Buscar

16 fevereiro 2014

Arbitragem erra, e Fla vence o Vasco no retorno do clássico ao Maracanã

Arbitragem erra, e Fla vence o Vasco no retorno do clássico ao Maracanã

Com Nadal na plateia, cobranças de falta de Douglas e Elano entram por alguns centímetros, mas arbitragem valida só uma, e Rubro-Negro faz 2 a 1


A volta do "Clássico dos Milhões" ao Maracanã, o último dos clássicos cariocas a voltar a ser disputado no palco após a reforma para a Copa do Mundo, ficou longe de ser especial. Num jogo que tinha Hernane Brocador, Martín Silva e Douglas como candidatos a personagens do jogo, quem assumiu esse papel foi o quinteto de arbitragem comandado por Eduardo Guimarães. Em duas cobranças de falta em que a bola entrou, uma para cada lado, os juízes só validaram uma, a do Rubro-Negro, que foi defendida 22cm para trás da linha da meta. A do Cruz-Maltino quicou 33cm para o lado de dentro.
Ironia do destino. No camarote, o espanhol Rafael Nadal, tenista número 1 do mundo que visitava pela primeira vez o estádio e até deu o pontapé inicial no jogo, deve ter contado vantagem que no seu esporte existe um recurso de vídeo para saber se a bola foi dentro ou fora. No futebol sem o chip na bola, não. E o placar que poderia ter tido dois gols do Vasco teve dois do Flamengo. Gabriel entrou no segundo tempo e, mesmo no cenário polêmico, conseguiu virar heróis com um gol aos 44 minutos que garantiu a vitória de virada do Rubro-Negro por 2 a 1. Elano marcou o outro, e o estreante Douglas descontou diante de um público de 13.245 pagantes (16.972 presentes). A renda da partida foi de R$ 858.505,00.
- É impossivel uma pessoa que está al só para isso não enxergar um lance desses - reclamou Douglas, ainda no intervalo.
A vitória levou o Fla a 19 pontos e o manteve colado ao Fluminense, líder no quesito saldo de gols (11 contra 8). Já o Vasco, com 15 pontos, foi ultrapassado pela Cabofriense e caiu para quarto lugar na classificação. Na próxima rodada, o Cruz-Maltino visita o Bangu na quarta-feira, às 16h (de Brasília), em Moça Bonita. No mesmo dia, o Rubro-Negro recebe o Madureira, às 22h, no Maracanã.
Montagem lances polêmicos Vasco x Flamengo (Foto: André Durão)Lances polêmicos marcaram a volta do clássico Vasco x Flamengo ao Maracanã (Foto: André Durão)
Cobranças de faltas entram, mas só uma vira gol
Com seus titulares, o Flamengo foi na base da vontade para superar o desgaste da maratona de jogos na semana. Mas deu sinais de que ainda sentia o cansaço de ter atuado por mais de 80 minutos com um homem a menos no México, pela Libertadores, e de ter encarado 22 horas na viagem de volta ao Rio. Praticamente só deu Vasco num primeiro tempo em que terminou com 60% de posse de bola e teve no estreante Douglas sua principal figura. Com muitos espaços, o meia construiu a jogada para o gol de Fellipe Bastos aos 36 minutos. E era para ter feito o dele em uma cobrança de falta que pegou no travessão, quicou 33cm dentro do gol, saiu e o juiz não validou o lance, para revolta dos vascaínos.
O Vasco, mesmo superior, perdeu a chance de nocautear o adversário que já estava na lona, mas conseguiu revidar na bola parada aos 39. Também cobrando falta, em uma das raras finalizações do Fla no primeiro tempo, Elano bateu colocado para defesa de Martín Silva já dentro do gol. Nova polêmica, mas desta vez a arbitragem levou alguns segundos para entender que a bola entrou e validou o empate rubro-negro. Novamente para revolta dos vascaínos. No intervalo, os jogadores partiram para cima dos árbitros, e o clima esquentou.
Gabriel Vasco x Flamengo (Foto: André Durão)Gabriel entra no fim e, com pitada de sorte, decide o clássico a favor do Flamengo (Foto: André Durão)
Gabriel entra no fim e vira herói
Preocupado em perder alguém expulso, Adilson Batista tratou de esfriar os ânimos nos vestiários. O juzi distribuiu seis cartões no priomeiro tempo, três para cadea lado. O Vasco esqueceu o árbitro e voltou a jogar bola. Começou a etapa final da mesma forma, pressionando, mas insistindo em chutes de longe e chuveirinhos. Sentindo o cansaço do time, Jayme de Almeida mexeu cedo e colocou Gabriel no lugar de um apagado Lucas Mugni e Muralha no lugar de Amaral. Só então o Fla cresceu e começou a atacar, o que pouco conseguia fazer até então.
Foi a vez do Vasco, pressionando desde o início, sentir o cansaço. Adilson também resolveu colocar fôlego novo com William Barbio e Pedro Ken nas vagas de Everton Costa. Mas faltou velocidade a Barbio num lançamento em que iria sair na cara de Felipe, mas viu Samir chegar primeiro na bola. Exausto, Douglas também foi sacado para dar vez a Bernardo. E quando tudo se encaminhava para o empate, aos 44 Gabriel se consagrou. Levou sorte, é verdade. Tentou o passe, a bola bateu na zaga e voltou para ele. Chutou e ainda contou com um leve desvio de Guiñazu para vencer Martín Silva. Era o gol da vitória.
Fonte: Globoesporte

