Buscar

18 janeiro 2014

Ceará tem 21,5 mil microempreendedores incritos no Bolsa Família

Ceará tem 21,5 mil microempreendedores incritos no Bolsa Família

Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social, 21,5 mil beneficiários do Bolsa Família no Ceará já se formalizaram como microempreendedores individuais, de um total de 329 mil no país. É o segundo melhor desempenho no Nordeste. “As pessoas que desejam trabalhar por conta própria são estimuladas pelo Brasil Sem Miséria a se formalizar com o Programa Microempreendedor Individual”, disse a ministra Tereza Campello. A ministra destaca que os atendidos pelo Bolsa Família podem frequentar cursos gratuitos de qualificação profissional, dentro do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). Desde 2012, 46 mil pessoas no Ceará se matricularam no Pronatec em cursos de auxiliar administrativo, operador de caixa, manicure e pedicure, eletricista instalador predial, operador de computador e recepcionista, entre outros, conforme o Governo Federal.
“Tem gente que nem sabe que existe o curso, que é de graça. Os cursos do Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) são de altíssima qualidade. Quem quiser pode procurar informações na sua prefeitura e no site do Ministério da Educação”, avisa a ministra.

Apesar das ofertas de capacitação profissional, a lei não obriga nenhum beneficiário do Bolsa Família a devolver o cartão. “Por lei, a pessoa, mesmo melhorando de vida, tem direito a ficar ainda um tempo no Bolsa Família, até conseguir se estabilizar”, afirma Tereza Campello. Segundo a ministra, um milhão e 700 mil famílias deixaram o programa nos seus dez anos de existência. “Mas o que acho mais importante é vermos a renda das famílias melhorando”. (BP)

Fonte: O POVO

Nenhum comentário:

Postar um comentário