. Quando você olha para o oceano, você vê diferentes tipos de ondas, muitos tamanhos e formas, mas todas as ondas têm a água como seu fundamento e substância. Se você nasceu gay ou lésbica, o fundamento do ser é o mesmo que o meu. Nós somos diferentes, mas compartilhamos o mesmo fundamento do ser.” 

---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Original de Leonardo Ota, Sobre Budismo 

Lorena Bueri


Lorena Bueri

4.ago.2014 - Lorena Bueri posa com apenas um tapa sexo nos mamilos com pena de pavão. A ex-Gata do Paulistão também desfilou com uma lingerie de R$ 10 mil em uma loja de artigos eróticos em São Paulo AgNews
Leia mais em: http://zip.net/bjpb4T

Famosos da praia - Agosto de 2014


Famosos da praia - Agosto de 2014

1º.ago.2014 - A modelo francesa Anais Zanotti, de 28 anos, desfilou sua boa forma em uma praia de Miami, nos Estados Unidos. A gata usava um biquíni rosa bem chamativo e foi destaque na imprensa estrangeira Reprodução/Egotastic
Leia mais em: http://zip.net/bwpbTQ

Site falso oferece descontos para enganar consumidor

Simulando a página de um famoso e-commerce, o site oferece um PlayStation 3 por R$ 499, com três jogos como brinde

Às vezes, ao se deparar com um bom desconto, o consumidor não titubeia e compra por impulso. Se valendo disso, hackers estão simulando grandes promoções em páginas falsas de famosos sites de compras para enganar os internautas mais desatentos. Um dos consoles mais vendidos no mundo, o PlayStation 3 é um desses "produtos à venda" pelos hackers. Simulando a página do famoso e-commerce Ponto Frio, o vídeo-game é oferecido por R$ 499, além de vir com três jogos de brinde. A identidade visual é a mesma, o que pode fazer com que o consumidor passe despercebido pela fraude. As informações são da Redação Web do Diário do Nordeste.
Porém, o endereço da página denuncia o golpe. Enquanto os produtos originários do site são hospedados na URL "www.pontofrio.com.br", o item da fraude é armazenado em um servidor de hospedagem, com o endereço http://www.customhelp.de/. O site pega todos os dados do endereço oficial, dando a mesma identidade visual.
Ao clicar em "comprar", o consumidor é redirecionado a um formulário, que pede os dados pessoais do comprador, incluindo o Cadastro de Pessoa Física (CPF) e o número do cartão de crédito. Ao preencher todas as lacunas, o consumidor expõe todos os seus dados aos hackers, que devem usá-los para clonagem de cartões.
Anúncio no Facebook
Em uma publicação patrocinada no Facebook, o anúncio do console tem quase nove mil curtidas e 1.200 compartilhamentos. A página que pública a oferta foi criada no último dia 25 de julho. A empresa de e-commerce se disse ciente do caso e já está trabalhando para retirar o site do ar. "Nossa equipe de TI e jurídico trabalham juntas para sanar estas situações", disse a Ponto Frio, em contato com a Redação Web do Diário do Nordeste. Em nota, a empresa orienta os clientes a não comprarem em páginas que não levem para os endereços 'www.pontofrio.com.br' ou'www.pontofrio.com'."
Fonte: Diário