Mulher atingida por disparo dentro de igreja morre em Guarulhos

Mulher atingida por disparo dentro de igreja morre em Guarulhos

Polícia suspeita que ex-marido tenha sido autor dos disparos.
Outras quatro pessoas ficaram feridas nesta manhã de domingo.


Batizado acontecia no momento em que homem fez os disparos (Foto: Mario Ângelo/Sigmapress/Estadão Conteúdo)Batizado acontecia no momento em que homem fez os disparos (Foto: Mario Ângelo/Sigmapress/Estadão Conteúdo)
A ex-mulher do atirador que fez um ataque em uma igreja católica na manhã deste domingo (16), em Guarulhos, na Grande São Paulo, morreu no Pronto-Socorro dos Pimentas. Viviane Rosa dos Santos, 34 anos, foi atingida na cabeça e não resistiu aos ferimentos. De acordo com a Polícia Civil, outras quatro pessoas também foram baleadas, entre elas, o atual companheiro da vítima que também foi atingido com um disparo na cabeça.
  •  
Homem dispara em igreja (Foto: G1)
Ainda de acordo com o delegado João Blase, do 4º Distrito Policial de Guarulhos, o suspeito acompanhava um batismo, que seria de um familiar da ex-mulher na igreja São Francisco de Assis, na Rua Campo Maior, no bairro dos Pimentas. Em um determinado momento, ele sacou a arma e atingiu Viviane, o atual companheiro dela e uma terceira pessoa. Na saída da igreja, ele baleou outras duas pessoas. 
O delegado disse que o ex-companheiro da vítima, o gráfico Pedro Felix dos Santos, 45 anos, é suspeito de atirar nas vítimas. A polícia tenta localizá-lo.

"Já foi levantada a identificação deles, o fragmento da placa do carro e obtivemos o endereço dele. As viaturas foram para o local. Ao que tudo indica, ele [o rapaz que atirou] era ex-companheiro da vítima", afirmou o delegado.
O padre Daniel Richter, que celebrava o batizado, disse não ter visto o rosto do atirador. “Não sei identificar”, afirmou. “Não sabíamos o que estava acontecendo. Só vi um movimento estranho e, a partir daí, todos correram para ajudar os feridos”, contou. 
Cartaz avisa que celebração do período da tarde foi cancelada após ataque (Foto: Pâmela Kometani/G1)Cartaz avisa que celebração do período da tarde foi
cancelada após ataque(Foto: Pâmela Kometani/G1)
Além das duas pessoas que foram baleadas na cabeça, outras três ficaram feridas com menos gravidade. Um delas foi atingida no pé. O Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) prestou socorro às vítimas.

O atual companheiro da mulher que morreu foi levado pelo helicóptero da Polícia Militar para a unidade Itaquera do Hospital Santa Marcelina. Os outros feridos foram para o Pronto-Socorro dos Pimentas. Até por volta de 13h45, não havia informações sobre o estado de saúde das vítimas.
Fonte: G1

Onze mineiros são resgatados de mina ilegal na África do Sul

Onze mineiros são resgatados de mina ilegal na África do Sul

Acidente ocorreu em mina ilegal perto de Johannesburgo.
Segundo autoridades, outros 200 trabalhadores estariam presos.


