Buscar

24 março 2014

Tipos de uvas inspiram casal para dar nome aos três filhos em São José, SP

Tipos de uvas inspiram casal para dar nome aos três filhos em São José, SP

Syrah Luiza, João Malbec e Natasha Chardonnay foram nomes escolhidos.
Ideia partiu do gosto por vinhos no início do namoro, diz a mãe Isabella.


Syrah e Malbec mostrando de onde veio a inspiração de seus nomes (Foto: Isabella Franco/Arquivo Pessoal)Syrah e Malbec mostrando de onde veio a inspiração de seus nomes (Foto: Isabella Franco/Arquivo Pessoal)
O gosto por vinhos fez o casal de São José dos Campos Isabella Franco, de 35 anos, e Lucas Lacaz Ruiz, de 47 anos, buscar nas uvas a inspiração para dar nome aos três filhos que foram registrados como Syrah Luiza, João Malbec e Natasha Chardonnay.

A decisão chamou a atenção de amigos e foi inicialmente reprovada pelos pais do casal, que já se acostumaram com a ideia, já que a neta mais velha, Syrah Luiza, completa 11 anos em julho. João Malbec tem 9 anos e Natasha Chardonnay completa 1 ano em abril.
“A gente gosta muito de tomar vinho e, durante uma conversa no começo do namoro, decidimos que nossa primeira filha se chamaria Syrah, que é o nome da uva que mais gosto. Depois, quando o Lucas sugeriu Malbec para o nosso segundo filho eu fiquei na dúvida, mas fui convencida porque colocamos um nome mais comum, o João, primeiro”, disse Isabella.
Syrah e Malbec em uma videira no Chile (Foto: Isabella Franco/Arquivo Pessoal)Syrah e Malbec em uma plantação de uvas no Chile
(Foto: Isabella Franco/Arquivo Pessoal)
Para registrar a filha como Syrah Luiza, em 2003, eles tiveram que pedir autorização judicial, já que o cartório se recusou a fazer o registro alegando que o nome era incomum e não podia ser considerado nome próprio. “De maneira alguma estamos expondo ao ridículo ou de maneira pejorativa nossa filha”, afirmou Lucas no pedido feito ao juiz, que decidiu aprovar o registro.
Todos os documentos necessários para pedir o registro do nome são guardados com carinho pelo casal, que reúne na mesma pasta livros sobre a origem do nome das uvas, jornais com reportagens sobre uvas e fotografias de videiras. Além disso, o casal levou os filhos mais velhos para conhecer plantações de uvas durante uma viagem ao Chile no ano passado.
Avaliação
As crianças aprovam o nome escolhido pelos pais, mas dizem que sempre precisam explicar o significado. “Uma vez pisei no pé de uma menina sem querer no colégio e ela disse que eu sou ruim e por isso meu nome é Malbec”, contou João, de 9 anos, em tom de brincadeira.
Syrah Luiza diz que gosta de ter um nome incomum. “Acho lindo meu nome”, afirmou. Segundo ela, a única complicação é explicar aos amigos a pronúncia correta do seu nome, mas que depois de um tempo todo mundo acostuma.
Nomes
Um levantamento feito pela Associação dos Registradores de Pessoas Naturais de São Paulo (Arpen-SP), a pedido do G1,  mostra que mais de 1.700 nomes incomuns, com um único registro, foram escolhidos pelos pais no Vale do Paraíba em 2013. Entre os nomes incomuns registrados estão Tallys, Pétalla, Nawan, Ulli e Kayc.
Os pais Lucas Lacaz e Isabella Franco com os filhos João Malbec, Natasha Chardoney e Syrah Luiza (Foto: Lucas Lacaz/Arquivo Pessoal)Lucas e Isabella com João Malbec, Natasha Chardonnay e Syrah Luiza (Foto: Lucas Lacaz/Arquivo Pessoal)Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário