Buscar

20 maio 2014

SUCESSÃO NO CEARÁ Lula diz apoiar o nome de Eunício

SUCESSÃO NO CEARÁ

Lula diz apoiar o nome de Eunício

20.05.2014

O presidente nacional do PMDB, Valdir Raupp, disse que o ex-presidente Lula garantiu vir ao Ceará


Image-0-Artigo-1616672-1
Lula e os senadores do PMDB, ontem em São Paulo, quando anunciou sua decisão de apoiar a candidatura de Eunício Oliveira ao Governo
FOTO: FOTOSPUBLICAS.COM
São Paulo. O ex-presidente Lula disse, ontem, em São Paulo, a um grupo de senadores do PMDB, que apoiará a candidatura do senador Eunício Oliveira ao Governo do Ceará. O senador Valdir Raupp, presidente nacional do PMDB, foi quem fez o anúncio ao sair do encontro com Lula. Estiveram na reunião o presidente do Senado, Renan Calheiros, o ex-presidente José Sarney, Eduardo Braga, o presidente da CPI da Petrobras, Vital do Rêgo, Romero Jucá e Eunício.
O encontro do senadores com Lula era para tratar de questões relacionadas com a aliança nacional entre os dois partidos, em apoio à reeleição da presidente Dilma Rousseff e de questões ligadas às CPIs da Petrobras.

O PT do Ceará está coligado com o PROS do governador Cid Gomes e quer indicar o candidato ao Senado na chapa em que Cid apresentar o nome para disputar o Governo do Estado. Alguns dissidentes, dentre eles a ex-prefeita Luizianne Lins, não aceitam a aliança com o PROS e defendem uma candidatura própria ou o apoio a Eunício.
Eunício, recentemente, mandou todos os seus liderados que estavam no primeiro escalão do Governo do Estado deixarem os cargos para ele começar a tratar de alianças partidárias e da formação da sua própria chapa ao Governo do Estado. Em mais de uma oportunidade ele já teria conversado com o ex-presidente Lula e a presidente Dilma sobre sua postulação e a reciprocidade do apoio que ele empresta ao Governo do PT como líder do PMDB no Senado.
Ministro
Ontem, segundo Valdir Raupp, na presença de Eunício e dos outros senadores peemedebistas, após a conversa sobre as questões nacionais, o problema da divisão da base aliada no Ceará foi tratada e Lula afirmou que apoiaria a postulação de Eunício, também pela gratidão que tem ao PMDB por ter apoiado o seu Governo.
O ex-presidente também lembrou a colaboração emprestada por Eunício quando foi ministro das Comunicações do seu Governo. O senador cearense evitou dar mais detalhes da conversa sobre a sucessão cearense, mas disse estar muito satisfeito com a manifestação de Lula.
Eunício, como líder do PMDB no Senado, foi quem indicou os nomes do seu partido que integram a CPI do Senado sobre a Petrobras e ainda terá que indicar outros para participarem da CPI mista a ser instalada na Câmara como o mesmo fim.
Fonte: Diário

Nenhum comentário:

Postar um comentário