Onze mineiros foram resgatados de uma mina de ouro ilegal na África do Sul, onde aparentemente ainda estão presos cerca de 200 trabalhadores, no segundo acidente deste tipo em duas semanas no país.
Equipes de resgate tentam liberar mineiros presos em mina ilegal na África do Sul  (Foto: AP)Equipes de resgate tentam liberar mineiros presos em mina ilegal na África do Sul (Foto: AP)
"Resgatamos até agora 11 mineiros, nenhum deles tem ferimentos visíveis. Mas estão sendo examinados por médicos", indicou Russel Meiring, da organização de emergências ER24.
Jornalistas fotográficos da AFP confirmaram a saída dos 11 mineiros.
Os serviços de resgate temem que mais de 200 homens estejam presos na mina, no entanto ainda não é possível confirmar a cifra. A prefeitura fala de 30 soterrados.
Os mineiros desceram no sábado, mas não conseguiram sair depois da queda de uma rocha que bloqueou a entrada da mina, cavada de forma ilegal em um estádio de críquete no subúrbio de Benoni, perto de Johannesburgo.
"Estamos fazendo tudo para resgatá-los", declarou à AFP Roggers Mamaila, porta-voz dos serviços de emergência Ekurhuleni.
As equipes estão utilizando equipamentos de escavação pesados, mas, segundo Vermaak, por ora o acesso é muito difícil.
Apesar dos esforços para evitá-los, os acidentes nas minas sul-africanas são frequentes, sejam elas legais ou ilegais.
Fonte: G1

Clara troca de roupa e deita ao lado de Vanessa no Quarto do Líder

Clara troca de roupa e deita ao lado de Vanessa no Quarto do Líder

Clara e Vanessa voltam para o Quarto do Líder. A empresária coloca uma calça legginge uma camiseta branca. Já Vanessa deita na cama. Depois de se trocar, Clara deita ao lado da modelo e se cobre com o edredom. As duas voltam a dormir.
Depois do toque de despertar, Clara levantou da cama enrolada em uma toalha. A sister dormiu sem roupa. Quando troca a toalha pelo roupão, ela acaba se descuidando.
Fonte: Gshow

Franciele toma banho antes de dormir

Franciele toma banho antes de dormir

Fim de festa! Depois de ficarem um bom tempo conversando na área externa da casa,Aline e Franciele resolvem dormir.
A produtora de eventos toma banho, enquanto Aline vai até a despensa para trocar de roupa.
Fonte: Gshow

Grupo laranja vence a Prova da Comida 'Plugados' e continua na casa-grande



Grupo laranja vence a Prova da Comida 'Plugados' e continua na casa-grande


BBB às 11h16m do dia 16/02. (Foto: Big Brother Brasil)
O grupo laranja vence a Prova da Comida "Plugados" e ganha a maior quantidade de estalecas, além da permanência na casa-grande. O grupo roxo continua na Sibéria por mais uma semana.
AngelaCássioClaraDiegoFrancieleValter comemoram a vitória na prova.
Momentos antes de começar, Letícia trocou de grupo e passou do laranja para o roxo. Então, a sister agora muda para Sibéria.
Acompanhe o Gshow nas redes sociais: curta a fanpage Portal Gshow, e siga@Gshow no Twitter e no Pinterest.
Fonte: Gshow

Mariana Rios é coroada como rainha de bateria da Mocidade Independente

Mariana Rios é coroada como rainha de bateria da Mocidade Independente

Atriz recebeu o título da veterana Monique Evans, na madrugada deste domingo, 16, na quadra da agremiação, na Zona Oeste do Rio.