Charge

Charge

Chamusca supera marca de Luiz Carlos Cruz hoje

Chamusca
Considerando-se o dia em que foi apresentado como técnico do Fortaleza, Chamusca supera hoje marca de Cruz e fica atrás apenas de Ferdinando
FOTO: BRUNO GOMES
O técnico Marcelo Chamusca ainda não conseguiu o acesso do Fortaleza à Série B do Brasileiro, mas seus laços com o clube se estreitam cada vez mais. Considerando-se o dia em que foi apresentado oficialmente na sala de imprensa do Tricolor pelo presidente Osmar Baquit como treinador contratado pela equipe, ele supera hoje a marca do segundo técnico a permanecer mais tempo - de forma ininterrupta - à frente do comando do Tricolor.
Os dados se restringem a partir do ano 2000, momento em que o Fortaleza iniciou sua chamada Década de Ouro.
Chamusca chega hoje a 254 dias como técnico do Fortaleza. É bem verdade que a pré-temporada do Leão em 2013 iniciou-se apenas no dia 2 de dezembro, mas desde 25 de novembro Chamusca já pusera os pés no Pici, sendo considerado contratado.
Ele apenas retornou a Salvador para resolver alguns assuntos pessoais, mas regressou à Capital em 2 de dezembro, já começando a trabalhar no gramado.
Luiz Carlos Cruz
O treinador supera, nesta terça-feira, Luiz Carlos Cruz, que conseguiu o acesso à Série A e ficou à frente do Leão durante 253 dias, também de forma ininterrupta. O primeiro colocado é Ferdinando Teixeira. Ele durou 441 dias no comando da equipe tricolor, somando-se apenas a passagem em que ele mais tempo passou no Alcides Santos. Completando a relação, Vica ficou 236 dias e Nedo Xavier, 210.
Feliz
Chamusca foi tomado de surpresa com a informação de ser o segundo técnico mais longevo à frente do clube. "Fico feliz com essa marca, mas não é um trabalho somente meu. Isso aí é um trabalho que é feito pela comissão técnica e funcionários, além do comprometimento e do entrosamento que os atletas têm em relação ao nosso trabalho no dia a dia", comentou Chamusca.
Ele considera que o esforço de todos têm ajudado a manter o Fortaleza na liderança do Grupo A da Série C, bem como contribuído para que ele fique tanto tempo assim no Tricolor.
Ato contínuo, os atletas não fazem esforço para falar bem do comandante, caso do meia Marcelinho Paraíba: "é importante a manutenção do grupo pelo entrosamento, e, para o treinador, principalmente. Ele é competentíssimo e conhece cada jogador aqui, na palma da sua mão. Nos ajuda em tudo e merece que nos doemos por ele", elogiou.
Fernandinho deixa treino com pancada no joelho
O lateral-esquerdo Fernandinho deixou o jogo-treino dos atletas que não atuaram integralmente no sábado passado ou não jogaram frente ao ASA/AL, em Arapiraca, com uma pancada no joelho esquerdo. A atividade foi realizada contra o Sub-20, que é orientado pelo técnico Jorge Veras, no Estádio Alcides Santos.
Segundo o próprio jogador, porém, a lesão não chega a preocupar com relação ao próximo jogo, que será contra o Salgueiro, sábado, às 16h, no Castelão.
O time profissional treinou com: André Zuba; Hudson, Eduardo Luiz, Breno e Fernandinho (Laertes); Leandro, Adriano Ferreira, Erick Flores e Davidson; Zulu e William. Quem jogou sábado fez só regenerativo.
Ivan Bezerra
Repórter
Arte
Fonte: Diário

