Buscar

23 maio 2014

Estupro de vulneravel em Guaramiranga

POLICIA:

Como você leitor cidadão analisaria esta situação,são tempos modernos é assim mesmo ou os pais devem ser mais enérgicos e não serem coniventes.
acompanhe a ocorrência


ESTUPRO DE VULNERAVEL EM GUARAMIRANGA


Quinta feira 22/05/14, por volta das 12:00h, a guarnição PM foi acionada por um cidadão (pai), informando-os que sua filha de, 12 anos) estava desde ontem desaparecida e que teria fugido de casa com seu namorado 19 anos), também disse que nunca concordou com tal relacionamento e por isso os jovens fugiram. (Conselheiras Tutelares deste Município), foram até a residência do acusado, onde mantiveram contato com a mãe do acusado, a qual informou que o casal está junto e que já mantem relações a um certo tempo, contudo não soube informar o paradeiro do casal. A composição efetuou diligências em outros possíveis locais próximos a Baturité, indicado pela mãe, mas não foram localizados. Quando retornaram ao centro da cidade, falaram com o Dr. João Filho (Promotor) que estava ciente do ocorrido e que disse poder haver novas buscas ao caso no outro dia.

Lembrando que em Itapiuna ocorreu mês passado caso semelhante um rapaz também de 19 anos que mantinha um relacionamento com uma menor de 14 anos mesmo com o consentimento dos pais tendo ainda um filho de meses foi preso após ser ouvido pelo juiz e promotor.


POLICIA:
Como você leitor cidadão analisaria esta situação,são tempos modernos é assim mesmo ou os pais devem ser mais enérgicos e não serem coniventes.
acompanhe a ocorrência
ESTUPRO DE VULNERAVEL EM GUARAMIRANGA
Quinta feira 22/05/14, por volta das 12:00h, a guarnição PM foi acionada por um cidadão (pai), informando-os que sua filha de, 12 anos) estava desde ontem desaparecida e que teria fugido de casa com seu namorado 19 anos), também disse que nunca concordou com tal relacionamento e por isso os jovens fugiram. (Conselheiras Tutelares deste Município), foram até a residência do acusado, onde mantiveram contato com a mãe do acusado, a qual informou que o casal está junto e que já mantem relações a um certo tempo, contudo não soube informar o paradeiro do casal. A composição efetuou diligências em outros possíveis locais próximos a Baturité, indicado pela mãe, mas não foram localizados. Quando retornaram ao centro da cidade, falaram com o Dr. João Filho (Promotor) que estava ciente do ocorrido e que disse poder haver novas buscas ao caso no outro dia.
Lembrando que em Itapiuna ocorreu mês passado caso semelhante um rapaz também de 19 anos que mantinha um relacionamento com uma menor de 14 anos mesmo com o consentimento dos pais tendo ainda um filho de meses foi preso após ser ouvido pelo juiz e promotor.
Curtir ·  · 

Nenhum comentário:

Postar um comentário