Mariana Rios é coroada como rainha de bateria da Mocidade
Mariana Rios é coroada como rainha de bateria da Mocidade
Foto: Roberto Teixeira/ EGO
  Mariana Rios foi coroada como rainha de bateria da Mocidade Independente de Padre Miguel, na madrugada deste domingo, 16, durante uma cerimônia que reuniu cerca de 2 mil pessoas na quadra da agremiação, na Zona Oeste do Rio.A entrega da coroa e da faixa foi realizada por Monique Evans que também já foi rainha da escola na década de 80.
Estou toda arrepiada e com o meu coração muito alegre. Uma emoção que não dá pra explicar. Quero levar a minha alegria para o carnaval. Fui recebida na escola com o mesmo carinho que eu recebo os meus amigos na minha casa", completou.
Monique também falou sobre sua volta à Mocidade: "Já passaram outras rainhas por aqui pela escola, mas o meu coração sempre foi daqui e o que fizemos hoje foi uma coisa mais simbólica mesmo, mas como muita emoção", explicou a apresentadora e ex-modelo.
Segundo Mariana, a fantasia que vai usar no desfile da Sapucaí, será um modelo leve, mas cheio de surpresas: "Pedi uma coisa mais leve por ser a minha primeira vez desfilando como rainha. A fantasia é linda e tem uma ideia surpresa que eu tive e foi aprovada pelo carnavalesco", contou em tom de mistério.
Foram quatro os carros que faziam parte da comitiva da atriz, sendo eles três vans que estavam completamente lotadas, mas sem a presença de amigos famosos. Durante sua permanência na escola, Mariana mostrou-se bastante empolgada com o novo título e comentou que pretende fazer bonito no sambódromo: "É muita responsabilidade e muito respeito principalmente pelas pessoas que estão envolvidas na produção disso tudo. Estou abraçando um sonho junto com eles."
A atriz foi escolhida recentemente para desfilar à frente dos ritmistas e já mostrou empenho no posto, já que foi essa semana conhecer o local onde as fantasias são confeccionadas. Veja no vídeo ao lado a entrevista de Mariana Rios faladon sobre a polêmica com a rainha destronada Ana Paula Evangelista.
Sobre samba no pé, Mariana contou que está se dedicando a aperfeiçoar. "Tenho aulas de samba com uma amiga minha e hoje mesmo peguei umas dicas com a Sheron Menezzes, que foi rainha da Portela e que está comigo na novela. Ela me ensinou umas coisinhas de mão e postura."
A modelo Ana Paula Evangelista, que já frequentava os ensaios e foi destronada, ficou surpresa com a notícia. A nova rainha, no entanto, evitou entrar em polêmica ao comentar o assunto. "Estava ocupada com a novela e não me meti nesse polêmica. Prefiro ficar na minha", finalizou.
Mariana Rios é coroada como rainha de bateria da Mocidade IndependenteMariana Rios é coroada como rainha de bateria da Mocidade IndependenteMariana Rios é coroada como rainha de bateria da Mocidade IndependenteMariana Rios é coroada como rainha de bateria da Mocidade IndependenteMariana Rios é coroada como rainha de bateria da Mocidade Independente
FONTE: Meio Norte

6 hábitos mais comuns de pessoas inteligentes

6 hábitos mais comuns de pessoas inteligentes


Image-0-Artigo-1545750-1
Quer melhorar o seu aprendizado em 2014? Confira algumas dicas e incorpore-os à sua rotina com dicas da Universia

