Buscar

29 maio 2014

URGENTE: Morreu na manhã desta quinta-feira (29) o motorista de ônibus que havia sido esfaqueado em uma tentativa de assalto


PROTESTO

Motoristas e cobradores fecham terminais de ônibus na Capital

Redação Web | 07h31 | 29.05.2014

Trabalhadores paralisaram atividades em todos os terminais de ônibus da Capital na manhã desta quinta-feira (29)


Paralisação de ônibus
Atualizada às 9h10
Motoristas e cobradores de ônibus do transporte coletivo de Fortaleza fecharam todos os terminais de ônibus da Capital na manhã desta quinta-feira (29). Conforme o Sintro, a paralisação deve permanecer, pelo menos, até meio-dia. A Rodoviária Engenheiro João Thomé também foi bloqueada. 
As paralisações começaram pela madrugada, motivadas por dois ataques aos trabalhadores em menos de 24 horas, conforme o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do Ceará (Sintro). Os motoristas tinham acertado, em assembleia, que os veículos seriam recolhidos à garagem no momento em que houvesse mais ataques aos trabalhadores.
O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) ainda não se pronunciou sobre as paralisações e afirmou que não houve tempo hábil para contabilizar possíveis prejuízos aos veículos.

De acordo com a Etufor, alguns veículos ainda circulam, mas é grande o contingente de pessoas nas paradas de ônibus da Capital. Outros coletivos saíram dos terminais direto para as garagens. Nenhum ônibus está entrando ou saindo dos terminais.
Siqueira e Lagoa registraram tumulto
No Siqueira, os veículos estão estacionados do lado de fora, e no entorno, as paradas estãolotadas. Houve princípio de tumulto no começo da manhã, com a população tentando embarcar nos coletivos, mas a chegada do Cotam e do Gate organizou a confusão, segundo o capitão Daniel Lima, subcomandante do Gate. Até o momento, uma pessoa foi detida. 
A reivindicação dos trabalhadores, conforme o vice-presidente do Sintro, Sérgio Barbosa, é por melhorias na segurança nos coletivos. A quantidade de assaltos aos veículos assusta motoristas e cobradores. Os passageiros também temem a insegurança.
O Terminal da Lagoa também registrou conflitos. Cerca de 200 trabalhadores e 100 ônibus estão parados dentro e fora das plataformas da unidade. Segundo o Sintro, nenhum agente da Guarda Municipal esteve presente no terminal.
Rodoviária também é fechada
A Rodoviária Engenheiro João Thomé também foi fechada na manhã desta quinta (29). Mas ao contrário da manifestação dos motoristas da Capital, a paralisação é relativa à campanha salarial, e conta com o apoio dos trabalhadores da construção civil. A expectativa é de que o local seja liberado após as 9h. 
Paralisações começaram na noite de quarta (28)
Um protesto realizado por motoristas e cobradores de ônibus ocasionou um tumulto, na noite de quarta-feira (28), no Terminal do Siqueira. Após receberem a notícia de que um motorista e um cobrador que faziam a linha Parque Santa Maria/Siqueira (381) haviam sido esfaqueados durante um assalto, os funcionários do transporte público resolveram, em protesto, obstruir o acesso ao Terminal.
Fonte: Diário

Nenhum comentário:

Postar um comentário