Aterros sanitários operam quase no limite de capacidade

Mais de 50 pessoas sobrevivem dos materiais reciclados encontrados no lixão de Pacajus e são contra a transformação em aterro sanitário
Embora representem um avanço na aplicação da Política Nacional de Resíduos Sólidos no Ceará, os aterros sanitários construídos no Estado, além de insuficientes, operam atualmente com dificuldade. Dois dos três aterros existentes na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) estão quase no limite de suas capacidades. O Aterro Metropolitano Oeste de Caucaia (Asmoc), que recebe os resíduos produzidos no próprio município e na Capital, já atingiu 77% de seu volume e deve se esgotar dois anos antes das projeções realizadas à época de sua criação.
Em paralelo, o aterro para o qual é destinado o lixo de Aquiraz e Eusébio, o Aterro Sanitário Metropolitano Leste de Aquiraz, pode chegar ao máximo no fim do próximo ano. As informações são da Ecofor Ambiental. Segundo Paulo César Alves, orientador da célula de Resíduos Sólidos da Secretaria de Cidades, hoje, na RMF, a sobrecarga nos dois espaços se deu pela grande quantidade de detritos gerados nas cidades cobertas.
Vida útil
Em toda a região, são descartadas 8.053,9 toneladas de lixo por dia, de acordo com o Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente (Conpam). Somente Fortaleza e Caucaia são responsáveis, em conjunto, pela produção de aproximadamente 6.908 toneladas. Aquiraz e Eusébio originam outras 187 diariamente. Diante do elevado volume de lixo proveniente dos centros urbanos, a vida útil dos dois aterros está se aproximando do fim mais rápido que o esperado.
No caso do aterro de Caucaia, o projeto inicial da obra, elaborado em 1998, previa um total de 20 anos de aproveitamento, mas, de acordo com a Ecofor, o lugar atingirá seu máximo em dezembro de 2016, dois anos antes. Conforme Alves, a capacidade do espaço, estipulada em 26 milhões de toneladas de lixo, chegou perto do limite várias vezes, mas graças a pequenas ampliações realizadas nos últimos anos, conseguiu se manter até agora.
O Aterro de Aquiraz, que pode receber entre 1,081 milhão de toneladas de resíduos, também resiste a duras penas. Pouco mais de 74% da capacidade, o equivalente a 880 mil toneladas de detritos, já foi ocupada. "Lá, foi além de todas as expectativas. Ninguém contava com o grande crescimento urbano e populacional naquela área e, agora, o aterro está quase no limite", afirma o orientador. A previsão da Ecofor é que o fim chegue em dezembro do ano que vem.
O único depósito de resíduos que ainda funciona sem sobrecarga é o localizado em Maracanaú, onde é recebido o lixo local e o da cidade de Maranguape. "Apesar de ter perdido área para o barramento do Rio Maranguapinho, acredito que ele deve estar com apenas 20% da capacidade inicial. Ainda tem bastante espaço para ocupar", garante Paulo César Alves.
Irregularidades
Não suficiente o esgotamento iminente, o representante da Secretaria das Cidades destaca, ainda, que os aterros da RMF vêm operando em condições irregulares, proibidas por lei. Conforme o orientador, os depósitos de Aquiraz e Maracanaú têm presença constante de catadores de material reciclável trabalhando no lugar, hábito que, segundo Alves, vai contra as políticas de Resíduos Sólidos. Ao mesmo tempo, ele afirma que não são atendidas exigências estruturais, como a instalação de mantas na base dos aterros para proteger o solo e os lençóis freáticos de possíveis contaminações.
A Superintendência Estadual de Meio-Ambiente (Semace), responsável pela fiscalização dos locais, alegou, em nota, que realiza o monitoramento através do licenciamento dos aterros. Sobre a criação de novos depósitos na Região Metropolitana, a Ecofor informou que existe um projeto de ampliação do Asmoc já aprovado que aumentará sua vida útil em 17 anos. A empresa ressaltou que o Aterro de Aquiraz também será ampliado e que o projeto está em fase de elaboração, mas não deu prazos para as intervenções.
Lixões ainda garantem  o sustento de famílias
Do alto da montanha de entulhos que se formou durante mais de longos 11 anos, dá para avistar quando os caminhões que trazem o lixo da cidade de Pacajus se aproximam. Ali, mais de 50 catadores sobrevivem separando madeiras, plásticos, metais e papéis durante todo o dia para vender por alguns trocados. E ao verem o "ouro" chegando - como eles mesmos denominam -, homens e mulheres se misturam à revoada de urubus e garças que procuram alimento. A cena se repete duas vezes ao dia.
Apesar da Lei Federal 12.305 instituída em agosto de 2010, definir que, a partir do dia 2 de agosto de 2014, não deveria mais existir lixões no País, esse quadro ainda permanece bem distante da realidade do lixão de Pacajus, um dos 280 que ainda funcionam em todo o Estado, segundo o Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente (Conpam).
Após quatro anos, o prazo está esgotado. O coordenador de Limpeza Urbana da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos, e também especialista em resíduos sólidos, Albert Gradvohl, acredita que tanto o governo federal quanto os gestores do município têm culpa no descumprimento da lei. "Discordo que tenha sido por causa dos custos. Tiveram quatro anos para se adequar, mas não conseguiram fazer nem o plano, que é o papel. Existe um pecado mútuo: de um lado, o governo federal cria a política, mas não subsidia os municípios. E de outro lado, ainda existe o descompromisso dos gestores municipais com o meio-ambiente", analisa.
Quem tira o sustento da família diariamente nas toneladas de lixo, não concorda que o lixão seja transformado em aterro sanitário. A catadora Edivânia Mendonça, 31, sustenta seus sete filhos com R$ 160 por semana, quando "a safra está boa". Segundo ela, que vive ali há dez anos, muitos não sabem o que irão fazer caso o lixão seja, futuramente, um aterro sanitário. "O preço não compensa pra gente. Eles não pagam o que pedimos", afirma.
Os problemas vão além de fazer do espaço um aterro sanitário. "Se os catadores apuram uma média de R$ 0,80 a cada quilo de material reciclável, no aterro, o preço cai pela metade. Eles vão passar mais dificuldade. E pior que isso é que a maioria deles não tem estudo, não consegue um emprego digno, e se conseguir qualquer outra ocupação, não será esse o valor, será bem menor", conta o fiscal do lixão, Osmildo de Sousa, 35, que acompanha todos os dias, as 24 carradas de lixo que chegam naquele terreno.
Trabalho
Com as mãos sujas de tanto trabalho, o que resta para esse povo que divide espaço com os abutres é catar, além do sustento, a felicidade que lhes mantém. Benevaldo Batista, 53, apura, aproximadamente, R$ 130 por semana, o que garante a comida dentro de casa. "A minha sorte é que onde eu moro não tem luz e nem água para me dar despesa, senão seria mais um gasto".
Ao encontrar uma bolsa no lixão, de imediato, Fátima Lima tenta abrir. Atenta e curiosa para saber o que pode conter ali dentro, ela abre o sorriso ao ver meia dúzia de brinquedos, ainda em bom estado. "Esses aqui vão para os meus netos". Com mais de 11 anos trabalhando no lixão, já com problemas na coluna e bastante cansada, a senhora de 59 anos procura materiais na companhia do filho Alexandre Ferreira, 25. "Tenho mais três filhos que vêm para cá. Quando tem duas pessoas assim trabalhando, conseguimos até R$ 200 por semana", conta.
Vanessa Madeira/Patrícia Holanda
Repórter/Especial para cidade
Arte
Fonte: Diário