Todos nós conhecemos alguma pessoa, famosa ou não, que admiramos por sua inteligência - e não é incomum nos pegarmos pensando em como essa pessoa consegue conhecer tantos assuntos e conversar sobre diversos temas com tamanha habilidade.
A verdade é que nós temos a capacidade de aprender sobre aquilo que quisermos e, talvez, o que essas pessoas estejam fazendo é aproveitar melhor seu tempo e habilidade para estimular a aprendizagem. Confira 6 hábitos que pessoas inteligentes costumam ter e inspire-se:
1 - Nunca param de aprender
Estudar não se resume a simplesmente cursar o ensino fundamental, o médio e fazer uma faculdade: o hábito dos estudos está ligado à aprendizagem, e essa deve persistir por toda a nossa vida. Você não precisa aprender coisas novas apenas na escola, mas também no dia-a-dia, lendo informações curiosas como bulas de remédios e aprendendo o funcionamento de objetos, ou seja, aproveitando cada instante para descobrir algo.
2 - São boas observadoras
É possível aprender muito observando coisas e pessoas, e é isso que pessoas inteligentes fazem. Olhe o mundo com curiosidade, tentando enxergar novidades até mesmo no que você já conhece.
3 -Transformam erros em aprendizado
Errar não é sinônimo de falta de inteligência, mas sim de uma tentativa de acertar ao fazer alguma coisa. A diferença é que as pessoas inteligentes não classificam seus erros como algo pejorativo, mas sim como oportunidades de aprendizado e de realizar novas tentativas. Tente pensar dessa forma e perceba a diferença.
4 - Não desistem fácil
Nenhum objetivo pode ser atingido sem esforços, portanto, para ser alguém mais inteligente é necessário que você não desista logo na primeira vez que algo não der certo. Mantenha a cabeça erguida, veja o que falhou e tente quantas vezes forem necessárias. Se até os maiores gênios da história cometeram erros, por que você não cometeria?
5 - Se relacionam com
Pessoas inteligentes
Querendo ou não, as pessoas tendem a sofrerem influência, mesmo que mínima, de colegas e amigos próximos. Pessoas inteligentes conseguem entender a importância de suas companhias e procuram andar com quem as inspira a serem melhores, dão conselhos e ajudam em fases difíceis com bons conselhos.
6 - Não se acham inteligentes
Pessoas inteligentes não costumam se gabar do quanto sabem, mesmo porque esse não é o objetivo do seu aprendizado. Elas aprendem simplesmente porque gostam de conhecer diferentes assuntos, e não para impressionar os outros. Portanto, mesmo que você conheça muito sobre determinado tema, não se envaideça, mas sim compartilhe gentilmente aquilo que sabe.

Fonte: Diário

Neymar comenta polêmica sobre dança depois de gol: 'Somos assim'

Neymar comenta polêmica sobre dança depois de gol: 'Somos assim'

Defendido pelo técnico Tata Martino, atacante diz que ele e Daniel Alves são 'simplesmente felizes' por fazer estes momentos se tornarem inesquecíveis
Neymar voltou com força total ao Barcelona. Depois de 29 dias sem atuar pelo time em razão de uma lesão no tornozelo direito, o atacante esteve em campo diante do Rayo Vallecano na vitória de 6 a 0 pelo Campeonato Espanhol. O retorno foi com golaço. O jogador atuou por 30 minutos, mas fechou o placar do triunfo no Camp Nou. Na comemoração. o craque brasileiro dançou a coreografia da música "Lepo Lepo", do grupo Psirico, ao lado de Daniel Alves. Ele acabou acusado por alguns jornalistas espanhóis de menosprezar o adversário batido em campo. Na manhã deste domingo, ele usou o Instagram para responder aos críticos.
- A gente se diverte .... Seja jogando, seja vivendo, seja fazendo o que for.. Somos assim, simplesmente felizes por fazer estes momentos se tornarem inesquecíveis ! "O nosso lema é ousadia e alegriaaaa..." @danid2ois - escreveu ele na rede social.
Logo depois, o atleta postou mais uma imagem em sua conta na rede social. Sério na foto, o jogador garantiu que a expressão era somente ali.
- Bom domingo a todos ... 100 risadinha é só a foto .. Vocês que eu quero SORRINDO muito .. Porque a vida é bela !!!! - disse ele.
Neymar comenta polêmica sobre dança depois de gol:
Polêmicas sobre danças em campo não são novidade no Barça. Há dois anos, contra o mesmo Rayo, Daniel Alves também festejou na comemoração de um gol com Thiago Alcântara, atualmente no Bayern de Munique, e acabou interrompido por Puyol. Depois do jogo, o técnico Pep Guardiola também repreendeu dizendo que a situação não era postura de jogador do time culé. O ambiente no clube mudou um pouco. Tata Martino não condenou o brasileiro. O atual comandante da equipe catalã lembrou o período difícil de recuperação pelo qual ele passou no último mês e classificou a coreografia como um alívio da tensão.
- Não é uma falta de respeito ao rival. Apenas descarregou pelo que passou - afirmou Tata Martino em entrevista coletiva após a vitória.
A música Lepo Lepo já invadiu o mundo dos boleiros. Os atacantes Hulk e Hernane, os jogadores do time sub-20 do Santos e outros atletas espalhados pelo Brasil usaram a coreografia como forma de comemoração. Em entrevista ao GloboEsporte.com, o vocalista da banda, Márcio Victor, disse que o sonho é que a música seja o lema do Brasil na Copa do Mundo. Sobre a dança de Neymar em pleno Camp Nou, na recente entrevista, o cantor já havia dito que Daniel Alves estava com a missão de apresentar a música ao atacante.
- Daniel é nosso parceiro. Ele falou que iria apresentar a música para o Neymar - disse Márcio Victor .
Na imprensa espanhola, a 'polêmica' com a dança já perdeu um pouco a força. O jornal Mundo Esportivo tratou até mesmo de apresentar de onde a canção havia surgido e como se dançava a coreografia. Relatou ainda que é uma música de grande sucesso no Brasil.
FONTE: Meio Norte

