Buscar

15 outubro 2014

Dirceu chama de "vergonhoso" apoio de Marina a Aécio

ALIANÇA
O ex-ministro José Dirceu chamou de “vergonhoso” o apoio que Marina Silva (PSB), candidata derrotada à presidência, anunciou ao tucano Aécio Neves (PSDB). A declaração foi publicada ontem no blog de Dirceu, que lembrou que a ex-senadora havia se comprometido a não subir em palanques tucanos nos estados. Marina declarou seu voto e apoio a Aécio no domingo. Ela afirmou a posição depois que o candidato do PSDB se comprometeu a cumprir quase todas as exigências feitas por Marina. O único dos principais pontos em que Aécio não cedeu foi em sua defesa da redução da maioridade penal.

ASSARÉ

Prefeito pinta prédios de vermelho e tem bens bloqueados
A Justiça do Ceará determinou a indisponibilidade de bens do prefeito de Assaré, Luís Samuel Freire (PT), acusado de promover promoção de sua gestão e partido após pintar diversos prédios municipais nas cores vermelha e branca. A medida atende ação do Ministério Público do Estado (MP-CE), que pediu o bloqueio para garantir que o gestor devolva até R$ 53,9 mil aos cofres públicos. A Justiça deu prazo de 10 dias para que o prefeito retire as cores de todo e qualquer prédio da Prefeitura. Segundo investigação do MP-CE, o gestor teria pintado os prédios de vermelho para deixar “marca” de sua gestão, em cor “identificadora do Partido dos Trabalhadores (PT)”. As mudanças teriam ocorrido logo após ele tomar posse, em 2013.

SIGILO

Acordo reforça ligação da Petrobras com empresa de doleiro
A Polícia Federal encontrou em computadores apreendidos de Alberto Yousseff minuta de “acordo de confidencialidade” que seria assinado entre a Petrobras e a CSA Project Finance, empresa que tinha o doleiro e o deputado Renato Janene, morto em 2010, como sócios. A informação foi publicada ontem pelo jornal Estado de S.Paulo. A minuta do acordo não traz assinatura. A CSA é dona de duas sócias da BR Distribuidora, subsidiária da Petrobras. A atuação de Yousseff foi um dos alvos principais da Operação Lava Jato, que se desdobrou em investigações sobre o desvio de recursos das obras da refinaria Abreu e Lima. Janene, segundo depoimento do ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, foi responsável por sua nomeação para a estatal e era o elo de arrecadação de propinas da Petrobras para o PP.

PERNAMBUCO

Ministro diz que Campos, já morto, pode reconhecer ações de Lula
O ministro Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral) afirmou ontem esperar que, agora morto, o ex-governador Eduardo Campos (PSB-PE) seja capaz de reconhecer o que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez pelo Estado. “Acho que o Eduardo Campos agora que está, espero, na luz de Deus, tenha reconhecido aquilo que o Lula fez aqui neste Estado”, disse Carvalho em ato com movimentos sociais de Pernambuco. “Espero que agora ele saiba aquilo que ele não quis reconhecer em vida, como faz o Roberto Amaral, presidente insuspeito do PSB, ao descrever o PSB de Pernambuco”, afirmou. 

Fonte: http://www.opovo.com.br/app/opovo/politica/2014/10/14/noticiasjornalpolitica,3330921/2014-1410po1831-dirceu-chama-de-x201c-vergonhoso-x201d-apoio-de.shtml

Nenhum comentário:

Postar um comentário