Após episódio no Peru, Tinga lamenta racismo no Brasil: 'Você vê no olhar'

Após episódio no Peru, Tinga lamenta racismo no Brasil: 'Você vê no olhar'

Esporte Espetacular foi até Belo Horizonte conversar com o volante do Cruzeiro, que recebeu mensagem de apoio de Joaquim Barbosa.

Tinga diz que vê racismo no Brasil e que omitiu explicação ao filho
Tinga diz que vê racismo no Brasil e que omitiu explicação ao filho
Foto: Reprodução
Tinga recebeu o repórter Régis Rösing e o produtor Fábio Juppa segurando nas mãos um telegrama do ministro Joaquim Barbosa, presidente do Supremo Tribunal Federal que, negro como ele, mostrou seu apoio ao volante cruzeirense. Essa foi apenas mais uma das inúmeras manifestações de solidariedade que o gaúcho Paulo César Nascimento recebeu após o episódio da partida contra o Real Garcilaso, quando foi alvo de insultos racistas a cada vez que pegava na bola. Triste e tendo que explicar aos dois filhos o que aconteceu, Tinga disse que não foi a primeira vez que foi alvo de insultos. E aproveitou a oportunidade para ensinar aos filhos como é errado ter qualquer tipo de preconceito.
A cada vez que tocava na bola, imitações de macaco ressoavam no estádio. Tinga não as esquece.
- Tento até hoje, passei a noite toda praticamente sem dormir, tentando entender aquela situação. A preocupação maior era com o meu filho, depois do jogo eu liguei para casa e minha esposa disse que ele estava chorando e depois no outro dia, no Peru mesmo, ela me falou que ele não quis ir para a escola.
Pai de dois filhos, Davis de onze anos e Dani de seis, Tinga teve dificuldades para explicar o que aconteceu, mas aproveitou a oportunidade para ensinar uma lição ao mais velho.
- O Davis na verdade não entendeu nada, a minha casa já é uma mistura. A minha esposa é branca, descendente de italianos, criamos uma família e tivemos filhos. O pai negro, a mãe branca, eles mais para peruanos, os meus filhos, pela mistura deles, tem aquela cor típica de sul-americanos, bonita, bronzeada. Expliquei para ele: "tu vai lá no colégio, todo mundo gosta de ti e que isso sirva de lição para que tu não tenha qualquer preconceito, qualquer outro preconceito racial, social, opção sexual, qualquer outra situação, que tu se lembre o que aconteceu com o seu pai e que isso vai ser muito importante para o seu crescimento".
Para o mais novo, Tinga se viu obrigado a omitir a explicação.
- Aí eu não falei nada, disse que era coisa do futebol. Quando eu cheguei na beira do campo para entrar já começou o som né. Era imitação de macaco. Ninguém falou diretamente macaco talvez por causa da língua. Mas era aquele som. No começo até achei que era uma vaia, mas quando eu cheguei bem perto do campo aumentou e quando eu tocava na bola o som vinha direto.
Ele lembra que não foi o primeiro episódio. Certa vez, defendendo o Grêmio foi alvo do preconceito de parte da torcida do Juventude. Depois ficou ressabiado antes de ir jogar na Alemanha, mas conta que na Europa nada aconteceu.
- Foi em Caxias, quando eu pegava na bola eles faziam som de macaco. Fiquei com receio depois de ir jogar na Alemanha no Borussia Dortmund. As pessoas falavam que eu não ia ficar um ano. Mas lá aprendi muito sobre respeito e educação.
Mesmo fora do campo, o preconceito existe no Brasil. Principalmente para ele, negro, casado com uma mulher branca.
- Sou casado há mais de 15 anos, quando eu chego nos lugares com a minha esposa ninguém conhece a minha história. Não sabem que eu era vizinho dela, ninguém sabe que eu batia na janela dela às seis da manhã para o pai dela, a mãe dela, me darem passagem para eu ir treinar. E no olhar você sente: "lá vai o negão com uma branca, com uma loira". As pessoas falam do que aconteceu lá, mas isso tem todo dia. No nosso país tem muito, não só (preconceito) racial, mas social, que acho que é até maior. Quando você é famoso e conhecido, ninguém diz não. Então eu nunca me empolguei com o futebol, com as vitórias, com as conquistas.
A lição que fica para Tinga é que a educação é a melhor forma de combater o racismo. Mesmo magoado, ele se desarma e diz que só ensina a seus filhos a respeitar todas as pessoas.
- Me machucou como machucou muitas pessoas que sofrem isso. Sei que não vamos mudar o mundo, mas se cada um tentasse mudar dentro de casa já seria um ganho. Eu faço isso com meus filhos para caramba.
FONTE: Meio Norte

A liberdade das ruas acabou na solitária: Caio só chora, dizendo-se arrependido, e Fábio prefere o silêncio

A liberdade das ruas acabou na solitária: Caio só chora, dizendo-se arrependido, e Fábio prefere o silêncio

Enquanto o primeiro tenta manter a calma diante das acusações, agarrando-se a uma Bíblia, o outro permanece calado

Caso Santiago: Preso, Fábio fica calado e Caio se diz arrependido
Caso Santiago: Preso, Fábio fica calado e Caio se diz arrependido
Foto: Reprodução
Quando começaram a participar das manifestações, em junho do ano passado, Caio Silva de Souza e Fábio Raposo Barbosa, ambos de 22 anos, não imaginavam que poderiam terminar atrás das grades, em celas de cerca de seis metros quadrados, respondendo a crimes pelos quais podem pegar mais de 30 anos de prisão. Enquanto o primeiro tenta manter a calma diante das acusações, agarrando-se a uma Bíblia, o outro permanece calado, sem interesse em manter qualquer interação com agentes penitenciários.
A dupla está presa, desde a semana passada, acusada pela morte do cinegrafista da TV Bandeirantes Santiago Andrade, em protesto na Central do Brasil. Caio está sozinho numa cela na galeria 1 da Cadeia Pública José Frederico Matos. Desde que chegou na unidade, conversa com os inspetores da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), para os quais pediu uma Bíblia. Foi por meio dos guardas que ele soube o tempo que poderia ficar preso. Desesperado, chorou e disse estar com vergonha do pai, e preocupado com a mãe, que diz sustentar. Já Fábio pouco fala. Ele está numa cela, na galeria G do Bandeira Stampa. Isolá-los foi uma estratégia para mantê-los afastados dos outros presos, evitando que os recém-chegados sejam influenciados por eles.
Ambos só receberam, até agora, visitas de advogados que foram até o Complexo Penitenciário de Gericinó. Alguns, eles até dispensaram e não quiserem ouvir. A dupla só poderá receber visitas de familiares e amigos em cerca de 10 dias. Até lá, aguardam decisão da Justiça sobre a conversão da prisão temporária em preventiva (que pode durar até o término do processo), o que foi pedido na última sexta-feira pelo delegado Maurício Luciano de Almeida.
Em suas conversas com agentes, Caio se diz ainda arrependido do que fez. Ele relatou que gostaria de pedir desculpas à família do cinegrafista da TV Bandeirantes Santiago Andrade, e também para seus próprios parentes.
Sustentando a mãe
Caio trabalhava no Hospital estadual Rocha Faria, em Campo Grande, como auxiliar operacional. Com o salário, sustentava a mãe, Marilene Mendonça Silva de Souza, desempregada. O jovem relatou aos agentes penitenciários que quem o ajudou a arrumar o emprego foi o pai, que também trabalhava no local, mas como gesseiro. Caio morava com o pai, Antônio Carlos de Souza, em Nilópolis, mesmo município da Baixada Fluminense no qual vive a mãe.
A liberdade das ruas acabou na solitária: Caio só chora, dizendo-se arrependido, e Fábio prefere o silêncio
FONTE: Meio Norte